Pular para o conteúdo

06/07/2020

uniasselvi

PRF apreende 110 kg de maconha em camionete locada

06/07/2020

Mais de 110 quilos de maconha foram apreendidos na tarde deste domingo (5) em Jequié, no sudoeste baiano. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF-BA), a droga estava escondida em compartimento oculto de uma caminhonete FIAT/Strada. O motorista do veículo foi preso na ação. O fato ocorreu na altura do km 677 da BR-116 após ordem de parada ao automóvel.

Após solicitar e consultar os documentos do motorista e do veículo, os agentes perceberam um certo desconforto do motorista com a ação policial e decidiram vistoriar a carroceria da caminhonete.

Na varredura, encontraram os tabletes da droga, que totalizaram 110 kg de maconha. Parte da droga também foi localizada no pneu estepe. O motorista, de 38 anos, o veículo, que era locado, e a droga apreendida foram levados para a Delegacia de Polícia Civil local.

O condutor vai responder judicialmente por tráfico de drogas, que tem pena prevista de 5 a 15 anos de prisão.

Cachorro progressista mordeu Paulo Guedes, mas passa bem!

06/07/2020

Os jornais do Centro do País informam que o cachorro progressista da raça Akita Malamute desejou cortar relações com o ocupante da Granja do Torto, o ministro Paulo Guedes. O neoliberal tentou interromper a fuga do cão e acabou mordido na mão. O cachorro passa bem.

Paulo Guedes protestou, depois de tomar vacinas: “Esses cães comunistas são muito perigosos.”, afirmou.

Dizem que o principal motivo da discórdia entre o Cão e o seu parceiro do Torto foi a série de privatizações que Paulo Guedes pretende enviar ao Congresso nos próximos dias, entre elas a da Eletrobras, que tentará entregar aos investidores estrangeiros o mais importante regime de águas do País, inclusive o da bacia do Rio São Francisco.

Outro motivo do conflito foi a anunciada volta da CPMF, agora com outro nome: Imposto sobre Transações Digitais.

Guedes pretende  também estabelecer o tributo sobre dividendos. Hoje, o Brasil é um dos poucos países do mundo que não tributam empresários quando transferem recursos de suas empresas para suas contas pessoais.

Amanhã tem previsões de chuvas e ventos fortes para os Estados do Sul

06/07/2020

Depois de não chover praticamente durante todo o Verão, o Sul do País enfrenta agora ciclones, frio e chuvas torrenciais.

No Rio Grande do Sul e Santa Catarina estão previstos ventos fortes e chuvas de até 80 mm para amanhã.

Os três estados devem registrar instabilidades nesta segunda-feira, com destaque para os grandes acumulados previstos para acontecer entre o sul do Paraná e o norte e leste de Santa Catarina. Em Chapecó (PR) os acumulados podem chegar a 12,5 mm, mesma quantidade esperada para Cascavel (PR).

Na terça-feira o alerta para temporais se espalha para toda a região Sul, mas principalmente para o Rio Grande do Sul. Os maiores problemas e chances para transtornos devem acontecer desde a parte oeste, até o centro do estado, na altura de Ibirubá. Por ali os acumulados podem superar facilmente os 80 mm. Abaixo desta faixa de temporais, os volumes também não serão pequenos, em Alegrete e Canguçu são esperados 30 mm cada cidade.

Em Santa Catarina chove em todo o estado, mas os maiores acumulados acontecem na parte leste, próximo a Lages, com mais de 30 mm. No Paraná só o extremo norte não terá chuvas nesta terça. Os maiores acumulados acontecem na fronteira com Santa Catarina.

Segundo a Somar Meteorologia quem traz esses temporais para a região Sul é um ciclone extratropical. com ventos que devem passar dos 80 km/h em toda a região.

Os reservatórios das hidrelétricas do Sul, nas bacias do Capivari, Uruguai, Iguaçu, Jacuí e Paranapanema, que permaneceram muito baixos durante o Verão, agora se recuperam, com média de 42% de sua capacidade de acumulação.

