Pular para o conteúdo

05/12/2021

uniasselvi

Rodovias públicas do Brasil apresentam piora de qualidade, revela CNT.

06/12/2021

Foto: Valter Campanato/Arquivo Agência Brasil

Pesquisa divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) e pelo SEST SENAT revela que 61,8% da malha rodoviária brasileira encontra-se classificada como regular, ruim ou péssima. A análise foi feita em 109.103 quilômetros de rodovias pavimentadas federais e estaduais, como explica o gerente-executivo de estatística e pesquisa da CNT, Jefferson Cristiano.

“Nossos pesquisadores fazem uma análise técnica que leva em consideração a condição da superfície do pavimento. Observamos também a condição dos acostamentos. Temos também a característica de sinalização, na qual é observada tanto a sinalização horizontal, quanto vertical. Fazemos ainda uma avaliação da geometria, quando analisamos o perfil da rodovia, se é plana ou ondulada”, afirma.

O estado geral das rodovias leva em conta três características analisadas: Pavimento, Sinalização e Geometria da Via. Esses aspectos recebem classificações que vão desde Ótimo e Bom a Regular, Ruim e Péssimo. Segundo Cristiano, as cinco regiões do Brasil foram percorridas e os piores resultados foram encontrados no norte do país.

“Rodovias que estão na Região Norte são as piores do país, até por conta da situação geográfica. Temos longas extensões, temos rodovias que passam no meio de florestas. Então, são rodovias que contam com maiores problemas. Do outro lado, temos as rodovias localizadas da Região Sudeste, que são as que apresentam as melhores condições”, destaca.

De acordo com o estudo, as rodovias federais públicas registraram queda de qualidade. O estado geral na classificação Ótimo e Bom caiu de 32,5%, em 2019, para 28,2%, em 2021. A sinalização é um dos fatores mais problemáticos. Nesse ponto, os problemas nas rodovias públicas aumentaram 12,1 pontos percentuais nos últimos dois anos e passaram de 56,4% para 68,5%.

Concessão

A pesquisa da CNT revela, ainda, que as rodovias pavimentadas sob concessão da iniciativa privada estão em situação relativamente estável. O Estado Geral da malha rodoviária concedida este ano se manteve quase igual ao de 2019. A avaliação do trecho aferido como Ótimo e Bom foi de 74,2% este ano. Em 2019, esse percentual tinha sido de 74,7%.

Análise semelhante ocorreu com essa composição da extensão de rodovia identificada como Regular, Ruim e Péssimo. Há dois anos, representava 25,3% da malha pesquisada e, em 2021, fechou em 25,8%.

Fonte: Brasil 61

Hoje ofertas renovadas nos Supermercados Marabá

06/12/2021

Bahia respira, Grêmio agoniza e Atlético-MG faz a festa com a torcida.

05/12/2021

Grêmio pode cair em definitivo nesta segunda. Como cantou a torcida do Corinthians: “Arerê! O Grêmio vai jogar na série B”

Três jogos abriram, neste domingo (4), a 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Na Neo Química Arena, em São Paulo, o empate por 1 a 1 entre Corinthians e Grêmio complicou os gaúchos, que dependem de outros resultados para não serem rebaixados à Série B nesta segunda-feira (6). Em Salvador, na Arena Fonte Nova, o Bahia superou o Fluminense por 2 a 0, saindo provisoriamente do Z4. Já o Atlético-MG, campeão por antecipação, derrotou o Red Bull Bragantino por 4 a 3 no Mineirão, em Belo Horizonte, festejando o título ao lado da torcida.

Na capital paulista, o Grêmio saiu na frente aos 38 minutos do primeiro tempo, com Diego Souza. Ele aproveitou a sobra de um cruzamento do também atacante Ferreira pela esquerda, que o lateral Fábio Santos não tirou, para balançar as redes do goleiro Cássio. Aos 40 da etapa final, o meia Renato Augusto acertou um belo chute de fora da área, no ângulo do goleiro Gabriel Grando, evitando a derrota alvinegra.

ATLÉTICO x BRAGANTINO 05.12.2021 - CAMPEONATO BRASILEIRO
ATLÉTICO x BRAGANTINO 05.12.2021 – CAMPEONATO BRASILEIRO – Pedro Souza/Atlético mineiro/divulgação

O Tricolor foi a 40 pontos e permanece na décima oitava posição. Se Cuiabá e Juventude, que estão três pontos à frente, ao menos empatarem com Fortaleza e São Paulo, respectivamente, nesta segunda, a queda à segunda divisão será decretada. O Alvinegro, por sua vez, subiu para 57 pontos e assegurou vaga direta à fase de grupos da próxima Libertadores.

O Corinthians foi beneficiado pela derrota do Fluminense para o Bahia. Os cariocas seguem em sétimo, abrindo a zona da pré-Libertadores, com 51 pontos. O Esquadrão de Aço foi a 43 pontos, na décima quinta posição, deixando o Z4, ultrapassando Cuiabá e Juventude (que têm a mesma pontuação) por ter mais vitórias.

O atacante Gilberto foi o protagonista do triunfo baiano, marcando os dois gols dos anfitriões. Aos 38 minutos do primeiro tempo, o camisa nove abriu o placar cobrando pênalti. Aos 46, ele encobriu o goleiro Marcos Felipe, que estava adiantado, definindo o placar em Salvador.

No Mineirão, Keno colocou o Atlético-MG à frente do Bragantino aos 19 minutos da etapa inicial, de fora da área. Aos 38, o também atacante Ytalo aproveitou rebote do goleiro Everson para deixar tudo igual. Na volta do intervalo, logo a um minuto, o atacante Arthur virou o placar na sequência de uma cobrança de escanteio. Quatro minutos depois, o meia Matías Zaracho empatou de novo. Já aos 32, o atacante Jefferson Savarino, de cabeça, decretou a virada. Aos 42 minutos, o atacante Hulk ampliou. Nos acréscimos, Arthur descontou para os paulistas.

A festa atleticana continuou após o apito final, com a torcida vendo a equipe levantar a taça do Brasileiro, que não conquistava há 50 anos, no gramado do Mineirão. Os mineiros foram a 84 pontos, 11 à frente do vice-líder Flamengo. O Bragantino permanece com 53 pontos e aguarda o complemento da rodada para saber se já garante vaga à próxima Libertadores. O Massa Bruta é o sexto colocado.

Os jogos da última rodada serão disputados nesta quinta-feira (9), às 21h30 (horário de Brasília). O Grêmio recebe justamente o Atlético na Arena, em Porto Alegre. O Corinthians pega o Juventude no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS). O Bahia visita o Fortaleza na Arena Castelão, na capital cearense. O Bragantino encara o Internacional no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Da Agência Brasil.

PRF apreende mais de 650 mil maços de cigarros contrabandeados.

05/12/2021
Foto: Divulgação/PRF
Foto: Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na madrugada de sábado (4), uma carga com 650 mil maços de cigarros em dois caminhões na Bahia. Os flagrantes ocorreram durante fiscalização em trechos baianos da BR-116, nos municípios de Jequié e Milagres. Segundo a PRF, dois contrabandistas foram presos.

Agentes da unidade operacional de Jequié abordaram um caminhão emplacado no Rio de Janeiro. Ao vistoriar o compartimento de carga, foram encontrados cerca de 375 mil maços de cigarros paraguaios, avaliados em R$ 1,8 milhões.

O motorista informou que recebeu a carga em São Paulo e ganharia R$3.500 para levar a mercadoria contrabandeada até a cidade de Fortaleza (CE). Ele foi preso em flagrante e encaminhado à Polícia Judiciária local para os procedimentos cabíveis. A pena base para o crime de contrabando e descaminho varia de 2 a 5 anos de reclusão.

Em Milagres, os policiais rodoviários federais realizavam ações de combate ao crime, quando abordaram uma carreta.

Ao revistar o compartimento de carga, os policiais encontraram as caixas de cigarro, de origem estrangeira, totalizando 300.000 maços, avaliadas em R$1,5 milhão.

O condutor relatou que a carga foi embarcada em Divinópolis (MG) e teria como destino a cidade pernambucana de Garanhuns. Disse ainda que recebeu R$5 mil pelo serviço. O homem foi preso pelo crime de contrabando e apresentado a autoridade policial com todo material do crime na Delegacia de Polícia Judiciária.

Em 2021 a PRF na Bahia já retirou de circulação mais de 25 milhões de unidades de cigarros contrabandeados nas rodovias federais que cortam o estado. Muitos dos contrabandistas fazem parte de um verdadeiro exército que usa os recursos obtidos com o cigarro para financiar organizações criminosas, ligadas muitas vezes ao tráfico de drogas e armas.

Arruaceiro é preso armado em Santa Rita de Cássia, depois de disparar pistola em público.

05/12/2021

Um homem foi preso por porte ilegal de arma, neste domingo (5), em Santa Rita de Cássia, na região da Bacia do Rio Grande. Acusado de ser o autor de disparos em um evento no Povoado do Peixe, zona rural do município, ele foi flagrado pela polícia com uma pistola calibre 380 e seis munições intactas.

Segundo boletim da Polícia Militar (PM-BA), uma guarnição da 86° Companhia Independente (CIPM) foi enviada ao local assim que recebeu a denúncia de que um homem estava atirando na festa.

Chegando à localidade, os policiais abordaram o suspeito, identificado como Hugo Yan Araujo Serpa. Com ele encontraram, além do armamento e da munição, um coldre, utilizado para guardar a pistola.

