Pular para o conteúdo

18/01/2020

 

uniasselvi

 

Lima Duarte ironiza: agora temos Sinhozinho Malta na Presidência e Viúva Porcina na Cultura.

20/01/2020

O ator Lima Duarte, 89, diz que a provável ida da atriz Regina Duarte à secretaria da Cultura é “perfeito para o Brasil de hoje: Sinhozinho Malta na Presidência e Viúva Porcina na Cultura”.

“Claro que é um Sinhozinho Malta, modéstia à parte, sem o charme do próprio. Bolsonaro e charme são duas coisas incompatíveis”, afirma o ator, comparando o seu personagem na novela “Roque Santeiro” (1985) ao atual presidente da República.

“Sem o charme, mas com todo o resto das características do personagem, um coronel da cidade fictícia de Asa Branca.”

Na coluna da Mônica Bergamo, na Folha.

A Viúva Porcina já cometeu uma gafe hoje: ao comemorar o aniversário do Rio de Janeiro e seu patrono, São Sebastião, publicou uma foto de Santo Expedito. Aliás, um ato falho, pois o Governo ao qual ela serve só tem mesmo causas impossíveis.

Nota da Redação: 

É claro que ao comparar a figura ficcional do Coronel Malta com o nosso Soberano, Lima Duarte estava se referindo à canastrice, às atitudes atrabiliárias, aos gestos boçais, nunca ao fato de que seu personagem era o traído na novela por Roque Santeiro e Porcina.

Dois motoristas colidem seus carros e morrem. Um deles dirigia despido e trazia uma garrafa de vinho, ainda intacta.

20/01/2020

Uma colisão frontal entre dois veículos deixou duas pessoas mortas e outras três feridas na noite deste domingo, 19, na rodovia BR-418, Nova Viçosa (distante 698 km de Salvador). Segundo informações do site Teixeira Hoje, as vítimas fatais foram os motoristas dos carros, identificados como Bernardo Cardoso Krygman, 54, e José Vilton de Avelar Araújo, 40.

De acordo com a publicação, um fato que chamou a atenção da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi que um dos mortos, José Vilton, estava completamente despido no interior do veículo. Uma garrafa intacta de vinho foi encontrada em uma bolsa no interior do carro.

Com Bernardo viajavam ainda Josimar Alves Caetano, de 30 anos, que ficou levemente ferido, Ereny Alves Rezende, 43, e Maria Virgulina Alves de Araújo, 79 anos, que teriam sofrido lesões graves.

A Polícia Civil de Nova Viçosa investiga o acidente. O estado de saúde dos feridos não foi divulgado.

Novas placas de veículos serão obrigatórias a partir de 31 de janeiro

20/01/2020

Foto de Marcello Casal – Agência Brasil

Padrão Mercosul será necessário para novos emplacamentos e casos de transferência interestadual e também de perda e extravio.

Após sucessivos adiamentos, começa a valer a partir do dia 31 de janeiro a obrigatoriedade de uso da placa do Mercosul em todos os estados do país. O prazo atende ao estipulado na Resolução nº 780/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de julho do ano passado, que determina que as unidades federativas do país devem utilizar o novo padrão de Placas de Identificação Veicular (PIV).

Desde a decisão pela adoção da placa do Mercosul, a implantação do registro foi adiada seis vezes. A adoção do sistema de placas do Mercosul foi anunciada em 2014 e, inicialmente, deveria ter entrado em vigor em janeiro de 2016. Em razão de disputas judiciais a implantação foi adiada para 2017 e depois, adiada mais uma vez para que os órgãos estaduais de trânsito pudessem se adaptar ao novo modelo e credenciar as fabricantes das placas.

As novas placas já são utilizadas na Argentina e no Uruguai. A previsão é que em breve comecem a valer também no Paraguai e na Venezuela.

Dos 26 Estados brasileiros, já aderiram à nova PIV Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Rondônia.

Nova placa

A nova placa será obrigatória apenas nos casos de primeiro emplacamento e, para quem tiver a placa antiga, no caso de mudança de município ou unidade federativa; roubo, furto, dano ou extravio da placa, e nos casos em que haja necessidade de instalação da segunda placa traseira.

