Skip to content

08/07/2015

7 de setembro destaque

ecoponto novo

Top Park

Gauchada, revoltada, quer separar região Sul

03/09/2015

região sul

Com a quebradeira que atinge o Rio Grande do Sul, onde salários dos servidores do Estado são pagos em quatro prestações, a gauchada voltou a falar em separação dos três estados do Sul.

região sul 2E têm bons argumentos, apesar do disparate: de 2011 a 2014, Brasília arrecadou na região Sul, exatos R$ 501 bilhões. E retornou, em verbas federais,  R$ 119 bilhões, com uma diferença de arrecadação da ordem de R$381 bilhões.

O movimento já tem bandeira e uma vasta propaganda que rola na internet. Enfrenta, no entanto, forte resistência entre os próprios sulistas, que defendem a Federação.

Um fato inusitado é que quase 50% dos gaúchos estão espalhados pelo resto do País, empurrados pela busca de terras férteis para a agricultura. E não querem voltar para a sua terra, a não ser para visitar a parentada e rever os pagos.

Concentração do PIB por regiões

Concentração do PIB por regiões

A região Sul, com participação de 16,2% no PIB do País, teve sua representação reduzida em 0,3 ponto percentual entre 2010 e 2011. O Rio Grande do Sul passou de 6,7% em 2010 para 6,4% em 2011. Santa Catarina ganhou 0,1 ponto percentual, ficando com 4,1%, e Paraná manteve o mesmo patamar de 2010: 5,8%. Em termos de comparação, o Nordeste tinha à mesma época uma participação de 13,4% do PIB. Com a redução prevista de até 1,8% negativo no PIB brasileiro, essa relação deve ganhar outras nuances, principalmente levando-se em conta a queda da indústria automobilística. Rio Grande do Sul tem fábricas de automóveis, mas principalmente são grandes fornecedores de autopeças ao restante da indústria especializada do País.

Só me faltava essa: quase aos 70 anos ter que pedir um visto no passaporte para visitar minha terra natal. Pois vou solicitar, oficialmente, minha naturalização como baiano.

Projeto de reforma política volta para a Câmara e poderá sofrer novas emendas

03/09/2015

Concluída a votação no Senado do Projeto de Lei 75/2015, que trata da reforma política, a expectativa entre os parlamentares agora é com a votação da matéria na Câmara dos Deputados. O texto será revisado pelos deputados, que poderão aprovar integralmente as mudanças feitas pelos senadores ou rejeitá-las, mas não poderão inserir novos itens no projeto.

Os senadores aprovaram um substitutivo que muda profundamente o texto original enviado pela Câmara e agora não sabem se esse projeto será mantido. “O Senado votou com a expectativa de que a Câmara possa acolher [as modificações no texto], mas não temos nenhuma garantia de que isso vá acontecer. Isso faz com que o processo se reinicie na Câmara”, disse a senadora Lídice da Mata (PSB-BA).

Lídice afirmou que a reforma feita pelo Senado representa um “avanço”, embora não seja a reforma política ideal. “Mas o ótimo é inimigo do bom. Se nós não conseguimos fazer o ótimo, não podemos deixar de fazer o bom”, disse a senadora.

 

panfleto cursos fgv faahf.cdr

A capital gaúcha em cólera. Quinze pessoas assassinadas em 24 horas.

03/09/2015

porto alegre

A Região Metropolitana de Porto Alegre viveu as 24 horas de maior violência neste ano entre quarta e quinta-feira. Pelo menos 15 pessoas foram assassinadas nas mais variadas circunstâncias. Quando ainda se contabilizavam as mortes da noite e madrugada na Zona Sul da Porto Alegre, o dia começou com homicídios e incêndios de ônibus.

O início da tarde revelou que não haveria trégua. O pior caso veio de Alvorada. Três homens foram executados na Rua Otávio Rocha, Bairro Intersul. Dois deles morreram no local e um chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu. Segundo informações da Brigada Militar, o crime ocorreu em via pública e os mortos estavam desarmados quando foram surpreendidos pelos matadores.

A principal suspeita tem a ver com disputa relacionada ao tráfico de drogas, já que a poucos metros funcionaria um ponto de vendas. Moradores da região afirmam que a violência vem assustando nas últimas semanas. No mesmo local, por causa do tráfico, outra morte teria ocorrido semana passada. Do Diário Gaúcho, com foto de Tadeu Vilani da Agência RBS.

A S10 High Country está nas revendas Chevrolet Topvel

03/09/2015

Deputados aprovam medida provisória que aumenta impostos para bancos

03/09/2015

Por 277 votos a favor e 77 contra, deputados aprovaram hoje (3) a Medida Provisória 675/15, que eleva a alíquota da Contribuição sobre o Lucro Líquido (CSLL) de instituições financeiras de 15% para 20%. A nova alíquota será aplicada a bancos, seguradoras e administradoras de cartões de crédito, enquanto as cooperativas de crédito terão aumento de 17%. A votação foi marcada por divergências entre a oposição e a base aliada.

A MP é parte do pacote de ajuste fiscal defendido pelo governo. Pelas contas do governo, o aumento sobre o setor vai gerar R$ 900 milhões em arrecadação já neste ano. Em 2016, o volume chegaria a mais de R$ 3 bilhões, e, em 2017, atingiria R$ 4 bilhões.

O avanço da proposta ocorreu, mesmo sob protesto de parlamentares da oposição. Eles disseram que é uma “ingenuidade” não considerar que o aumento será repassado aos clientes. Para Mendonça Filho (PE), líder do DEM na Câmara, quem vai pagar a conta é o trabalhador, a classe média, o setor produtivo. “É muito bonito dizer que está taxando o banco quando, na prática, está onerando o setor financeiro, que vai repassar para o trabalhador”, disse o líder.