Quando questionado sobre a arma, ele afirmou que ela seria de propriedade de outra pessoa, que esta seria CAC (Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador) e teria autorização legal para estar com aqueles objetos.

Durante a abordagem, no entanto, nenhum documento que comprovasse a legalidade do porte foi apresentado. De acordo com as informações divulgadas pela PM, o homem foi conduzido para a Central de Flagrantes de Barreiras para adoção dos procedimentos legais.

A grande farsa que prepara um grande golpe em 2022.

05/12/2021

Weintraub chama Marechal Deodoro de “traidor” e provoca indignação no Exército - Hora do Povo

No Brasil, os golpes políticos fazem parte de movimentos uniformes de pulsos variados, no entanto quase constantes, ao longo da história. Em 15 de novembro de 1889, as oligarquias tiraram o Marechal Deodoro da Fonseca, monarquista, da cama, onde se encontrava adoentado, para golpear seu amigo Dom Pedro II e instaurar uma república, onde mulheres e pobres não votavam.

Em 1930, Getúlio chefiou outro golpe. Em 1945 e 1954 foi golpeado. Em 1963 implantaram um regime parlamentarista, para evitar a assunção do vice-presidente João Goulart, vice de Jânio Quadros.

Em 1º de abril de 1964 o golpe foi completo: cassaram parlamentares e magistrados, além do Presidente e governadores, eliminaram as eleições e entronizaram um militar no poder.

Em 2016, parlamento, ministros da Suprema Corte e até juízes de piso, entre eles o fanhoso de sorriso alvar de Curitiba, uniram-se para derrubar uma Presidente constitucionalmente eleita. Cerca de 6.000 militares ganharam cargos nos governos fantoches subsequentes.

Agora, com as pesquisas indicando uma vitória avassaladora de um democrata no primeiro turno de 2022, prepara-se um novo golpe.

Os parlamentares, sustentados a peso de ouro com recursos públicos, preparam uma embolada política, quando reafirma-se que a história se repete, primeiro como tragédia, depois como farsa.

A proposta de adoção do semipresidencialismo no Brasil já tem caminho e ritmo de tramitação definidos na Câmara dos Deputados. A transferência de parte do poder do Executivo para o Parlamento ganhou uma fórmula que pretende evitar as acusações de “casuísmo” e “golpe”, a fim permitir a votação em 2022. Ela foi definida em reunião de líderes partidários com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) e o autor da proposta, o deputado Samuel Moreira (PSDB-SP).

Para mudar a forma como os brasileiros são governados, criando o cargo de primeiro-ministro e um conselho de ministro nomeados pelo presidente, os parlamentares decidiram adotar um modelo de tramitação parecido com o usado para aprovar a cláusula de barreira para o Congresso, deixando os efeitos da adoção da medida para as futuras legislaturas.

A ideia é que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do semipresidencialismo seja analisada e votada em 2022. Caso aprovada, o novo sistema de governo seria adotado somente em 2030. O encontro entre Moreira, Lira e os líderes, aconteceu na terça-feira passada. Eles esperam que as mudanças acertadas desinterditem o debate sobre o assunto e afastem as resistências dos pré-candidatos mais bem colocados nas pesquisas para a disputa presidencial de 2022, como Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Jair Bolsonaro (PL) e Sérgio Moro (Podemos).

No Brasil, enquanto o sangue não correr nas sarjetas, continuar-se-á a perpetrar golpes à democracia, pelas mesmas razões que levaram Deodoro, tonto e cambaleante, com o pijama sob a farda, à frente do Palácio para decretar o primeiro grande golpe.

Fernanda Montenegro em entrevista ao El Pais. Definitiva.

05/12/2021

EL PAIS – Rio de Janeiro (Brasil) 19/11/2021 – Fernanda Montenegro. Foto: Juan Martinez

Leia agora a matéria completa em El País, clicando aqui.

Prefeito Junior Marabá participa de inauguração da Ponte Barra- Xique-Xique.

04/12/2021

Acompanhado do governador Rui Costa, do vice-governador João  Leão, dos deputados Cacá Leão e Antônio Henrique Júnior; dos secretários de Governo e Infraestrutura, Danilo Henrique e Franklin Willer respectivamente, e do vereador Nei Vilares, o prefeito Junior Marabá participou da inauguração da Ponte Barra Xique-Xique, nesta sexta-feira (03).

Com mais de mil metros de extensão sobre o Rio São Francisco, a obra foi inaugurada pelo governo do Estado e faz a ligação entre o oeste e o centro-norte do estado, beneficiando diretamente cerca de 2,5 milhões de baianos. Um investimento de R$ 133 milhões.

“Uma obra muito importante para a nossa região, que vai ligar duas regiões produtivas, fortalecendo o escoamento da nossa safra. Estamos felizes por prestigiar e contar com um investimento desse porte para uma região que gera tanta riqueza para o estado”, destacou o prefeito Junior Marabá, que após a inauguração se reuniu com lideranças políticas locais.

Multas ambientais revertem em equipamentos para Secretaria.

04/12/2021

Conversão de multas ambientais, adotada pela Secretaria de Meio Ambiente de Luís Eduardo Magalhães, garante a aquisição de novos equipamentos, inclusive um drone

A Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, por meio da Secretaria de Meio Ambiente,  adquiriu importantes equipamentos para implementar o trabalho de fiscalização e licenciamento ambiental do município.

Essas aquisições foram viabilizadas a partir da Política de Conversão de Multas Ambientais, adotada pela Secretaria de Meio Ambiente, prevista em lei.

“A conversão busca engajar o autuado nas causas ambientais, trazendo benefícios para toda a população luiseduardense.

Todos esses equipamentos são fundamentais para os serviços de preservação e melhoria da qualidade do meio ambiente”, pontuou o titular da pasta, Jefferson Café.

Confira o que foi adquirido
– 09 computadores completos;
– 02 CPUs;
– 01 drone;
– 01 GPS portátil;
– Sementes de árvores nativas;
– Saquinhos para produzir mudas; equipamentos para resgate de animais silvestres: 01 Puçá, 01 pinção e 01 gancho herpetológicos, 01 cambão e 03 caixas de contenção. Além de coletes para a equipe de fiscalização e licenciamento ambiental.

Mega-Sena deve pagar hoje prêmio de R$ 16 milhões.

04/12/2021

Apostadores fazem filas em casas lotéricas de Brasília. A Caixa Econômica Federal sorteia amanhã (12) a lotofácil da Independência.

Apostas podem ser feitas até as 19 horas.

O concurso 2.434 da Mega-Sena deve pagar neste sábado (4) o prêmio de R$ 16 milhões a quem acertar as seis dezenas. O sorteio será feito às 20h, no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê em São Paulo.

No último concurso (2.433), sorteado na quarta-feira (1º), ninguém acertou as seis dezenas, e o prêmio ficou acumulado para hoje. A quina teve 31 apostas vencedoras e a quadra registrou 2.625 acertadores.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet.

A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50.

Da Agência Brasil

Secretaria de Educação de Luís Eduardo tem oficinas de material pedagógico

04/12/2021

Secretaria de Educação, através da Gerência de Saúde Educacional,  realizou oficinas de construção de material pedagógico adaptado, voltadas para utilização nas salas de AEE

Com o objetivo de realizar a inclusão real de estudantes com deficiência, a Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, através da Secretaria de Educação, por meio da Gerência de Saúde Educacional, realizou a 5° edição da oficina de material pedagógico adaptado.

O curso reuniu as professoras de Atendimento Educacional Especializado – AEE das escolas da rede municipal, dando sequencia à série de oficinas realizadas ao longo do ano.

No dia 19 de novembro, realizou-se a quarta oficina, onde as professoras  construíram o jogo  “Aprendendo com Pizza”, uma proposta lúdica para trabalhar de maneira interdisciplinar, com foco em matemática.

E nesta sexta-feira (03), foi realizada a última oficina de 2021, com a construção de um jogo de alfabetização, “Brincando e Aprendendo”, encerrando o ciclo de oficinas planejadas para 2021.

Secretaria da Agricultura de Luís Eduardo distribui fertilizantes.

04/12/2021

Agricultores das comunidades de Muriçoca e Assentamento Rio de Ondas recebem 45 toneladas de fertilizantes, em parceria da Secretaria de Agricultura com empresa privada.

Cerca de 100 agricultores familiares das comunidades rurais de Muriçoca e Nova Esperança, no Assentamento Rio de Ondas, em Luís Eduardo Magalhães foram beneficiados com 45 toneladas de fertilizantes, através de uma parceria entre a Prefeitura, por meio da Secretaria de Agricultura e a Rialma Fertilizantes.

A definição dos locais foi feita de acordo com a realidade das comunidades, e a entrega concretizada após um encontro entre representantes das áreas beneficiadas, Secretaria de Agricultura e dos representantes do produto FOSCAL PRO, Francisco Pereira (Chiquinho) e Luiz Cláudio.

O produto já foi distribuído e aplicado nas propriedades e a Secretaria de Agricultura e a Rialma Fertilizantes disponibilizaram acompanhamento técnico para os produtores rurais.

A parceria viabilizará que produtores que não tinham a expectativa de uma colheita farta, possam voltar a sonhar com uma boa safra em 2022!

Bahia e Grêmio ameaçados pelo rebaixamento.

03/12/2021

Depietri marcou o gol que garantiu Libertadores inédita ao Fortaleza — Foto: Kid Júnior/SVM

Depietri marcou o gol que garantiu Libertadores inédita ao Fortaleza — Foto: Kid Júnior/SVM.