A nova placa apresenta o padrão com 4 letras e 3 números, o inverso do modelo atualmente adotado no país com 3 letras e 4 números. Também muda a cor de fundo que passará a ser totalmente branca. A mudança também vai ocorrer na cor da fonte para diferenciar o tipo de veículo: preta para veículos de passeio, vermelha para veículos comerciais, azul para carros oficiais, verde para veículos em teste, dourado para os automóveis diplomáticos e prateado para os veículos de colecionadores.

Nova placa de veículos

Todas as placas deverão ter ainda um código de barras dinâmico do tipo Quick Response Code (QR Code) contendo números de série e acesso às informações do banco de dados do fabricante e estampador da placa. O objetivo é controlar a produção, logística, estampagem e instalação das placas nos respectivos veículos, além da verificação de autenticidade.

Da Agência Brasil.

Eleitor do LEM já perdeu 941 vagas para recadastramento eleitoral só em janeiro

20/01/2020

Há poucos dias do prazo final de recadastramento biométrico dos eleitores de Luís Eduardo Magalhães, 941 vagas de agendamento, das 2.850 possíveis, já foram perdidas.  Ainda restam 1.319 vagas nestes últimos 10 dias de janeiro. Do começo do ano até agora, apenas 590 foram registrados.

O recadastramento eleitoral em Luís Eduardo se encerra no dia 18 de fevereiro. Cerca de 7 mil eleitores ainda não fizeram o recadastramento biométrico e teremos apenas 21 dias úteis até o encerramento do prazo legal.

O Vampiro de Veneza: The Intercept abre a ligação espúria de Mainardi com Dallagnol.

20/01/2020

O Intercept pegou Diogo Mainardi, o homem-mosca, que prestava serviços (agora comprovados) para a Lava-Jato.
O homem-mosca não só orientava e era orientado por Deltan Dallagnol, como suspendia a publicação de informações contra amigos da Lava-Jato e poderosos.

A troca de mensagens vazadas hoje só reafirma o que todo mundo sabia, que o homem-mosca trabalhava para a turma de Curitiba. Era um mandalete da força-tarefa para plantar notícias.

Mainardi foi usado até mesmo na briga política (e o que mais?) para escolha do presidente do Banco do Brasil.

A Globo, que mantém Mainardi em Veneza como laranja, para atacar Lula e o PT, dirá alguma coisa sobre o serviçal de Dallagnol e Sergio Moro?

Lucas Mendes, que já foi um dia um grande repórter da Globo, continuará convivendo com o sujeito que participou e talvez ainda participe do esquema lavajatista?

Clique aqui para ver a reportagem do Intercept

“Merdocracia neoliberal neofascista”, diz juiz ao criticar governo Bolsonaro em sentença.

20/01/2020

O juiz fez críticas a figuras do governo como Bolsonaro, Paulo Guedes, Damares, Weintraub e Moro e reprovou normas recentes no âmbito do trabalho.

“Merdocracia neoliberal neofascista (…) merdocracia vem a sintetizar o poder que se atribui aos seres humanos que fazem merdas e/ou perpetuam as merdas feitas”.

Com estas palavras, o juiz do Trabalho Jeronimo Azambuja Franco Neto, da 18ª vara de SP, classificou o atual momento do Brasil. Na sentença trabalhista, o magistrado fez críticas a figuras do governo como Bolsonaro, Paulo Guedes, Damares, Weintraub e Moro e reprovou normas recentes no âmbito do trabalho.

t

Caso

O litígio envolvia uma mulher e a Desenvolve DP – Agência de Fomento do Estado de SP. A trabalhadora alegou que era estagiária, mas que não recebia os valores previstos nas normas coletivas da categoria dos bancários para os estagiários. Na ação, a mulher pleiteou verbas como diferenças de bolsa auxílio e compensação.