A deputada Jandira Feghali (RJ), líder do PCdoB rebateu: “Se for por esse raciocínio, tem que acabar com o Imposto de Renda também, porque qualquer tributação é deslocada para o consumidor. É uma boa máscara para partidos aqui que protegem o lucro de bancos”. A parlamentar lembrou que a MP deveria ter um prazo mais longo do que foi estabelecido, se fosse acatada uma emenda apresentada ainda na comissão especial.

 

sete de setembro

Bahia na liderança de regiões com potencial de energia fotovoltaica

03/09/2015

A Bahia confirma liderança na produção de energia elétrica a partir de fontes renováveis, depois que 12 projetos de energia fotovoltaica foram vencedores no último leilão da ANEEl, realizado no final de agosto. O processo de diversificação de fontes energéticas está sendo intensificado, e os novos projetos vão expandir o potencial gerador do estado. Com capacidade de geração de 324,8 megawatts (MW), os projetos vão gerar acréscimo de R$ 1,5 bilhão no setor.

Com informações da Seinfra – Bahia

energia solar na Bahia

Durante o primeiro Leilão de Energia da Reserva (LER) de 2015, realização da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), através da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), 30 projetos saíram vencedores. A Bahia disparou na frente, seguida por Piauí (9 projetos), Minas Gerais (5 projetos ), Paraíba (3 projetos) e Tocantins (1 projeto), totalizando uma potência de 833,8 MW.

O estado é um verdadeiro destaque no setor. “Com a contratação de novos empreendimentos de geração baseados na fonte solar, a Bahia reforçará a sua performance como geradora e exportadora de energia elétrica no quadro nacional, atraindo empreendedores e incentivando a cadeia produtiva da indústria de equipamentos e serviços ligados a esse setor, a exemplo do caminho percorrido pela energia eólica”, afirma o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti.

As futuras usinas devem ser instaladas prioritariamente na região do semiárido, em cidades como Bom Jesus da Lapa, Sobradinho, Tabocas do Brejo Velho, Irecê, Brejolândia, Oliveira dos Brejinhos, com potencial para atender uma população de aproximadamente 12 milhões de pessoas.

Tendo o sol como fonte para a produção dessa energia, as usinas fotovoltaicas da Bahia, 29 em operação comercial, tem capacidade instalada de 2,71 MW. Outras 14 usinas, vencedoras do leilão de energia de 2014, terão capacidade de geração de 339,7 MW.

O LER, operacionalizado pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), apresentou um deságio médio de 12,17%. O preço teto do leilão foi R$ 349/MWh e valor médio da energia comercializada no certame foi R$ 301,64 /MWh. Para o segundo Leilão de Reserva de 2015, que será em novembro, as perspectivas da Bahia no setor de energias renováveis é muito grande. Dos 730 projetos de eólica (17.964 MW), 243 são da Bahia; enquanto dos 649 empreendimentos de energia solar (20.953 MW), 192 são baianos, totalizando, solar e eólica, mais de 12 mil MW.

Mapa Solarimétrico

A Bahia, através da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), em conjunto com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) está em tratativas da contratação do Atlas Solarimétrico do Estado, ferramenta que auxilia a identificação das áreas mais promissoras para a construção de usinas solares. Até o final de 2015 o primeiro esboço da ferramenta ser apresentado. Atualmente, a base de dados tida como referencial é o Relatório de Garantia Física de Energia, da ANEEL.

Energia dos Ventos

Com 37 usinas eólicas em operação, a Bahia é contemplada por uma capacidade instalada de 959,29 MW. Outras 41 usinas estão em construção, com capacidade a ser instalada de 1.014,5 MW. O estado tem hoje 125 usinas com construção ainda não iniciadas, com capacidade a ser instalada de 2.679,9 MW. De acordo com o Atlas Eólico da Bahia, publicado em 2013, o estado possui um potencial de 195 MW a altura de 150m, com velocidade do vento superior a 7,0 m/s.

De acordo com dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), no primeiro semestre de 2015, a Bahia produziu, em média, 463 MW de energia eólica, à frente do Ceará (362 MW) e do Rio Grande do Sul (287 MW), ficando atrás apenas do Rio Grande do Norte (650 MW), representando um aumento de 91% em relação ao montante gerado no mesmo período de 2014.

A Bahia é uma nação abençoada por todos os deuses e orixás. Maior volume de recursos minerais do País, grande volume de terras férteis e liderança na energia eólica e foto voltaica.

Prefeito Humberto Santa Cruz visita terceira turma da Guarda Mirim

03/09/2015

A Guarda Mirim se prepara para participar do desfile cívico de 7 de setembro na próxima segunda-feira, na Avenida Salvador

O Prefeito Humberto Santa Cruz, prestigiou as atividades da terceira turma de Guarda Mirins de Luís Eduardo Magalhães, na noite desta quarta-feira, 02, no Centro de Artes e Esporte Unificados (CEUs) Patrícia Regina Lauck de Souza. A Guarda Mirim se prepara para participar do desfile cívico de 7 de setembro na próxima segunda-feira, na Avenida Salvador.

Humberto parabenizou os adolescentes que participaram das duas primeiras turmas de Guarda Mirins e os calouros da terceira turma. “Fico muito feliz em ver tantos jovens se interessando pela educação militar e participando dessa projeto tão bonito que é a guarda mirim”. O secretário de Governo, Renato Faedo, acompanhou o prefeito na visita.

4644710

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 133 outros seguidores