O Brasileirão conseguiu equilibrar todos os times com o mesmo número de jogos. Depois de quatro partidas na noite desta sexta-feira, restam apenas duas rodadas para o encerramento do campeonato, que já tem o Atlético-MG como campeão.

O Fortaleza foi o destaque da noite ao vencer o Juventude por 1 a 0 e garantir classificação inédita à Libertadores. Agora, resta ao Leão confirmar seu lugar no G-6, que também está próximo. A probabilidade é de 98%. O Corinthians tem 99% de chance de seguir diretamente à fase de grupos.

Na parte de baixo da tabela, quem comemora é o Atlético-GO, que também venceu por 1 a 0, diante da Chapecoense, e deu fim a qualquer oportunidade de jogar a Série B do ano que vem. O Athletico fez o placar mínimo no Cuiabá e precisa de apenas um ponto para evitar o rebaixamento.

O Dourado, aliás, caiu bruscamente na tabela e agora está à beira do Z-4, em 16º, com 43 pontos, os mesmos do Juventude, que fica em 15º pelo número de vitórias. Agora, o time do Mato Grosso tem 18% de chance de queda, enquanto os gaúchos contabilizam 12%.

Bahia, 17º, e Grêmio, 18º, continuam com as piores probabilidades para estar na segunda divisão do ano que vem. Os números pouco mudaram das situações anteriores. Os baianos estão com 75% de chance de rebaixamento, e o Tricolor, com 91%.

Risco de rebaixamento

  • Chapecoense: 100%

  • Sport: 100%

  • Grêmio: 91%

  • Bahia: 75%

  • Cuiabá: 18%

  • Juventude: 12%

  • São Paulo: 2%

  • Athletico-PR: 1%

  • Santos: 1%

Conteúdo do ge.globo.com e cálculo matemático de Tristão Garcia.

Pesquisador da Rede DSBR e UFOB participa de evento nacional de gestão pública.

03/12/2021

Sediado na capital de Alagoas, evento reuniu mais de 200 gestores brasileiros em grupos de trabalho com foco no futuro da administração pública. Poty Lucena apresentou projetos produzidos pela rede de pesquisa na área de ciência de dados, governança e gestão pública

Temas como ciência de dados, ativos, parceria público-privadas, escolas de governo, transformação digital, compras públicas, concessões, comunicação pública e gestão de pessoas estiveram na pauta do Conselho Nacional de Secretários de Administração (Consad Express), evento que reuniu especialistas em gestão pública em Maceió (AL) que debateram e apresentaram as boas práticas na administração pública.

O evento teve início no dia 30 de novembro com programação até 03 de dezembro e tem como principal objetivo discutir estratégias para a modernização da gestão pública.

O pesquisador e coordenador da Rede Data Science BR (DSBR), Poty Rodrigues de Lucena, marcou presença no evento com uma agenda que contemplou duas palestras e uma participação no Grupo de Trabalho de Ciência de Dados sobre o Planejamento das Ações para 2022.

A primeira palestra com o tema Descomplicando a Gestão de Projetos em Ciência de Dados na Administração Pública, Poty Lucena falou sobre os desafios organizacionais e da gestão dos dados na administração pública e apresentou os ciclos do modelo de gestão MAnGve for Innovation Management (Mi9) experimentado na Rede DSBR, bem como os projetos desenvolvidos pela rede em parceria com o Ministério da Educação, como a Plataforma Universidade 360º – Observatório da Educação Superior, uma solução em Big Data Analytcs de transparência e governança da Rede Federal de Educação.

A Plataforma foi lançada em setembro de 2021 e tem como públicos de interesse: a sociedade, a comunidade acadêmica e escolar, órgãos de imprensa, órgãos de controle dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, o Ministério da Educação e as universidades, institutos federais, Cefet´s e o Colégio Pedro II. Na segunda quinzena de novembro, a Plataforma lançou uma nova seção com informações da execução orçamentária e de indicadores de gestão do Tribunal de Contas da União (TCU), atualizados diariamente.

A Rede DSBR é uma rede de pesquisa em ciência de dados liderada pela UFOB |em cooperação com pesquisadores da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), Universidade Federal de Viçosa (UFV), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Universidade Federal de Catalão (UFCAT), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Ministério da Educação.

A segunda palestra Big Data Analytcs: Transparência para Cidadania, governança para decisão abordou temas como a Lei de Acesso à Informação, política de dados, direitos dos usuários dos serviços públicos, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, a Rede Nacional de Governança Digital entre outros assuntos relacionados à promoção da cidadania pela transparência e à governança para tomada de decisões na administração pública.

O Consad Express fomenta a realização do 120º Fórum Nacional de Secretários de Estado da Administração Pública.

Empresa vai implantar indústria de álcool etílico, água sanitária e alvejante em Barreiras.

03/12/2021

Quatro empresas pretendem investir R$ 20 milhões em diferentes regiões da Bahia

Quatro empresas, de diferentes setores da economia, pretendem investir R$ 20 milhões em cidades do interior da Bahia. Ao todo, a previsão é que os empreendimentos gerem 121 empregos diretos e 366 indiretos em Vitória da Conquista, Barreiras, Alagoinhas e Feira de Santana. Com esse objetivo, a Lucas Oliveira Lima, Candeias Industrial, R.B. Indústria de Bebidas Alagoinhas e Briquettare – Indústria de Briquetes e Reciclagens, assinaram protocolos de intenções com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), nesta quinta-feira (2).

“Esses protocolos assinados nesta data revelam muito bem o trabalho que o Governo da Bahia tem realizado com objetivo de desconcentrar a atividade industrial em nosso Estado. Seja ampliação ou implantação, são empresas que querem investir em cidades do interior, de diferentes regiões, isso é reflexo na nossa política de atração de investimentos que, consequentemente, acaba por gerar novos postos de trabalho”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Nelson Leal.
Em Vitória da Conquista, a Lucas Oliveira Lima planeja ampliar sua produção de polvilho, goma, farinha e fécula processada, com investimento de R$ 2 milhões de reais, e geração de 14 empregos diretos e 50 indiretos. Já em Barreiras, a Candeias Industrial pretende investir R$ 1,2 milhão para ampliar sua unidade destinada a fabricação de álcool etílico, água sanitária, alvejante e outros produtos, e criação de 14 empregos diretos e 50 indiretos.
 
Briquetes

Em outra região do Estado, a R.B. Indústria de Bebidas Alagoinhas deve investir R$ 12 milhões na cidade que consta no nome da empresa, para implantar uma unidade industrial destinada à produção de água envasada, e geração de 53 empregos diretos e 16 indiretos. E, por fim, a Briquettare – Indústria de Briquetes e Reciclagens pretende investir R$5,4 milhões para implantar, em Feira de Santana, uma fábrica de Briquetes (blocos cilíndricos compactos, de alta densidade, composto por resíduos de madeiras em geral, utilizado para a queima em fornos, caldeiras e aquecedores), gerando Promover a geração de 40 empregos diretos e 250 empregos indiretos.

Sábado (04), com vacinação contra Covid-19 para 2° e 3° doses.

03/12/2021

Público-alvo para dose de reforço baixou para 18 anos

A Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães continua com a aplicação da segunda e terceira dose da vacina contra o Covid-19, neste sábado (04), das 8h às 12h, no sistema Drive-Thru.

2° dose
Estarão disponíveis as seguintes vacinas: Oxford/Astrazeneca, Coronavac e Pfizer.

3° dose
Está liberada para pessoas a partir dos 18 anos de idade, que tenham tomado a segunda dose há pelo menos cinco meses.

Além dos trabalhadores da saúde

Produtores de cachaça de Barreiras recebem orientações de um dos maiores pesquisadores brasileiros sobre o assunto.

03/12/2021

O fortalecimento da cadeia produtiva da cachaça em Barreiras fez com que as secretarias de Agricultura e Tecnologia e de Meio Ambiente e Sustentabilidade e o SEBRAE, se unissem para oferecer a pequenos e médios produtores do destilado, uma palestra inédita com um dos poucos pesquisadores brasileiros que fazem a ponte entre o setor de cachaça (e o de cerveja) e a Academia. Trata-se do professor Rogério Lopes Brandão, doutor em Bioquímica e que possui uma trajetória marcada pelo estudo profundo do processo fermentativo no laboratório e pela defesa da seleção de leveduras locais como uma das melhores alternativas para a produção de cachaça, fora dele.

Na quarta-feira (1) e quinta-feira (2), as equipes das Secretarias e do Sebrae acompanharam o pesquisador durante visitas técnicas a locais de produção de cachaça artesanal, em Barreiras, a exemplo das instalações do produtor Renato Santos, que já havia recebido a visita dos secretários Demosthenes Junior (Meio Ambiente e Sustentabilidade) e Roberto de Carvalho (Indústria, Comércio e Turismo), da turismóloga Ana Rita e do assessor da Secretaria de Planejamento Vandré Vilela em 20 de agosto. Os pequenos e médios produtores tiveram a oportunidade de acompanhar uma palestra destinada à capacitação das cachaçarias no Município, a cargo do professor Rogério Lopes. Ele destacou, entre outros assuntos, as variedades da matéria-prima, aspectos do plantio, metodologia de produção da cachaça, técnicas de fermentação, ambientação e finalização do produto. Ainda, detalhes sobre a legalização e o mercado da cachaça.

O trabalho de fortalecimento da cadeia produtiva terá continuidade e como parte do cronograma previsto está o curso “Fortalecimento da Cadeia Produtiva de Cachaça de Barreiras” com o foco na capacitação técnica de produção. “Esta primeira atividade teve o objetivo de oferecer aos produtores locais uma alternativa de renda, envolvendo toda a família no processo de produção. Possibilitou ainda a adequação, no futuro, dos selos do SIM (Serviço de Inspeção Municipal) e da ANVISA, trazendo aos produtores segurança e comercialização garantida no que diz respeito aos aspectos de saúde e sanitário”, explica o secretário de Agricultura, José Marques.