The Telegraph: “O homem que quebrou o Brasil”

06/07/2020

O jornalão (tamanho standard) inglês The Telegraph, que já circulou com 1,4 milhão de exemplares, mas que na moderna era da internet tem tiragem em torno de 500 mil exemplares, desanca o Presidente do Brasil, classificando-o como “homem que que quebrou o País”.

The Daily Telegraph é o jornal amplamente considerado como um dos principais “jornais de referência” da Inglaterra e tem sido descrito pela BBC como sendo “jornal do establishment“.

Se vergonha no Exterior pagasse divisas ao Brasil, teríamos hoje o melhor equilíbrio fiscal e o maior volume de reservas cambiais do Mundo.

Final-de-semana de preços baixos nos Supermercados Marabá.

06/07/2020

 

Os números da pandemia de Covid-19 neste domingo.

05/07/2020

Segundo as últimas informações atualizadas pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), o Brasil chegou, neste domingo (5/7), a 1.603.055 casos confirmados do novo coronavírus e a 64.867 mortes decorrentes da doença. Desde a divulgação feita nesse sábado (4/7), o país registrou mais 20.051 novos diagnósticos e 602 óbitos.

Os números baixos significam apenas que muitas secretarias de Município e de Estado não informam números completos aos domingos. Essa evidente sub-notificação se reflete nas segundas e terças-feira de cada semana.

Por enquanto, os estados mais afetados pela epidemia são São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Pará e Maranhão. Porém, de acordo com dados do governo, os casos na Região Sul estão crescendo, assim como os do Centro-Oeste.

Bahia registra 1.563 casos novos de Covid-19.

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.563 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +1,8%), 57 óbitos (+2,8%) e 1.489 curados (+2,6%). Dos 87.048 casos confirmados desde o início da pandemia, 58.649 já são considerados curados, 26.292 encontram-se ativos e 2.107 tiveram óbito confirmado.

Distrito Federal

Com 2,9 mil novos casos, DF atinge 57.864 infectados e 636 mortes.

No DF, 43.946 pessoas já se recuperaram da doença. São 26 mortes entre pacientes da doença em 24 horas.

Barreiras: recorde de novos casos suspeitos

A Secretaria de Saúde informou que hoje foram identificados 65 (sessenta e cinco) novos casos com características que indicam suspeição de Coronavírus (COVID-19), preenchendo os critérios indicativos para coleta. Trata-se de 47 (quarenta e sete) pessoas do sexo masculino, com idades entre 10 e 71 anos e 18 (dezoito) pessoas do sexo feminino, com idades entre 08 e 68 anos.

Informa ainda que no dia de hoje foram concluídos 81 (oitenta e um) resultados, sendo que 63 (sessenta e três) testaram negativo e 18 (dezoito) testaram positivo. Os 63 (sessenta e três) casos que testaram negativo trata-se de 35 (trinta e cinco) pessoas do sexo masculino, com idades entre 09 e 74 anos e 28 (vinte e oito) pessoas do sexo feminino, com idades entre 08 e 81 anos.

Já os 18 (dezoito) casos que testaram positivo, trata-se de 08 (oito) pessoas do sexo feminino, com idades entre 15 e 50 anos. Destas, 07 (sete) são sintomáticas, sendo uma profissional de saúde e 01 (uma) teve contato com caso confirmado. E 10 (dez) pessoas do sexo masculino, com idades entre 22 e 47 anos. Destes, 09 (nove) são sintomáticos e 01 (um) preencheu os requisitos para coleta. Dos 18 (dezoito) casos positivos, 01 (um) foi confirmado mediante Teste Rápido, não sendo diminuídos dos 107 (cento e sete) que aguardavam resultado. Sendo que dos resultados positivos de hoje, 04 (quatro) já cumpriram o isolamento e estão curados, por isso entraram como recuperados.

Luís Eduardo Magalhães: 361 casos de Covid-19.