Decisão

O magistrado afirmou que sua sentença não é voltada “ao mercado nem ao lucro, os quais já têm seus bilionários, sabujos e asseclas de estimação. O lugar de fala da presente decisão é o trabalho humano digno voltado à igualdade e aos direitos humanos fundamentais”, disse.

Antes de proferir a decisão referente aos pedidos da trabalhadora, o magistrado abriu um tópico intitulado “Merdocracia neoliberal neofascista”, no qual explicita sua opinião do momento atual do país. No texto, ele critica Weintraub, Damares, Moro, Paulo Guedes, Bolsonaro e Dallagnol.

“O ser humano Weintraub no cargo de Ministro da Educação escreve “imprecionante”. O ser humano Moro no cargo de Ministro da Justiça foi chamado de “juizeco fascista” e abominável pela neta do coronel Alexandrino. O ser humano Guedes no cargo de Ministro da Economia ameaça com AI-5 (perseguição, desaparecimentos, torturas, assassinatos) e disse que “gostaria de vender tudo”. O ser humano Damares no cargo de Ministro da Família defende “abstinência sexual como política pública”. O ser humano Bolsonaro no cargo de Presidente da República é acusado de “incitação ao genocídio indígena” no Tribunal Penal Internacional.”

No texto, o juiz explica o que quer dizer o termo “merdocracia”.

“Em suma, merdocracia vem a sintetizar o poder que se atribui aos seres humanos que fazem merdas e/ou perpetuam as merdas feitas. E tudo isso em nome de uma pauta que se convencionou chamar neoliberal, ou seja, libertinar a economia para que as merdas sejam feitas. Mas há a merda fundamental por trás dessa pauta. A existência do Estado nos marcos da Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948) e da Constituição do Brasil (1988) é voltada à promoção da igualdade e dos direitos humanos fundamentais, elementos de inteligência odiados pela ignorância merdocrata.”

O juiz classifica o impeachment de Dilma Roussef como “golpe” e diz que após o episódio o país passou à 2ª posição de país mais desigual do mundo: “Portanto, a pauta neoliberal nada mais é do que a perpetuação das pulsões escravistas tão preponderantes em países como Brasil e EUA. Neoliberalismo e escravismo acabam sendo coisas que se retroalimentam”.

No aspecto do trabalho, o magistrado critica a reforma trabalhista, a lei de liberdade econômica e medidas provisórias de Bolsonaro: “são também exemplos da proliferação neofascista a cadavérica Reforma Trabalhista (verdadeira deformação precarizante do trabalho humano digno), a tal Lei da Liberdade Econômica (um despautério que se pretende acima da Constituição do Brasil) ou a destruição da Seguridade Social enquanto trilhões dos tributos regressivos são destinados a bilionários do mercado financeiro rentista (como denuncia a Auditoria Cidadã da Dívida)”, disse.

“A merdocracia neoliberal neofascista está aí para quem quiser ou puder ver. A ela esta decisão não serve, pelo contrário, visa a contribuir para sua derrocada. Conquanto dever ético de qualquer um, jurei cumprir a Constituição do Brasil, muito conectada à Declaração Universal dos Direitos Humanos.”

Assim, o magistrado deferiu em parte os pedidos da autora, condenando a instituição ao pagamento de diferenças de bolsa auxílio, inclusive quanto ao período de descanso anual remunerado. Também concedeu assistência jurídica integral e gratuita à autora.

O advogado Roberto Montanari Custódio atuou pela trabalhadora.

PRF interrompe passeio elegante de motorista de Mercedes clonada

20/01/2020

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, na noite deste sábado (18), um homem que dirigia uma Mercedes com restrição de roubo. A abordagem aconteceu na BR-324, onde os dois ocupantes do veículo de luxo foram interceptados pelos agentes.

O carro estava com placa clonada e elementos de identificação adulterados. O motorista afirmou à polícia que desconhecia a origem ilícita do veículo e disse tê-lo comprado por R$ 75 mil, em Feira de Santana.

Após a ação, condutor e passageiro foram encaminhados à Delegacia de Polícia Judiciária local e o carro será devolvido ao proprietário.