Outro fator levado em consideração, além dos enfatizados pelo secretário de Agricultura, é passar aos produtores as noções de sustentabilidade desde o plantio até a fabricação da cachaça. Para isso, a Secretaria de Meio Ambiente está atenta e garantindo as orientações adequadas, por meio dos cursos e aperfeiçoamentos. “Queremos ver estas famílias melhorar a sua renda, fabricando um produto de qualidade e ao mesmo tempo, conscientes da importância do correto aproveitamento dos recursos naturais disponíveis como a água e o solo. Vamos trabalhar para que o processo de produção ocorra de forma sustentável”, destaca o secretário Demósthenes Júnior.

Turismo rural, polpa de frutas, lapeamento do Buriti e cortadinho de palma no Rural Produtivo.

03/12/2021

O programa Rural Produtivo deste sábado (4) vai mostrar o turismo rural do Assentamento Pancada Grande, em Itacaré. E também, conhecer a produção de polpa de frutas da Associação Rural Prata de Baixo, em Seabra, e a história do lapeamento do Buriti, em Pilão Arcado. Ainda tem receita de cortadinho de palma e música com Miguel Neto e Banda. Sempre aos sábados às 14h, o programa tem horário alternativo nas segundas-feiras, às 6h30, e nas quintas-feiras, às 20h, na TVE.

Em Itacaré, a Associação dos Colonos do Projeto Pancada Grande identificou no turismo rural uma forma de proporcionar novos atrativos aos visitantes e garantir renda. Através investimentos foi reformada a Casa Sede, criado um espaço Memorial, construída uma cozinha de beneficiamento do chocolate e meliponário, refeitório, lojinha e horta com galinheiro. Além de melhoria do acesso e sinalização para cachoeiras e treinamento para capacitação dos moradores da comunidade.

Em Seabra, antes da Associação Rural Prata de Baixo, as agricultoras familiares tinham grandes desperdícios da produção de frutas e hortaliças e a produção era apenas para o consumo familiar. Atualmente, após uma estrutura com equipamentos e máquinas, as frutas vão direto para a produção de polpa, estimulando a autonomia econômica das mulheres e melhorando a qualidade de vida na região.

No município de Pilão Arcado, foi implantada uma Unidade de Beneficiamento do Buriti, permitindo a extração de 500 quilos de polpa de fruta por dia. O telespectador vai conhecer Dona Litercina Leite, que contará a relação da sua família com a extração, venda e a história do lapeamento do Buriti, uma forma tradicional onde as mulheres se reúnem para uma ajudar a outra a tirar a lapa do fruto, na comunidade de Brejo dos Dois Irmãos.

Ainda nesta edição, a agricultora Rosivan de Souza, vai ensinar a receita de cortadinho de palma, uma planta com alto teor de carboidratos não fibrosos, vitamina A e ferro, no Quilombo Serra do Queimadão, no município de Seabra. E para finalizar, música com Miguel Neto e Banda, no município de Itacaré.

O Rural Produtivo é resultado de uma parceria da TVE com a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e poderá ser assistido também através do site www.tve.ba.gov.br/tveonline, do Youtube.com/tvebahia e do Facebook.com/tvebahia.

Governo do Estado e Prefeitura de Salvador iniciam testagem e vacinação contra a Covid-19 no aeroporto da capital.

03/12/2021

A partir deste sábado (4), o Governo do Estado em parceria com a Prefeitura de Salvador ofertará testes rápidos do tipo antígeno para a detecção da Covid-19, bem como implantará uma sala de vacinação a fim de imunizar baianos e turistas que circulam o aeroporto da capital baiana.

A iniciativa de testagem faz parte de um projeto piloto, no qual pretende alcançar até 10% dos passageiros dos voos nacionais que desembarcam no aeroporto de Salvador e, num momento posterior, os passageiros dos voos internacionais. A sala de vacinação funcionará das 8h às 18h, enquanto a testagem ocorrerá das 10h às 16h.

De acordo com a secretária da Saúde da Bahia, Tereza Paim, “o teste de antígeno é mais rápido e com precisão similar ao teste molecular do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro na detecção do coronavírus. Ele tem como vantagem a detecção da doença em sua fase aguda, além da velocidade para obtenção do resultado, estimada em 20 minutos”, explica a secretária.

Símbolo de integração, ponte entre Barra e Xique-Xique é entregue pelo Governo do Estado.

03/12/2021

O povo foi ver de perto a tão esperada obra do Governo do Estado.

Encurtar distâncias, acelerar o desenvolvimento e fazer da Bahia um estado cada vez mais integrado. Estas são algumas das missões sendo cumpridas, a partir de agora, pela Ponte Barra – Xique-Xique. Com seus mais de mil metros de extensão sobre o Rio São Francisco, a obra foi inaugurada nesta sexta-feira (3), pelo governador Rui Costa, e transforma, definitivamente, o cenário na ligação entre o oeste e o centro-norte do estado, beneficiando diretamente cerca de 2,5 milhões de baianos.

Até a chegada da ponte, balsas e barcos cumpriam o dever de transportar veículos e pessoas entre os dois lados do rio, percurso que, considerando o tempo de espera, poderia durar mais de 1 hora. Essa realidade se torna passado com a chegada da obra estruturante na qual o Governo do Estado investiu R$ 133 milhões.

“Essa ponte não é apenas uma obra de concreto. É uma importante ligação entre duas regiões com forte vocação agrícola, que são o Oeste e a região de Irecê. Também estamos integrando essas duas regiões com o norte da Bahia. Presenciaremos, no futuro breve, o impacto econômico dessa obra no desenvolvimento dessa região. É um momento de alegria, investimentos que transformam a atividade econômica e transformam a vida das pessoas”, explicou o governador, após inaugurar, oficialmente, o equipamento.

Para o vice-governador João Leão, também presente no evento, “essa obra representa muita coisa boa e um futuro muito grande. Estão construindo aqui na região usinas de açúcar, grandes projetos de irrigação, e ainda virão muitas obras que vão se complementar com essa ponte”, complementou.

Além da ponte, outras obras de melhorias foram realizadas na BA-160, integrante do Sistema Viário BA-052, como restauração de 28 quilômetros, implantação de baias de emergência e pontos de parada de ônibus, correções na geometria da rodovia e melhoria de acessos locais.



Foto: Manu Dias/GOVBA

As intervenções geraram cerca de 350 empregos diretos e 50 indiretos, e são fruto da Parceria Público-Privada (PPP) entre a Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra) e a Concessionária Estrada do Feijão (Concef), com a participação da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) como agente fiscalizador. “A ponte vai integrar duas regiões produtivas na área da agricultura e do agronegócio, permitindo não só a interação entre essas regiões como o escoamento da safra nos dois sentidos, para o leste e para o oeste da Bahia. Foi um compromisso do Governo do Estado, que entregou uma obra desta magnitude em tempo recorde”, destacou o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti.

Motorista de caminhão, Paulo Marques faz, diariamente, a travessia entre Xique-Xique e Barra para fazer entregas da empresa onde trabalha. Saindo da balsa, provavelmente pela última vez, ele já fala com expectativa positiva sobre a ponte. “Com certeza vai ser muito melhor para a gente. Vai mudar 100%. Só a demora que a gente esperava para atravessar era demais. Mas agora com essa ponte vai ser tudo de bom”.

O mesmo acontece com a estudante de agronomia Caroline Santos. Morando em Barra, ela faz estágio em Irecê e frequentemente precisava atravessar o rio pela balsa. “É um sonho que está sendo concretizado. Nossa cidade ficou muito tempo atrasada, justamente, por não ter uma ponte como essa. Mas agora é uma realidade e estamos muito felizes, tanto a população de Barra como das cidades vizinhas”, conta a jovem.

Além dos prefeitos de Barra, Xique-Xique e de outras cidades da região, deputados estaduais e federais, os senadores baianos Otto Alencar e Jaques Wagner acompanharam a inauguração.

Pontes para o futuro

Além da mais jovem e recém-inaugurada Ponte Barra – Xique-Xique, nos últimos 15 anos, o Governo do Estado investiu na construção e recuperação de uma série de pontes e passarelas que têm ajudado a interligar de forma mais rápida e segura diferentes cidades e facilitado a vida de seus habitantes. Entre essas se destacam a Ilhéus-Pontal (2020); ponte sobre o Rio Baetantã, em São Roque do Paraguaçu (2019); ponte sobre o Rio Itapicuru Mirim, na BA-381, entre Itiúba e Filadélfia (2018); ponte sobre o Rio Pratigi, em Ipirá (2017) e a ponte sobre o Rio de Ondas, em Barreiras (2013). Em 2010, foi construída a passarela Luiz Felipe de Souza Leão, que liga São Félix do Caribe e Santa Maria da Vitória.

Repórter: Eudes Benício

Colégio Modelo

Ensino técnico profissionalizante que fornece mão de obra qualificada aos setores produtivos, com contrapartida social, na medida em que estes setores geram empregos e dinamizam a economia local. Nesta lógica está pautada a relação entre a Fazenda Escola Modelo, em implantação no município de Barra, e o Polo Agroindustrial e Bioenergético do Médio São Francisco. O equipamento recebeu a visita do governador Rui Costa nesta sexta-feira (03), a convite do vice-governador João Leão, secretário do Planejamento.