A Secretaria da Saúde de Luís Eduardo Magalhães informou 6 novos casos de contaminação de Coronavírus para um registro total de 361 casos.

Os casos se referem: três pacientes do gênero masculino, entre 26 e 38 anos; três pacientes do gênero feminino, entre 25 e 52 anos.

Abra a imagem em uma nova guia.

Curvas da progressão da pandemia em Barreiras e Luís Eduardo Magalhães.

Wassef, o advogado dos graúdos, promete jogar merda no ventilador.

05/07/2020

O agitado Frederick Wassef, antes defensor de Flávio Bolsonaro e ainda advogado de Jair Bolsonaro, pretende conceder uma entrevista à TV para falar sobre a morte do miliciano Adriano da Nóbrega, conhecido como ‘Capitão Adriano’,  executado pela polícia da Bahia dentro do sítio de um político do PSL.

“Vou explodir todo mundo em rede nacional, ao vivo. Poderosos políticos do Rio mandaram assassinar o Adriano. Tenho provas. Os mesmos que executaram o Adriano iriam executar o Fabrício Queiroz”, declarou Wassef, de acordo com interlocutores.

A informação é da coluna de Lauro Jardim no jornal O Globo.

O advogado informou que ainda trabalha com Bolsonaro. “Tenho seis procurações assinadas, tudo o que fiz foi autorizado por ele. Sou advogado do presidente, sim”, afirmou.

Wassef revela também, através de diálogos com interlocutores, que falou com Bolsonaro no dia da prisão de Queiroz. “Não preciso mandar recado. Se eu quiser, ligo agora no celular e ele me atende”, afirmou o advogado, para mostrar que sua proximidade com Bolsonaro.

“Não dá para negar uma história que está registrada com tantas fotos e filmes. Fora aqueles que eu tenho comigo e que ninguém nem sonha e nem imagina. Está tudo guardado a sete chaves e mesmo se a bandidagem do Rio quiser fazer busca e apreensão não vai encontrar nada”, conclui Wassef.

Editado pelo 247

Jornal denuncia todo tipo de maracutaia no gabinete do então deputado Jair Bolsonaro.

05/07/2020

O assunto mais comentado hoje nos “trends topics” do Twitter é a denúncia da Folha de São Paulo sobre os rachadões no gabinete do então deputado Jair Bolsonaro, entre os quais admissão e demissão de funcionários com altos salários. As verbas indenizatórias do vínculo de trabalho eram obviamente objetos de rachadão.

Como disse um internauta há poucos dias, o eleitor estava à procura de um cidadão honesto para ocupar a Presidência da República. Encontrou, agora já sabem, apenas representantes de um cabaré de putos velhos e corrompidos.

Depois de blefar sobre golpe, Bolsonaro entrou no modo Mandrake.

05/07/2020

Por Moisés Mendes.

Há um esforço inútil da grande imprensa, mesmo a declaradamente antibolsonarista, para definir a atual situação de Bolsonaro como uma estratégia.

O sujeito teria se aquietado porque tem método. Bolsonaro está na verdade no modo Mandrake. Não há método algum.

Bolsonaro foi paralisado pela sequência de fatos, incluindo declarações e decisões, principalmente vindas do Supremo, que o advertiram para que parasse de blefar com a ameaça de golpe.

Ele e seus seguidores pararam de falar do tal artigo 142 da Constituição e do presumido poder moderador dos militares. Era uma conversa enjoada e repetitiva.

Bolsonaro e seus generais não se calaram de repente. Foram se calando aos poucos, até se afastarem das manifestações golpistas de domingo em Brasília.

As reações ao golpe, inclusive nas ruas, esculhambaram com o programa de Bolsonaro e dos militares que apareciam até de helicóptero para acenar para Sara Winter e os fascistas que atacavam o Supremo.

Por isso Bolsonaro não adota uma estratégia. Não há o que fazer a não ser ficar parado. Bolsonaro é refém do próprio truque.

A última bordoada nas suas ameaças foi dada por O Globo (como recado de toda a organização), que publicou o editorial de 23 de junho com este título: “Um golpe que passa do delírio à farsa”.

