Skip to content

29/03/2017

aprochama

75338

gif-top-park

09_mar_Buriti_irece_POST_ecosport_COM PREÇO

09_mar_Buriti_irece_POST_ka_COM PREÇO

09_mar_Buriti_irece_POST_RANGER_COM PREÇO

marabá 29

Formosa realiza manifestação pela preservação do Rio Preto

29/03/2017

A prefeitura de Formosa do Rio Preto realizou na manhã desta terça-feira (28/03) uma caminhada de conscientização em alusão ao Dia Mundial da Água (comemorado no dia 22 de março), com a participação das escolas das redes municipal, estadual e particular. O evento contou com apresentações dos alunos às margens do Rio Preto refletindo sobre o uso racional da água e a preservação do Rio Preto. “O novo modelo de gestão do município inclui o respeito ao nosso patrimônio natural e à população”, disse o prefeito Dr. Termosires Neto, agradecendo o empenho e comprometimento de toda a equipe organizadora, das escolas e estudantes.

“Que sempre tenhamos a oportunidade de ter água, amá-la, partilhá-la e preservá-la com respeito e responsabilidade”, disse a aluna Ana Luiza, de apenas nove anos, em um trecho da “Oração das Águas”, emocionando as pessoas e reforçando o significado de projetos de educação ambiental tanto para os alunos quanto para o público.

A I Caminhada pelo Dia Mundial da Água foi organizado pela Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos em parceria com as secretarias de Educação e de Cultura, Esporte e Turismo.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Leanderson Barreto, a pasta fará ações sistemáticas de educação ambiental, seguindo a proposta do novo governo de fazer as adequações necessárias em todas as áreas do município, organizando e melhorando a prestação de serviços.

Boa safra traz otimismo aos organizadores da Bahia Farm Show 2017

29/03/2017

Os resultados positivos das lavouras incentivam os agricultores a buscarem, na Feira, ferramentas capazes de otimizar a produção agrícola

Se no ano passado, em um cenário totalmente desfavorável, quando os produtores da região amargaram uma das maiores quebras de safra da história, a Bahia Farm Show fechou R$ 1,014 bi em volume de negócios, este ano, que é promissor para as lavouras, deve ser sinônimo de sucesso também para a Feira. É que os organizadores fazem uma correlação entre os resultados obtidos no campo e o volume de compra e venda do evento.

Até agora, os números prévios de que a região do Matopiba irá colher uma boa safra só reforçam e dão mais energia aos organizadores e expositores da 13ª Bahia Farm Show, que será realizado de 30 de maio a 03 de junho, no município baiano de Luís Eduardo Magalhães. A divulgação do novo levantamento para a safra 2016/2017 aponta que culturas como a soja, carro chefe da região, deverá manter a produtividade média de 56 sacas por hectare, porém pode atingir altas médias em muitas áreas, chegando a patamares de 70 sacas por hectare, ou mais.

Já nas lavouras de algodão, caso ocorram chuvas em abril, a produtividade deve superar a marca projetada de 270 arrobas por hectare. A soja é responsável por cobrir 1,5 milhão de hectares do oeste, que, junto ao algodão, milho e café, totalizam uma área de 2,3 milhões de hectares, com projeção de colheita de 7,7 milhões de toneladas.

“Esses números divulgados pelo departamento técnico da Aiba (Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia) trazem, do ponto de vista de produtividade, um novo ânimo aos produtores em relação à participação da feira”, diz o agricultor e vice-presidente da Bahia Farm, Luiz Pradella.

Ele acrescenta que mesmo não se tratando de uma super safra, mas de uma colheita boa, já é suficiente para que um maior número de produtores visite, participe e consuma os produtos oferecidos. “A região volta a ter um clima mais estável e animador, todos ganham”, finaliza.

O secretário de agricultura da Bahia, Vitor Bonfim, destaca que uma safra promissora no oeste é determinante para que a economia de todo o Estado seja impulsionada e a feira tenha o êxito esperado.