O Governador Rui Costa, que demonstrou entusiasmo com a visita, elogiou o projeto. “Belíssimo projeto. São 250 hectares onde serão plantados mamão, cacau, banana, manga, uva, enfim, serão mini fazendas experimentais para testar vários métodos, vários modelos de irrigação para formar mão de obra. Uma grande escola de formação técnica e também de extensão para cursos da área rural universitário, então, um grande projeto, um exemplo para a Bahia e para o Brasil e como o próprio Leão diz, a primeira de muitas que queremos replicar”.

O vice-governador João Leão falou sobre a visita e destacou a importância do empreendimento para o desenvolvimento do estado. “Rui, que já conhece as instalações do Polo Agroindustrial, hoje pôde conhecer de perto as instalações da Fazenda Escola Modelo. Estes são projetos de extrema importância para o desenvolvimento do nosso estado por se tratarem de iniciativas que visam criar novos polos de desenvolvimento na Bahia, desenvolvimento este que historicamente esteve concentrado na Região Metropolitana de Salvador”, explica.

A escola servirá como suporte de formação e capacitação profissional e de experiências para o Polo Agroindustrial e Bioenergético do Médio São Francisco, um complexo agroindustrial em processo de implantação na região baiana do Médio São Francisco, sob a coordenação da Secretaria do Planejamento da Bahia (Seplan), no âmbito da Agenda de Desenvolvimento Territorial (AG-Ter).

Homens armados picham mensagem de protesto e queimam 13 veículos em cidade do interior do Paraná.

03/12/2021

Da revista Isto é.

Dois homens armados invadiram e renderam os vigias do pátio da prefeitura de Campo Magro, na região metropolitana de Curitiba, no Paraná. No local, a dupla ateou fogo em 13 veículos usados para o transporte de moradores da região. Os suspeitos ainda picharam frases com protestos contra a polícia local: “A Roni executa, o estado finge que não vê”. As informações são do UOL.

Divulgação/Prefeitura de Campo Magro© Divulgação/Prefeitura de Campo Magro Divulgação/Prefeitura de Campo Magro

Cláudio Casagrande, prefeito de Campo Magro, afirmou ao UOL que acredita que o incêndio tem relação com confrontos ocorridos na última quarta-feira (01). “É uma manifestação de pessoas que estão em uma invasão na cidade há um ano e meio. Na quarta-feira houve um confronto entre a polícia e os invasores e deixou uma pessoa morta. O pátio tem cem veículos e conseguimos, por sorte, salvar muita coisa”, disse.

De acordo com a prefeitura, cerca de duzentas famílias invadiram uma área de proteção ambiental. A reintegração de posse foi autorizada, mas a pandemia da Covid-19 fez com que a retirada das famílias fosse interrompida. “No nosso cadastro tem 500 famílias, mas muitas não vivem lá e, inclusive, algumas pessoas tentam vender os terrenos para se aproveitar da situação”, contou Cláudio.

“O incêndio poderia ser ainda maior, já que o fogo não conseguiu se alastrar. Em um ônibus para cadeirantes, por exemplo, o fogo não se propagou, já que ele é adaptado e não tem tanto material inflamável. O prejuízo estimado é de R$ 7 milhões. É muita coisa para uma cidade pequena”, revelou o prefeito.

Cassiano Aufiero, delegado da Polícia Civil do Paraná, disse que as investigações sobre o caso já começaram. “Acompanhamos o caso desde a madrugada e já acionamos a Criminalística e o Instituto de Identificação. Já foram coletadas várias evidências, que serão confrontadas com alguns dados que possuímos. Tudo levar a crer que se trata de uma retaliação por causa de uma ação policial na madrugada anterior, contendo inclusive ameaças aos órgãos públicos”, afirmou.

Mesmo com a investigação em curso, nenhum suspeito foi identificado.

Projeto de Félix Júnior exige comprovante de vacinação para eleitor votar em 2022.

03/12/2021

Tramita na Câmara Federal um projeto de lei que exige do eleitor o comprovante de vacinação contra a Covid-19 para o acesso à seção de votação no pleito de 2022. A proposta é do deputado baiano Félix Mendonça Júnior (PDT).

A medida do deputado altera a lei 9.504, de setembro de 1997, que trata das regras eleitorais, e valerá enquanto perdurar a declaração de epidemia ou pandemia. De acordo com o texto, para os eleitores terem acesso à seção eleitoral vão ter que comprovar que “foram imunizados contra patologias declaradas e classificadas na condição epidêmica ou pandêmica”.

“Esse não é um projeto de lei ideológico. Não tem ideologia nisso. O que queremos é cuidar da vida das pessoas. Quem não quiser se vacinar, que justifique o voto. Precisamos lembrar que o direito de um termina quando começa o do outro. Assim é na democracia”, afirmou Félix.

O deputado lembrou que as eleições municipais de 2020 foram um foco de disseminação da Covid-19. “Eu, inclusive, fui um dos poucos parlamentares a defender o adiamento das eleições por uma questão de segurança sanitária. Esperamos que em 2022 o vírus já esteja controlado, mas, caso ainda tenhamos riscos de disseminação, com o surgimento de novas variantes, temos que exigir o comprovante da vacinação”, declarou.

Félix afirmou que a Justiça Eleitoral não terá complicações em adotar a medida. “Será apenas mais um documento exigido para o eleitor acessar a seção de votação. O comprovante da vacinação pode ser físico ou digital, por exemplo”, explicou.

O deputado lembrou que o mesmo expediente já é utilizado para acessar locais privados, a exemplo dos estádios de futebol, e públicos, como as unidades do Serviço de Atendimento ao Consumidor (SACs) espalhadas pela Bahia.

O diálogo principal do julgamento de Lula na farsa da Lava-Jato.

03/12/2021

Julgamento de Lula no caso triplex em segunda instância é marcado para 24  de janeiro no TRF4 | Rio Grande do Sul | G1

Se o ex-presidente Lula da Silva já acabava com o ex-juiz Moro em plena audiência da farsesca Lava-Jato, imagine num primeiro debate eleitoral.   

*MORO:* Sr. Lula, o triplex é seu?

*LULA:* Não.

*MORO:* Mas o Sr. tinha interesse em adquirir?

*LULA:* Não.

*MORO:* Mas visitou?

*LULA:* Sim.

*MORO:* Por quê?

*LULA:* Porque queriam me vender.

*MORO:* Mas o Sr. comprou?

*LULA:* Não.

*MORO:* Mas o triplex é seu?

*LULA:* Não.

*MORO:* Mas porque visitou?

*LULA:* Porque queriam me vender.

*MORO:* Mas o Sr. não comprou?

*LULA:* Não.

*MORO:* Mas…

*Moro:* o documento tem uma rasura

*Lula: quem rasurou?

*Moro:* não sei….

*Lula:* então como eu vou saber também?”

*Moro:* Tem um documento aqui que fala do triplex….

*Lula:* Tá assinado por quem?

*Moro:* Hmm… A assinatura tá em Branco…

*Lula:* Então o senhor pode guardar por gentileza!

*Moro:* O sr. Não sabia dos desvios da Petrobras?

*Lula:* Ninguém sabia dos desvios da Petrobras. Nem eu, nem a imprensa, nem o senhor, nem o ministério público e nem a PF. Só ficamos sabendo quando grampearam o Youssef.

*Moro:* Mas eu não tinha que saber. Não tenho nada com isso.

*Lula:* Tem sim. Foi o sr. quem soltou o Youssef.

*Moro:* “saíram denúncias na folha de São Paulo, e no jornal O Globo de que…”

*Lula:* “Doutor, não me julgue por notícias, mas por provas.”

*Moro:* Senhor ex-presidente, você não sabia que Renato Duque roubava a Petrobras?

*Lula:* Doutor, o filho quando tira nota vermelha, ele não chega em casa e fala: “Pai, tirei nota vermelha”.

*Moro:* Os meus filhos falam.

*Lula:* Doutor Moro, o Renato Duque não é seu filho.

*Obs: Esse diálogo é real, entre o juiz inepto e o ex-presidente, ex-operário, que não tinha diploma superior. É chocante o contraste do despreparo e desqualificação do juiz semiletrado diante do operário intelectualizado”

Vacinas agem contra covid grave, mesmo com nova variante.

03/12/2021

Coronavírus (COVID-19), Novo Coronavirus SARS-CoV-2

Estudo sobre Ômicron é de cientistas sul-africanos

Cientistas sul-africanos concluíram que as vacinas existentes contra a covid-19 evitam a doença grave com a variante Ômicron do SARS-CoV-2. Avanços preliminares de um estudo indicam que o teste de PCR permite perceber se o contágio é com a nova mutação, sem ter que segmentar o genoma.

A Rede de Vigilância do Genoma da África do Sul (NGS-SA) apresentou os estudos sobre a Ômicron à Comissão de Saúde do Parlamento.

Apesar de ainda necessitarem de tempo para ajustar os dados, sobre o que já consideram o início da quarta onda da pandemia, garantem que estão concentrados na transmissibilidade e no efeito da imunidade que as vacinas proporcionam.

“A genética da Ômicron é completamente diferente da variante Delta ou das variantes anteriores”, afirmou Richard Lessels, especialista em doenças infectocontagiosas.

Os cientistas ainda não sabem se o período da incubação se mantém numa média de cinco dias. No entanto, Lessels garante que “as vacinas são a ferramenta que pode evitar a doença grave e a hospitalização”.