Toda a chamada mídia alternativa e os blogueiros de esquerda já haviam denunciado a fraude. Mas a Globo deu a cacetada.

A Globo avisou Bolsonaro: nós estamos sabendo, por nossas fontes nas Forças Armadas, que o teu golpe era um delírio e que agora é uma farsa.

A partir dali Bolsonaro se aquietou. Na sequência, as pesquisas do DataFolha reafirmaram que a população não quer saber de golpe nem de poder militar. E ainda prenderam Queiroz.

Se do delírio à farsa foi um pulo, da farsa para o encolhimento foi um passo. Bolsonaro é hoje um sujeito paralisado à espera de um milagre.

OMS abandona estudos sobre a Cloriquina e retro-virais.

04/07/2020

Protestos pelo abandono das restrições nos EUA. Resultado é número recorde de casos em todos os EUA.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou neste sábado (4) estar interrompendo seus testes com hidroxicloroquina e medicamento combinado contra o HIV (lopinavir/ritonavir) em pacientes com COVID-19.

Segundo a organização internacional, os medicamentos não reduziram a mortalidade de pacientes.

“Esses resultados preliminares mostram que a hidroxicloroquina e o lopinavir/ritonavir produzem pouca ou nenhuma redução na mortalidade de pacientes com COVID-19 hospitalizados quando comparados ao padrão de atendimento. Os investigadores do estudo de solidariedade interromperão os ensaios com efeito imediato”, afirmou a OMS em comunicado, citado pela Reuters.

A OMS acrescentou que a decisão foi tomada por recomendação de um comitê internacional, responsável pelo estudo. A medida, no entanto, não afeta outros estudos em que os medicamentos são usados para pacientes não hospitalizados ou como forma de prevenção.

Em seu anúncio, a agência da ONU informou ter registrado 200 mil novos casos de infecção pelo novo coronavírus no mundo pela primeira vez em um único dia.

Somente nos Estados Unidos foram registrados 53.213 casos em um único dia, do total de 212.326 novos casos registrados na sexta-feira (3). Da Agência Sputinik.

O ‘Relógio da morte Trump’ está circulando por Washington, DC, em meio às comemorações do 4 de julho. O relógio destaca a inação de Trump em relação à pandemia, que levou a mais de 77.000 mortes evitáveis ​​de coronavírus.

Enquanto isso, no Brasil, o Ministério Público Federal (MPF) abriu, nesta quinta-feira (2/7), procedimento para apurar denúncias sobre a atuação interministerial da Secretaria de Saúde Indígena (Sesai), Ministério da Defesa e da Funai no combate à pandemia do Covid-19 nas terras indígenas de Roraima.

Entre as denúncias, segundo o MPF, estão a distribuição de cloroquina às comunidades indígenas, as visitas nos territórios sem prévia consulta dos indígenas – em desrespeito à decisão de isolamento de muitas das comunidades -, violação das regras de distanciamento social, presença expressiva de meios de comunicação em contato com os povos e o “vultoso gasto de recursos públicos” nas operações.

Sd PM Menezes: saíram os números vencedores da Ação entre Amigos

04/07/2020

No sorteio realizado neste sábado, às 19 horas, a Loteria Federal da Caixa indicou os prêmios da Ação entre os amigos do soldado PM Joelson Menezes:

 1º PRÊMIO: 674

2º PRÊMIO: 867

O primeiro prêmio, o Moto G8 play saiu para o Sub Comandante da 85° Cia da Polícia Militar o Capitão Marcelo da Rosa.

O segundo prêmio, um celular Moto E6 Play saiu para um número de um grupo de cartelas em poder de um amigo que está na fazenda, Romário Saggin.  Neste domingo a noite já teremos o nome da pessoa para quem ele vendeu.

Parabéns, e muito obrigado a todos que nos ajudaram e se empenharam para nos ajudar a vender! Deus os abençoe grandemente!