Além do crescimento da safra do oeste em mais de 40% em relação a 2015/2016, ele antecipa que projeções oficiais apontam ainda um recorde na produção brasileira de grãos, podendo alcançar 219,1 milhões de toneladas, um crescimento da ordem de 17,4%, se comparada ao ano passado.

Bonfim chama atenção a um detalhe fundamental para que os números do agronegócio possam movimentar ainda mais a economia, e consequentemente, se consolidem melhores resultados da Bahia Farm.

“Além da confirmação destas boas perspectivas, é preciso sensibilidade por parte do governo federal, em especial no que diz respeito à redução significativa dos juros para agropecuária ao patamar de 2,5%, o alongamento dos débitos existentes de custeio e investimentos para a região nordeste, pois estamos enfrentando o sexto ano consecutivo de seca”, diz.

A Bahia Farm Show é organizada pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), com o apoio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Fundação Bahia, Associação dos Revendedores de Máquinas e Equipamentos Agrícolas do Oeste da Bahia Ltda. (Assomiba) e Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães.

Grave acidente em ônibus escolar em Luís Eduardo Magalhães

29/03/2017

A TV Oeste veiculou, hoje, matéria jornalística com um grave acidente acontecido num ônibus escolar do Município. Um menino de 11 anos pulou a janela e foi atropelado pelo próprio veículo. Felizmente o menino teve apenas fratura nas pernas.

Conselho e água fresca não se nega a ninguém: se as crianças estão viajando sem monitoramento de pessoal responsável, é bom que se providencie logo. E que o ônibus só se movimente quando todos tiverem com os cintos afivelados. As autoridades do Município certamente não desejam um mártir para depois tomar as providências. Imagens da TV Oeste.

Carlos Koch lamenta distorções salariais do Governo Oziel

29/03/2017

Retirada de gratificação dos servidores fiscais é questionada pelo vereador

Com a presença de servidores fiscais no plenário da Câmara de Vereadores, durante a sessão desta terça-feira, 29, boa parte da fala dos edis fizeram menção à categoria. Em certo momento, o vereador Carlos Koch (PSC), chegou a questionar a moralidade do recebimento de salários de funcionários comissionados da Prefeitura, acima de R$ 30 mil reais, enquanto a gratificação por produtividade, a Geprod foi cortada dos servidores fiscais.

“A questão do recebimento dos funcionários públicos é um direitos deles. Eu só não quero que um seja remunerado e o outro não. Se a pessoa lá tem um cargo e tem direito a uma função gratificada ou uma FEC [funções executivas de confiança], ele recebe.

O que eu não concordo é a retirada de um direito que é do servidor concursado. A partir do momento em que se restabelecer essa questão do funcionário concursado, (a Geprod, o problema dos fiscais) a questão da FEC eu vou cobrar de outra maneira, não pelo valor salarial, mas sim pela efetivação do trabalho deles.

Hoje a minha comparação é em relação ao salário, não pela ilegalidade, mas em comparação a imoralidade de retirar de alguns e outros terem esse benefício de outra maneira, mas acaba sendo pecuniária, então eles têm o benefício”, explicou.

Já o presidente da Casa, Reinildo Nery (PSDC) foi mais diplomático e disse que já pediu ao jurídico da Câmara de Vereadores para analisar o processo e ver quem realmente tem razão.

“Existe uma indagação entre eles e o Executivo, quando eles dizem que existem algumas questões que foram tiradas dos servidores. Existe uma situação em que o juiz deu alguns pareceres e o jurídico do Executivo analisa de uma forma e o dos servidores analisa de outra. Então para que a gente possa resolver isso eu pedi que o nosso jurídico da Câmara analise o parecer e nos diga quem realmente tem razão: os servidores ou o Executivo e quem tiver razão vai ter um resultado positivo no final de toda essa história”, completou.  

TCM

Juntamente com o vereador Filipe Fernandes (DEM), Koch foi até o Tribunal de Contas dos Municípios, conhecer uma nova ferramenta, que permite o acesso aos dados sem a necessidade de ir até o Tribunal, o que gera economia para a Câmara de Vereadores, tanto em gasolina, quanto em diárias.  