“Estamos preocupados não tanto com o número de mutações, mas onde elas estão concentradas, porque muitas delas o fazem no pico da proteína e, especificamente, em partes-chave que são importantes para ter acesso às nossas células. Não sabemos se os anticorpos são capazes de lidar com elas”, acrescentou.

O especialista destacou que, “embora a maioria dos casos positivos com a nova variante tenha sintomas ligeiros, é muito cedo para dizer o nível de periculosidade da Ômicron, porque foi detectada muito recentemente. Não sabemos se vamos ver casos mais graves”.

A variante já está presente em todas as províncias da África do Sul. A dúvida dos especialistas é se ela vai substituir a Delta “que se propagava a níveis muito baixos”. Lessels afirma que o teste PCR é capaz de detectar a nova variante sem a necessidade de sequenciar o genoma.

“Se um dos três sinais ou alvos do PCR é negativo e os outros dois positivos, então o teste continua positivo, mas algo diferente é observado. Não é possível detectar o gene Skipe. E foi o que aconteceu no laboratório Lancet, em Gauteng [província no norte da África do Sul], onde descobriram que alguns casos positivos tinham esta marca: o nocaute do gene, o que não acontece com a variante Delta. Por isso, com o PCR podemos acompanhar o rastreamento da Ômicron em tempo real, não é necessário ter a sequência genética completa, o que costuma demorar duas semanas em laboratório”, explicou.

O Instituto Nacional de Doenças Infecciosas da África do Sul confirmou, em novembro, que de 249 sequências localizadas, 183 eram da Ômicron. A imunidade pós-covid-19, cuja duração é desconhecida, não oferece proteção contra a nova variante.

A província de Gauteng (a mais populosa do país e que inclui as cidades de Pretória e Joanesburgo) continua a ser a que apresenta mais casos positivos diários, seguindo-se KuaZulu-Natal e Cabo Ocidental.

Oito dos 15 milhões dos habitantes de Gauteng não foram vacinados, e a taxa de transmissibilidade passou de um para 2,3.

“É claro que os jovens não vacinados são uma grande preocupação. Continuamos a enviar a mensagem de que ser vacinado é importante porque as pessoas imunizadas estão apresentando sintomas mais leves”, afirmou David Makhura, primeiro-ministro de Gauteng.

A Ômicron foi detectada em mais de 20 países, mas a África do Sul e Botsuana continuam a ser responsáveis por 62% dos novos casos identificados no mundo.

Da Agência Brasil.

Nada como um dia depois do outro: Santos Cruz diz que Bolsonaro é um traidor.

02/12/2021

Santos Cruz sugere que o Messias era o Judas ao chamar Bolsonaro de “traidor”

Ex-companheiros de Governo, quando magoados, podem ser uma farpa no olho. Veja o que o general Carlos Alberto Santos Cruz diz sobre o Bolsonaro, em cujo governo foi ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência do Brasil até sucumbir às fofocas do Gabinete do Ódio.

O presidente “destruiu quase todas as instituições por onde teve alguma atuação mais intensa. Ministério das Relações Exteriores, Ministério da Saúde…Toda instituição onde ele colocou a mão“, declarou o general

“O grande traidor desse país se chama Jair Messias Bolsonaro. Ele destruiu quase todas as instituições por onde teve alguma atuação mais intensa“, afirmou o general Santos Cruz, que recentemente se filiou ao Podemos para apoiar o ex-juiz federal Sergio Moro.

“Ministério das Relações Exteriores, Ministério da Saúde… [Destruiu] “toda instituição onde ele colocou a mão”, disse o ex-ministro-chefe da Secretaria de Governo.

“Não tem ingenuidade, tem sem-vergonhice”, disse o general em entrevista ao portal UOL.

“Prometer uma coisa, e depois não fazer. Você não pode considerar um parlamentar que tinha 28 anos de Câmara como ingênuo“, prosseguiu.

Também hoje, quinta-feira (02/12), o general Santos Cruz teve uma entrevista postada na revista Crusoé, em que comparou Bolsonaro a Sergio Moro, destacando a covardia do presidente: “… tem medo de responsabilidade enorme, não assume uma responsabilidade … não tem coragem para nada, vive de um show.

A edição ‘lavajatista’ jogou confetes em Moro, claro.

Em Luís Eduardo, repescagem da primeira dose contra o Covid-19 para pessoas a partir de 12 anos.

02/12/2021

Você que tem a partir de 12 anos de idade e ainda não recebeu a primeira dose da vacina contra o Covid-19, aproveite esta sexta, das 8h às 16h, no sistema Drive-Thru e no antigo PROMATI e garanta sua imunização.

É importante destacar que a vacinação ocorre tanto para menores de idade (12 a 17 anos) quanto para as pessoas de 18 anos acima.

Lembrando que a vacinação é exclusiva para primeira dose e os menores de idade devem estar acompanhados de um responsável legal.

Para ser vacinado, é necessário levar um documento com foto, o CPF ou o cartão do SUS, a caderneta de vacinação e um comprovante de residência.

E não se esqueça: vacina boa, é vacina no braço!

Aviso de Utilidade Pública

A Secretaria Municipal de Infraestrutura informa que o atendimento ao público no telefone 77 3628 0770 está temporariamente interrompido por problemas técnicos da rede externa e informará assim que for reestabelecido.

Lula tem 42% dos votos contra 19% de Bolsonaro, diz pesquisa.

02/12/2021

A Revista Veja publicou, há pouco, em sua coluna Radar:

Uma pesquisa nacional finalizada nesta semana por um grande instituto nacional mostra que Lula continua liderando as pesquisas com folga, apesar do surgimento da candidatura de Sergio Moro.

Pela pesquisa, Lula tem 42% das intenções de voto, na pesquisa estimulada, contra 19% de Jair Bolsonaro. Sergio Moro e Ciro Gomes aparecem na terceira posição com 5% das intenções de voto. Datena, que já desistiu da candidatura, aparece com 4%.

 

Mercado de PCHs fecha 2021 pronto para crescer 30% e gerar aos consumidores brasileiros uma economia de mais de 40 bilhões.

02/12/2021

Classificação das PCHs

O setor recebe hoje mais de 3 bilhões em investimentos. Isso equivale a 1.877MW de novas usinas, investimento de mais de R$15 bilhões, geração de mais de 150.000 empregos e atendimento ao consumo de mais de 4,5 milhões de residências

O mercado de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) e Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGHs) do Brasil está fechando o balanço de 2021 com um potencial para crescer 30% nos próximos 3 anos sobre o parque gerador instalado atualmente, ou seja, de 6.256MW (5.440MW de PCHs e 816MW de CGHs) para 8.132MW.

Isso equivale a 1.877MW de novas usinas, investimento de mais de R$15 bilhões, geração de mais de 150.000 empregos e atendimento ao consumo de mais de 4,5 milhões de residências. O caminho para chegar a esse montante é: (i) a resolução dos entraves que travam a aprovação ambiental, encarecem artificialmente as PCHs e CGHs e as limita a volumes irrisórios para contratação em leilões regulados, (ii) nivelamento da carga fiscal da cadeia produtiva das pequenas hidrelétricas, que não desfrutam dos R$124 bilhões de isenções dadas atualmente para a indústria do petróleo, e é de 38% a 55% superior às das cadeias produtivas das eólicas e solares que tem conteúdo importado entre 20% e 80% (as PCHs e CGHs são 100% nacionais), e (iii) a correta valoração dos atributos das PCHs e CGHs.

No país, estão em construção hoje 30 PCHs e 5 CGHs, com 24.439 e 1.336 novos empregos respectivamente. As PCHs estão recebendo investimento de R$ 3,2 bilhões e vão atender 1.018.293 residências com geração 407 MW de energia. No caso das CGHs o investimento é de R$ 116,9 milhões.

A ABRAPCH (Associação Brasileira de PCHs e CGHs) calcula que no longo prazo, o Brasil tem potencial para construir 213 novas CGHs e capacidade de gerar 846 MW, e 1.048 PCHs com capacidade geradora de 13.750 MW de energia, com obras totalmente nacionais, tanto em construção como em tecnologia. Viabilizados de uma vez esses projetos gerariam no país mais de 1 milhão de novos empregos, mais de R$110 bilhões de investimentos e energia suficiente para abastecer mais de 42 milhões de residências.

Os Estados com maior potencial de instalação de novos projetos são GO, MG, PR, MT, SC, RS, SP, MS, BA, PA e RJ.

Para o presidente da ABRAPCH, Paulo Arbex, é fundamental que os processos de aprovação dos novos projetos sejam desburocratizados. Em sua opinião “não é possível que no Brasil, o processo de licenciamento de pequenas hidrelétricas 100% renováveis, de baixo impacto ambiental (a maioria deles reversíveis e/ou compensáveis), demore mais de 12 anos, enquanto a aprovação de térmicas fósseis gigantes, de danos ambientais infinitamente superiores e irreversíveis ocorra entre 1 e 2 anos e com baixíssimas exigências de compensação. É preciso “descomplicar” o licenciamento ambiental das pequenas hidrelétricas”.

O executivo admite que o governo tem aberto uma série de conversas para acelerar o setor, mas defende que isso precisa ser feito com mais rapidez. “Quando falamos em energia, estamos falando de crescimento econômico e geração de novos empregos já na construção de suas matrizes. Isso é fundamental para que o Brasil cresça”, defende Arbex.

Além disto, é preciso cobrir a intermitência horária das eólicas e solares. O vento aumenta, diminui, para e muda de direção várias vezes durante o dia. O sol se põe todos os dias. Os rios não secam nem tem esta variabilidade horária. Mesmo em períodos de secas extremamente fortes como a atual, é raríssimo um rio relevante secar totalmente.