Luís Eduardo Magalhães tem mais 24 casos de Covid-19

04/07/2020

A Secretaria da Saúde de Luís Eduardo Magalhães informou a ocorrência de mais 24 casos de contaminação confirmada de Covid-19, num total de 355 contaminados.

Os casos são constituídos de oito pacientes do gênero masculino, entre 29 e 61 anos; dezesseis pacientes do gênero feminino, entre 01 mês e 59 anos. Cinco pacientes referem história de contato com caso positivo.

Todos os contatos intradomiciliares permanecem em isolamento domiciliar, monitorados e investigados pelo serviço de Telemedicina e pela Vigilância Epidemiológica.

Ressaltamos que todos os procedimentos tem sido deliberados em consonância com as determinações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde.

Até o momento, Luís Eduardo Magalhães tem 355 (trezentos e cinquenta e cinco) casos confirmados da Covid-19 e 06 (seis) óbitos.

Brasil: mais 1.091 mortes e prefeitos ameaçando abrir tudo.

04/07/2020

De acordo com as últimas informações atualizadas pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), o Brasil chegou, neste sábado (4/7), a 1.577.004 casos confirmados do novo coronavírus e a 64.265 mortes decorrentes da doença. Desde a divulgação feita nessa sexta (3/7), o país registrou mais 37.923 novos diagnósticos e 1.091 óbitos.

Por enquanto, os estados mais afetados pela epidemia são São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Pará e Maranhão. Porém, de acordo com dados do governo, os casos na Região Sul estão crescendo, assim como os do Centro-Oeste.

Ainda assim, alguns dos gestores locais decidiram abrir os estabelecimentos comerciais, bares, academias e escolas.

Bahia: casos de contaminação com Covid-19 crescem 3,9% em 24 horas.

04/07/2020

No intervalo de 24 horas entre a sexta-feira (3) e este sábado, a Bahia registra 3.171 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +3,9%) e 49 mortes (+2,4%). Há, também 2.173 curados (+4,0%). Os dados são do último boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).

Dos 85.485 casos confirmados desde o início da pandemia, em março, 57.160 já são considerados curados, 26.275 encontram-se ativos e 2.050 tiveram óbito confirmado.Bahia, 9.699 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Na Bahia, dos 2.283 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.500 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 66%.

No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 913 leitos exclusivos para o coronavírus, 732 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 80%.

Covid-19: pandemia tem aumento constante de casos diários.

04/07/2020

O mundo registrava 11.271.224 casos de contágio com o Coronavírus agora ao meio-dia. Destes, 4.353.735 eram casos ativos, com 58.817 casos graves (1%). O número de mortes registrados era de 530.493. O Brasil é o segundo em casos registrados e também no número de mortes. 

O Brasil continua com testagem baixa, 15.668 pacientes por milhão de habitantes, enquanto Estados Unidos testa 109 mil e, a Rússia, 140 mil por milhão de habitantes.

Com a testagem baixa do método RT-PCR, o chamado padrão ouro, não se consegue isolar e tratar pessoas que tenham poucos sintomas, mas já contaminando terceiros. O teste rápido geralmente testa falso negativo nessa fase da contaminação.

A par do crescimento da doença no País, setores da economia protestam pelas restrições. A Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) realizou protestos em frente a hospitais de Curitiba, capital do Paraná, neste sábado (4). Eles reagem a uma decisão judicial que proibiu manifestações em frente à prefeitura da cidade e pedem a abertura das linhas de crédito e adiamento do 13° salário para 2021.

Os manifestantes colocaram cruzes em frente ao Hospital Evangélico Mackenzie representando a “morte” dos estabelecimentos em meio à crise financeira gerada pela pandemia de coronavírus. Neste sábado, os 23 leitos de UTI adulta dedicados a pacientes com covid-19 do hospital estão ocupados. Até a sexta-feira (3), Curitiba registrou 172 mortes em decorrência do coronavírus.