“O TCM tem hoje um sistema que não preciso mais ir lá olhar livros, ele nos concedeu a senha, então hoje mesmo na sessão eu acessei o site do TCM analisando a questão, então nós fomos lá para justamente começar a utilizar essa ferramenta que é função do vereador. Inclusive vamos marcar uma reunião com os servidores que trabalham conosco irem pra lá também e terem acesso a essa ferramenta e quando nós não estivermos com a possibilidade de logar e olhar diariamente, eles vão fazer pra gente e trazer informações”, contou.

Fonte:Reportagem: Raquel Santana/ Blog Douglas Batista

Polícia Federal faz limpa no Tribunal de Contas do Estado do Rio

29/03/2017

A operação ‘O Quinto do Ouro’, deflagrada pela Polícia Federal nesta quarta-feira (29), cumpre ao todo 43 mandados: a maioria deles na cidade do Rio de Janeiro, mas também em Duque de Caxias e São João do Meriti.

Quase 150 policiais participam da ação, que tem como alvos cinco dos sete conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Rio (TCE-RJ), que serão presos preventivamente, e do presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Jorge Picciani (condução coercitiva).

A operação foi determinada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), com base nos depoimentos do ex-presidente do TCE, Jonas Lopes de Carvalho Filho, e a de seu filho, o advogado Jonas Lopes de Carvalho Neto.

Os conselheiros são acusados de receber 1% de contratos e vantagens indevidas para se omitirem em casos de corrupção envolvendo empresas de transporte e empreiteiras.

“Os alvos da Operação O Quinto do Ouro são investigados por fazerem parte de um esquema de pagamentos de vantagens indevidas que pode ter regularmente desviado valores de contratos com órgãos  públicos  para agentes do Estado, em especial membros do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro  e  da  Assembleia  Legislativa  do  Estado.  

As informações que embasaram a decisão do Superior Tribunal de Justiça tiveram origem numa colaboração premiada realizada entre dois investigados e a Procuradoria Geral da República”, afirma a PF.

O nome da operação é uma referência à figura histórica do “Quinto da Coroa”, um imposto correspondente a 20% que a Coroa Portuguesa cobrava dos mineradores de Ouro no período do Brasil Colônia.

Uma das mais conhecidas formas de recolhimento ocorria mediante a obtenção de “certificados de recolhimento” pelas casas de fundição. Apesar do rigor na criação de uma estrutura administrativa e fiscal, visando sobretudo à cobrança dos quintos, o imposto era desviado.

Afonso Sardinha, o moço, em seu documento (1604) declarou que guardava o ouro em pó em vasos de barro. Outro uso comum era o de imagens sacras ocas para esconder o ouro (daí a expressão “santo do pau oco”).  

Conselho de saúde para estes dias difíceis

29/03/2017

Um policial mata 82 mulheres para “limpar” a cidade

29/03/2017

Mikhail Pokov, de 53 anos, é considerado um dos serial killers mais temidos da Rússia. Ele foi responsável pela morte de 82 mulheres em 20 anos e acabou condenado à prisão perpétua. De acordo com o jornal Daily Mirror, ele alega que queria “limpar” sua cidade natal – Angarsk, na Síberia – de “prostitutas” e “mulheres imorais”. Os primeiros crimes foram cometidos em 1992, quando assassinou uma jovem de 17 anos e uma mulher de 38.

“Em uma vida, eu era uma pessoa normal. Estava a serviço da polícia e tinha um feedback positivo da minha atuação. Tinha uma família. Minha mulher e minha filha me consideravam um bom marido e pai. Na minha outra vida, eu cometi crimes, os quais escondia cuidadosamente de todos. Ninguém sabia dos assassinatos e nem suspeitavam”, afirmou.

Mikhail foi preso em 2012 e confessou tudo. As vítimas eram sempre mulheres desacompanhadas, que estavam nas ruas e eram atacadas com machados, facas e até chaves de fenda. “Elas entravam no meu carro e achavam que iam se divertir”, contou. “Aquelas que tinham um comportamento ruim, eu tinha o desejo de punir (…) Admito minha total culpa ao cometer os crimes. Fui guiado pelas minhas convicções”, alegou. Da Revista Forum.