Só as hidrelétricas com reservatórios e as térmicas fósseis com fornecimento de combustíveis assegurado, conseguem atender esta necessidade de cobertura da intermitência horária das eólicas e solares. O travamento e baixa contratação de hidrelétricas levou a uma contratação de térmicas fósseis a custos exorbitantes de até R$2.500/MWh, quando poderíamos ter atendido a mesma necessidade com hidrelétricas entre R$250/MWh e R$320/MWh e danos ambientais infinitamente menores e reversíveis. Estamos pagando até 10x mais pela energia fóssil que emite 115x mais gases de efeito estufa e tem inúmeros outros danos ambientais ainda maiores que as emissões em si.

No 1º semestre de 2021, ano em que enfrentamos a pior seca dos últimos 40 anos, as hidrelétricas, detentoras de apenas 61% da capacidade instalada da matriz elétrica brasileira, entregaram 69,7% de toda a energia elétrica gerada no Brasil.

Não tem cabimento o Brasil, maior potência hídrica do mundo com 12% da água doce superficial do planeta estar passando por crise de abastecimento de água para irrigação, consumo humano e geração de energia.

Israel, território desértico, tem enfrentado inúmeras secas e saiu sem nenhuma crise de abastecimento. A Noruega, país em que parte da água congela no inverno, tem 94% de sua energia elétrica produzida por hidrelétricas sem nenhum problema.

O problema não é de falta d’água e sim de falta de caixa d’água. Nos últimos 20 anos, o consumo de energia cresceu 80% no Brasil, enquanto os reservatórios cresceram apenas 30% e o parque de hidrelétricas 39%.

Um sistema de reservatórios bem planejado e operado daria conta com facilidade do enfrentamento da seca, como ocorreu durante mais de 60 anos no nosso setor elétrico.

Somente os pequenos geradores estão fechando o ano de 2021 com quase 16 milhões de residências atendidas. Em operação hoje existem 425 PCHs e 730 CGHs.

As pequenas matrizes hidráulicas geram juntas hoje 6.300 MW, sendo 5.500 gerados pelas PCHs e 864 pelas CGHs em operação. De acordo com a EPE (Empresa de Pesquisas Energéticas), braço do governo federal no setor, 1 MW é capaz de atender em média 2.500 residências do Brasil, com um consumo médio de 184 KW/hora por mês.

Outra ação necessária, além de desburocratizar a construção de novos empreendimentos, é desmistificar o pensamento de que PCHs e CGHs causam dano ao meio ambiente.

Arbex está empenhado numa defesa setorial contra o que ele chama de “denúncias abusivas” contra os pequenos geradores de energia hidráulica. O executivo se refere aos constantes manifestos que ONGs ambientalistas estão disseminando onde dizem que as usinas hidrelétricas causam impactos ambientais. Por esse motivo a presença de PCHs nos chamados leilões públicos de energia é pequena.

Se compararmos as tarifas cobradas pelas PCHs e CGHs nos últimos leilões (R$215/MWh) com as tarifas cobradas pelas térmicas a gás também no seu último leilão de 30/09/21, a contratação de PCHs e CGHs ao invés de térmicas a gás (R$1.619/MWh), gerariam uma economia para o consumidor de R$ 21,04 bilhões por ano.

De acordo com Arbex, entidades com visão ambiental seletiva, que parecem não querer enxergar que as pequenas hidrelétricas têm sido mais aliadas que adversárias na defesa do meio ambiente, que não enxergam (ou não querem enxergar) os danos incomparavelmente superiores das alternativas fósseis têm influenciado negativamente a sociedade encaminhando diversos pedidos de embargos de obras ao Ministério Público. “Essa situação não é verdadeira e acaba atrapalhando projetos que seguem à risca todos os compromissos com o meio ambiente, e entregam um bem fundamental para o nosso desenvolvimento econômico, que é a energia”, argumenta o executivo.

Para o setor dos pequenos geradores de energia hidráulica o país tem outras fontes de energia extremamente impactantes e que passam despercebidas enquanto se mantiver esse foco indevido de atenção sobre a fonte hidráulica. “É preciso parar com essa preocupação ambiental seletiva e fazer com que cada tipo de empreendimento compense os seus danos ambientais reais. O nosso setor está sendo vítima de lobistas e ONGs preparadas para travar nossos empreendimentos em nome de uma concorrência com outras fontes”, denuncia Paulo Arbex. Além disso, as fontes térmicas fósseis custam até 10 vezes mais que as hidrelétricas e emitem 115 vezes mais gases de efeito estufa.

Governo da Bahia entrega travessia do São Francisco na Barra

02/12/2021

Ponte entre Barra e Xique-Xique será entregue nesta sexta (3), reduzindo tempo de viagem e aproximando diferentes regiões produtivas da Bahia

Construída sobre o Rio São Francisco, a ponte que liga os municípios de Barra e Xique-Xique será inaugurada, nesta sexta-feira (3), a partir das 9h, pelo governador Rui Costa. É mais uma obra estruturante do Governo do Estado, estabelecendo uma nova ligação entre a região do oeste baiano, via Vale do São Francisco, e centro-norte. Com cerca de 1 quilômetro de extensão, a ponte, que está situada na BA-160, resulta de investimentos de R$ 133 milhões, e vai e aproximar diferentes áreas, facilitar a vida da população e contribuir para o desenvolvimento econômico.

A nova ponte vai beneficiar, diretamente, mais de 2,5 milhões de habitantes dos municípios de Barra, Xique-Xique, Gentio do Ouro, Irecê, Itaguaçu, Piritiba, Central, América Dourada, Morro do Chapéu, João Dourado, Baixa Grande, Ipirá, Feira de Santana, Barreiras, Mansidão, Luís Eduardo Magalhães, Formosa do Rio Preto, Riachão das Neves, São Desidério, Bom Jesus da Lapa e Ibotirama.

O investimento engloba outras obras de melhorias na BA-160, integrante do Sistema Viário BA-052, como restauração de 28 quilômetros, implantação de baias de emergência e pontos de parada de ônibus, melhoria da geometria da rodovia e melhoria de acessos locais. As intervenções geraram cerca de 350 empregos diretos e 50 indiretos, e são fruto da Parceria Público-Privada (PPP) entre a Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra) e a Concessionária Estrada do Feijão (Concef), com a participação da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) como agente fiscalizador.

Encurtando distâncias

“A ponte que liga Barra a Xique-Xique reduzirá o tempo de viagem entre os dois municípios de 30 minutos para, aproximadamente, 2 minutos. O novo equipamento permitirá um transporte com mais rapidez, conforto e segurança entre o Oeste baiano e outras regiões do estado, contribuindo para a atração de negócios em diferentes setores como no agronegócio, no turismo e na produção de energia a partir de fontes renováveis. Um importante instrumento para a geração de emprego e renda na Bahia”, explicou o titular da Seinfra, Marcus Cavalcanti

A ponte de 1 quilômetro vai reduzir de forma considerável o tempo de deslocamento terrestre entre cidades de diferentes regiões do estado. Um exemplo é a viagem, hoje, de Barra a Juazeiro, situada no norte baiano. O roteiro, passando por Ibotirama, soma 877 quilômetros e dura 13 horas. Com a ponte, saindo de Barra e indo por Xique-Xique em direção a Juazeiro, o trajeto será reduzido em 250 quilômetros, que equivale à redução de 3h30 no tempo de viagem.

Outras obras

Nos últimos 15 anos, o Governo do Estado investiu na construção e recuperação de uma série de pontes e passarelas que têm ajudado a interligar de forma mais rápida e segura diferentes cidades e facilitado a vida de seus habitantes. Entre essas se destacam a Ilhéus-Pontal (2020); ponte sobre o Rio Baetantã, em São Roque do Paraguaçu (2019); ponte sobre o Rio Itapicuru Mirim, na BA-381, entre Itiúba e Filadélfia (2018); ponte sobre o Rio Pratigi, em Ipirá (2017) e a ponte sobre o Rio de Ondas, em Barreiras (2013). Em 2010, foi construída a passarela Luiz Felipe de Souza Leão, que liga São Félix do Caribe e Santa Maria da Vitória.

Prepare-se: já está no ar o novo APP de namoro.

02/12/2021

Cadetes de 1977 e hoje generais dão fôlego a Bolsonaro - Jornal O Globo

José Simão, sempre muito inspirado, noticia no “Buemba, buemba” da Band, hoje pela manhã, que já está no ar um novo aplicativo de namoro, especial para bolsominions. Trata-se do “ARISTINDER”.

Minha Nossa Senhora da Bicicletinha! Que escândalo! Por trás de todo homofóbico, sempre tem um aristides.

PIB brasileiro negativo no terceiro semestre. País entra em recessão.

02/12/2021

Grupo com atuação no tráfico internacional de cocaína é alvo da PF.

02/12/2021

Operação Manifest

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (2) a Operação Manifest, para combater uma organização criminosa com atuação no tráfico internacional de cocaína através da rota Bolívia-Paraguai-Brasil, com uso de aviões.

Segundo a PF, a organização é formada por empresários do setor de aviação agrícola, advogados, pilotos e indivíduos ligados a uma facção criminosa de atuação nacional.

“As investigações iniciaram em dezembro de 2020 a partir de um acidente aéreo ocorrido no município gaúcho de Muitos Capões. Na oportunidade, o avião utilizado para transportar a droga sofreu avarias no momento do pouso e permaneceu escondido, em meio à plantação, por cerca de uma semana”, diz a PF.

