Skip to content

ENQUETES DE O EXPRESSO

27/04/2017

                        

 *Apenas um voto por IP.

 * Esta enquete se encerra no dia 30/04

25/04/2017

728x90_R12_central (2)

291535

Me engana que eu gosto: vereadores inventam curso pra fazer turismo!

28/04/2017

Quer dizer que não foi turismo em Maceió? Quer dizer que não teve patinha de caranguejo e cervejinha gelada? Quer dizer que o contribuinte não está pagando a farra do cursinho à beira-mar? Ora, senhores vereadores, me enganem que eu gosto.

Leia a prosódia, a resenha, a obra de ficção no Destak Notícias.

E o Retran, Oziel, vai continuar fechado como hoje?

28/04/2017

O contribuinte não está gostando dessa queda de braço do Prefeito com o deputado Eduardo Salles, que levou à paralisação do RETRAN em Luís Eduardo Magalhães.

Hoje o Retran amanheceu fechado. Quem tinha a vistoria do seu veículo vencendo hoje, vai ter que pagar outra. Quem tem o Documento Único de Transferência (DUT) vencendo hoje vai pagar multa de R$127,00 e recebe 5 pontos na CNH.

Quem tem prova de legislação marcada, vai perder.

E quem estava esperando a CNH para viajar? Também vai adiar para terça-feira próxima.

Ontem, durante o lançamento da Bahia Farm Show para a imprensa, o Prefeito falou longamente sobre a melhoria dos índices de segurança de Luís Eduardo Magalhães. Isto é: embarcou nos esforços da Polícia Civil e da Polícia Militar para diminuir os índices de homicídio e de assaltos na cidade.

Prefeito: Segurança é atribuição do Estado. Atribuição municipal é manutenção da Infraestrutura, da Educação e da Saúde.

A greve pelo País: ruas e estradas bloqueadas e manifestantes protestando

28/04/2017

Em Barreiras, servidores públicos municipais fazem concentração para se manifestar. Abaixo, estradas fechadas.

No Rio de Janeiro, as informações são de que a ponte Rio-Niterói foi bloqueada. Mais de 150 manifestantes do Movimento dos trabalhadores Sem-Teto (MTST) e da Frente Povo Sem Medo bloqueiam agora o acesso nos dois sentidos e prometem não deixar o local durante o dia.

A RJ-104, em São Gonçalo, também está fechada. Manifestantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) bloquearam o terminal Alvorada, na Barra da Tijuca. Cerca de 200 manifestantes interrompem a Linha Vermelha, próximo a Ilha do Governador.

Em Fortaleza, no Ceará, o presidente do Sindicato dos Bancários, assim como alguns manifestantes, foram alvo de ação do Batalhão de Choque (Cotam), enquanto tentavam barrar a saída dos ônibus na garagem da empresa Dragão do Mar. Outra grande companhia de transporte coletivo, a Vegas, está fechada. 

As principais vias de acesso à Vitória, capital do Espírito Santo, foram fechadas. Em Belo Horizonte, a garagem Mineirão, no bairro de Barreiro, foi fechada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários.

No Norte de Minas Gerais, a Frente Brasil Popular e movimentos sindicais bloquearam uma das principais avenidas que dá acesso ao Distrito Industrial de Montes Claros. A rodovia que interliga os municípios de Coronel Fabriciano e Timóteo, o chamado Vale do Aço, foi fechada por manifestantes.

Em Porto Alegre, os rodoviários aderiram à paralisação nacional e nenhum ônibus irá para a nesta sexta. As informações são de que oito garagens foram bloqueadas. O metrô também está completamente parado. Em Cachoeirinha, no Rio Grande do Sul, a fábrica Transcal foi fechada. A empresa faz o transporte de trabalhadores para a capital. As manifestações também tomam as redes sociais. A hasthag #BrasilEmGreve é o assunto mias comentado do Twitter.

Marabá, vendendo mais barato o ano inteiro

28/04/2017

São Paulo: na maior cidade do País, o caos instalado pela greve geral

28/04/2017

Manifestantes bloquearam a Rodovia Hélio Schmidt, que dá acesso ao Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos, em Cumbica, na madrugada desta sexta-feira (28). A rodovia foi liberada pela Polícia Militar, que entrou em conflito por integrantes de organizações como Povo Sem Medo, Sem-teto e aeroviários.

O trânsito em toda a Avenida 9 de julho está comprometido. Há manifestantes em trechos da via. Em imagens divulgadas nas redes sociais, é possível ver muita fumaça.

O Terminal João Dias, no Centro de São Paulo, está fechado. Apesar de nenhuma empresa de ônibus ter coletivos nas ruas, a assessoria SPTrans informou que os terminais estão abertos. Nenhuma empresa de ônibus circula.

Todas as linhas do metrô na capital também estão bloqueadas, exceto a 4-Amarela, que é administrada pela empresa Via4. O mesmo ocorre com os trens da CPTM. Segundo a assessoria, todas as linhas estão paradas.

No ABC Paulista, a Avenida do Estado também está bloqueada no sentido São Paulo, nas proximidades do Carrefour. Manifestantes também tomaram a rodovia SP-59, principal ponte de ligação entre as avenidas Anchieta e a Imigrantes, no KM-1, em Cubatão.

Porta de entrada de Santos, a Avenida Martins Fontes foi bloqueada. Em Campinas, após assembleia, funcionários da garagem da Unicamp decidiram aderir à greve e não sair com a frota de ônibus nesta sexta-feira.

Barreiras: sindicato cobra medidas de segurança e melhores condições de trabalho nas unidades de saúde

27/04/2017

Caso de agressão e ameaças a servidoras assustou os dirigentes classistas

O Sindsemb oficiou a Prefeitura de Barreiras ontem, 26, cobrando mais segurança aos profissionais de saúde de Barreiras que trabalham nas unidades de saúde, após duas servidoras serem ameaçadas e agredidas durante o expediente.

A presidente Carmélia da Mata, encaminhou os documentos ao governo municipal com cópia do Boletim de Ocorrência Grave registrado por uma servidora lotada no Posto de Saúde Herculano Farias, que foi surpreendida com um soco na face, após informar que a paciente deveria aguardar o atendimento. Outro boletim, foi registrado por uma servidora do Posto de Saúde Jayme Lima, que sofreu agressão verbal sendo protegida por colegas de trabalho.

“Estamos mais uma vez solicitando que medidas de segurança sejam reforçadas nas unidades de saúde. Precisamos de uma ação urgente, não podemos expor os servidores a agressões verbais e físicas, temos que zelar pela qualidade e integridade física desses colaboradores municipais”, enfatizou Carmélia.

Em oficio, o Sindsemb  solicitou urgência de vigilância nessas unidades. Informou ainda que diariamente recebe denúncias e reclamações de outras unidades de saúde e escolas, que ainda não estão com equipes de segurança patrimonial.

Acordos individuais sobre áreas da Coaceral são assinados em Formosa do R. Preto

27/04/2017

Os produtores da Aprochama e região da Coaceral estão assinando, na sede da Câmara Municipal de Formosa do Rio Preto, os acordos com os representantes legais de José Valter Dias, sobre a posse e escritura definitiva de uma área de 320 mil hectares. Alguns produtores que tinham feito acordo em separado, também assinam agora os documentos necessários.

Aconteceram casos em que foi feito um acordo por um preço menor do que os 23 sacos por hectare ajustados na Assembleia Legislativa. O prazo de pagamento gira em torno de 10 anos, o que significa que os produtores pagarão cerca de 2,3 sacas de soja por ano.