Cerca de 150 policiais federais cumprem, desde o início da manhã de hoje, 15 mandados de prisão preventiva e 30 de busca e apreensão. Também estão sendo executadas ordens judiciais para bloqueio de imóveis e contas bancárias, sequestro e apreensão de dez aeronaves e outros veículos, além de bens que estiverem em poder do grupo.

As ações ocorrem nos estados do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná, de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Roraima e no Distrito Federal.

Da Agência Brasil

São Paulo e outras 13 capitais já cancelaram festas públicas de reveillon.

02/12/2021

Fortaleza, no Ceará, foi a primeira a cancelar a virada do ano. Recife, Salvador, São Luís, Belém, Aracaju, João Pessoa, Campo Grande, Palmas e Florianópolis tomaram a mesma decisão. 

Réveillon na Avenida Paulista

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, informou nesta quinta-feira (2) que a tradicional festa de réveillon realizada na Avenida Paulista será cancelada. “O que pesou muito foi a questão da nova variante Ômicron”, disse. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa em Nova York.

A cidade de São Paulo decidiu também pela continuidade da obrigatoriedade do uso de máscaras em ambiente aberto. Segundo o prefeito, um estudo realizado pela Vigilância Sanitária municipal analisou os efeitos da chegada da nova variante na cidade e estabeleceu que o momento atual é de cautela.

O governo do estado de São Paulo optou pela mesma decisão em relação às máscaras.

Com relação ao carnaval, o prefeito disse que haverá tempo para a melhor tomada de decisão.

Será inaugurada, em Barreiras, a primeira Clínica de Oncologia do Oeste da Bahia.

02/12/2021

A rede de atendimento à saúde, em Barreiras, ganhará um importante reforço. Nascido da união entre o CDI e AMO, o novo serviço é o único habilitado pela vigilância sanitária para realizar quimioterapia e já chega com a tradição de quem emprega qualidade de assistência, excelência médica e acolhimento no dia a dia.

A AMO é certificada pela ASCO®️ (Sociedade Americana de Oncologia Clínica) através do QOPI®️ Certification Program, que visa promover os mais elevados padrões de cuidado e segurança nas instituições dedicadas ao tratamento e cura do câncer ao redor do mundo.

Isto significa que a AMO faz parte de um seleto grupo de instituições de padrão internacional, sendo o 2º serviço no Brasil e o 6º no mundo, fora dos EUA, a alcançar este patamar de reconhecimento.
Além do QOPI, a AMO já é certificada em nível de excelência (nível III) pela ONA – Organização Nacional de Acreditação.

Com sede em Salvador, a AMO é uma rede clínica referência em oncologia e especialidades relacionadas. Presente em todo estado da Bahia, além de Aracaju e Natal, disponibiliza um corpo clínico com mais de 600 médicos para cuidar do paciente desde a prevenção até o tratamento especializado.

Já o CDI possui raízes em Barreiras. Sempre aliando tecnologia de ponta, atendimento altamente qualificado e estrutura diferenciada, é referência em diagnóstico por imagem na região. Qualidade de assistência, excelência médica e acolhimento são atributos que unem as histórias da CDI e AMO.

Nossa missão é a de oferecer à população um serviço completo, integrado e multidisciplinar aos pacientes com câncer ao longo de toda linha de cuidado, desde a prevenção, passando pelo diagnóstico à quimioterapia, com padrões de qualidade e segurança em nível internacional.

A inauguração acontecerá no dia 7 de dezembro, terça, a partir das 08 horas na Rua 19 de Maio, nº 187, Centro – Barreiras/Ba.

Marabá, vendendo barato o ano inteiro.

02/12/2021

Petrobrás entrega segunda maior refinaria do Brasil a fundo dos Emirados Árabes.

01/12/2021

Refinaria Landulpho Alves (RLAM)

Do Brasil247.

A Petrobrás concluiu a venda da Refinaria Landulpho Alves (Rlam), na Bahia, para o fundo de investimentos dos Emirados Árabes, Mubadala Capital. A refinaria, que é a segunda maior do Brasil cim capacidade de processar 333 mil barris de petróleo por dia, estava avaliada entre US$ 3 bilhões e US$ 4 bilhões, mas foi entregue pela Petrobrás por US$ 1,8 bilhão.

A Acelen, empresa criada pelo Mubadala Capital para a operação, assumirá a partir de 1º de dezembro a gestão da Rlam, que passa a se chamar Refinaria de Mataripe.

Localizada no município baiano de São Francisco do Conde, a refinaria representa 14% da capacidade total de processamento de petróleo do país. Seus ativos incluem quatro terminais de armazenamento e um conjunto de oleodutos que interligam a refinaria e os terminais totalizando 669 km de extensão.

Petroleiros fazem ato contra privatização

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) anunciou que fará um ato de protesto contra a venda da Rlam. Segundo o coordenador-geral da FUP, Deyvid Bacelar, a manifestação acontece nesta sexta-feira (3), às 7h30, na Rlam. “Além de trabalhadores e trabalhadoras da refinaria, haverá representações das centrais sindicais, de outros sindicatos, movimentos sociais e lideranças políticas locais, para dizer não à privatização do sistema Petrobrás como um todo”, disse Bacelar.

O coordenador da FUP disse ainda que a categoria não descarta uma greve nacional. “A greve nacional dos petroleiros, que está sendo organizada pela FUP junto aos sindipetros, será discutida e deliberada em assembleias da categoria, que serão realizadas até o dia 19 de dezembro. Estamos alertando ao Governo Federal que caso Bolsonaro tenha a audácia de entregar um projeto de privatização da Petrobrás ao Congresso Nacional, ele enfrentará a maior greve da história da categoria petroleira. Nós estamos prontos para este enfrentamento, porque não estamos defendendo só os nossos empregos, estamos defendendo a soberania energética, a soberania nacional”, afirmou.

Do Brasil247.

Agora estão explicadas as sequências de viagens ao Oriente Médio. Para entregar 14% do refino brasileiro a estrangeiros por apenas 1,8 bilhão de dólares, significa que todo o refino do País vale apenas 12,8 bilhões. Agora me explica como é que a Petrobras registrou US$5,81 bilhões de lucros em apenas um semestre? Muita gente boa enviou muito dinheiro para paraísos fiscais nessa mutreta em espiral ascendente.

Leão convida para a inauguração da ponte Barra-Xique-Xique

01/12/2021

O vice-governador João Leão está convidando para a inauguração oficial da ponte sobre o Rio São Francisco, denominada Luís Felipe de Souza Leão, mais uma importante ligação entre o Oeste e o Leste da Bahia. O corte da fita inaugural se dará às 9 horas desta sexta-feira, dia 3 de dezembro.

Sesab emite alerta após detecção de quatro casos de Influenza A H3N2.

01/12/2021

Em função da detecção de quatro casos positivos para Influenza A H3N2, a Vigilância Epidemiológica Estadual emitiu, nesta quarta-feira (1º), um alerta epidemiológico para as secretarias municipais de saúde. Os quatro casos confirmados ocorreram em novembro, com início dos sintomas entre 19/11 e 25/11. Todos residem em Salvador, sendo dois do sexo feminino e dois do sexo masculino, com idades de 11, 29, 38 e 54 anos.

O documento orienta as equipes de saúde para a necessidade de intensificação das ações de vigilância dos casos suspeitos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Há recomendação também para a intensificação vacinal nos municípios que dispõem de estoque, com oferta da vacina influenza para os grupos prioritários não vacinados durante a campanha de 2021.

Esse grupo prioritário é composto por crianças entre 6 meses e 6 anos; gestantes e puérperas; pessoas com 60 anos ou mais; povos indígenas e quilombolas; população privada de liberdade; adolescentes sob medidas socioeducativas; pessoas com comorbidades ou deficiência permanente.

Na Bahia, 5.635.200 doses da vacina Influenza foram distribuídas e 4.830.362 foram aplicadas durante a Campanha da Influenza em 2021, atingindo a cobertura média de 69,7%. O estado alcançou as seguintes coberturas vacinais por grupos prioritários: crianças (79,4%), gestantes (77,2%), idoso (66,1%), povos indígenas (78,3%), puérperas (80,8%), trabalhadores de saúde (55,7%). Em 2020, a cobertura média alcançou 93,55% do público alvo.

Bahia Farm Show 2022 será lançada com transmissão pela TV e nas redes sociais.

01/12/2021

Após ser adiada por dois anos consecutivos, por conta da pandemia, a próxima edição da Bahia Farm Show será lançada em um encontro marcado para 02 de dezembro, na cidade de Luís Eduardo Magalhães. Na ocasião, representantes da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), vão receber a imprensa, parceiros e convidados, para abordar a estrutura e a programação da feira, que será realizada entre 31 de maio e 04 de junho de 2022.

“Uma região com a força econômica do Oeste baiano precisa ter, de volta, sua vitrine, para mostrar o que estamos produzindo, as oportunidades que esta terra oferece aos investidores e permitir que os produtores tenham acesso mais rápido às novas tecnologias em máquinas, implementos e insumos”, disse o presidente da Aiba e da Bahia Farm Show, Odacil Ranzi.

O evento de lançamento, cujo cenário será montado no pavilhão do restaurante do parque da Bahia Farm Show, será transmitido pelo Canal Rural, pelas redes sociais da emissora e da Aiba, com apresentação da jornalista Pryscila Paiva. Diferente dos anos anteriores, desta vez o evento terá cunho informativo, com a exibição de vídeos sobre a feira e o potencial de negócios da região. O público poderá acompanhar, ainda, um bate-papo com o especialista em tecnologias e inovações no agronegócio, Daniel Azevedo.