Policiais civis tem paralisação por política de prevenção ao Coranavírus

04/07/2020

Em Luís Eduardo Magalhães, no mínimo 6 policiais civis já testaram positivo para a contaminação pelo Covid-19. Na PM a contaminação não é expressiva.

Os policiais civis da Bahia decidiram, por meio de assembleia virtual realizada nesta quinta-feira (2), paralisar as atividades por 24h em todo o estado no próximo dia 8, quarta-feira. A informação é do Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (SINDPOC).

De acordo com Eustácio Lopes, presidente da entidade representativa, a categoria amarga o descaso por parte da gestão da Polícia Civil (PC-BA), assim como do governo do Estado, fato agravado pela pandemia. O sindicato contabiliza a infecção de 218 agentes da segurança pela Covid-19 até esta sexta-feira (3).

“Enquanto a Secretaria de Segurança ignora a pauta da categoria, cresce o número de policiais civis infectados, que até a presente data, já contabiliza 218 policiais positivados pelo novo coronavírus, e até o momento continua ignorando leis, normas e os protocolos de Biossegurança, sem fornecer regularmente os Equipamentos de Proteção Individual, assim como, a testagem para todos os policiais civis, que hoje servem de carcereiros para presos custodiados, que muitas vezes estão positivados para à Covid-19”, pontua.

Por meio de nota, a PC-BA alegou desconhecer decisão da categoria e contestou que esteja ignorando as normas de segurança de prevenção à Covid-19. “Somente na capital foram realizadas mais de 800 testagens, entre RT-PCR (swab) e testes rápidos para anticorpos, enquanto no interior, os servidores passam pelos mesmos exames, realizados pelos órgãos municipais de saúde, a partir de um convênio entre o Departamento Médico da Polícia Civil (Demep), a Secretaria Estadual de Saúde da Bahia (Sesab) e as pastas municipais”, ressalta a PC.

Acrescenta ainda que já adquiriu mais de “60 mil itens entre equipamentos de proteção individual e materiais de limpeza”, os quais “são distribuídos em todas as unidades, desde o início da pandemia”. Afirma ainda ações de higienização e desinfecção são realizadas nas delegacias com regularidade.

Correntina tem toque de recolher decretado, junto com outras 10 cidades baianas.

04/07/2020

Decretos publicados no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (4) estabelecem toque de recolher em Correntina a partir deste sábado (4) e tem validade até o dia 10 de julho. Na cidade do oeste baiano, a restrição será entre 18h e 5h.

Além de Correntina, outras 10 cidades baianas também terão toque de recolher, são elas: Camaçari, Candeias, Conde, Dias D’Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé e Simões Filho. Nesses municípios o decreto entra em vigor domingo (5) e vai até dia 12 de julho.

Durante esses dias, ficam vedado o deslocamento noturno para ida a serviços de saúde ou farmácia, para compra de medicamentos, ou situações em que fique comprovada a urgência. A restrição não se aplica aos servidores, funcionários e colaboradores, no desempenho de suas funções, que atuam nas unidades públicas ou privadas de saúde. A Polícia Militar da Bahia (PM-BA) apoiará as medidas necessárias adotadas pelos Municípios.

Nestas 10 cidades da Região Metropolitana de Salvador, fica autorizado, das 5h às 17h, somente o funcionamento dos serviços essenciais, e em especial as atividades relacionadas ao enfrentamento da pandemia, o transporte e o serviço de entrega de medicamentos e demais insumos necessários para manutenção das atividades de saúde, as obras em hospitais e a construção de unidades de saúde.

Itabuna, Itapetinga e Itaberaba

Nesta sexta-feira (03), o Estado estabeleceu toque de recolher em Itabuna e Itapetinga até o dia 8 de julho.

Em Itabuna, a restrição compreende o período das 18h às 5h e é válida até 8 de julho

Já em Itapetinga, a circulação noturna não será permitida até 19 de julho, das 19h às 5h.

Outro decreto publicado no DOE de ontem (3) prorrogou a mesma medida em Itaberaba, onde a restrição noturna continua até 9 julho, das 18h às 5h.

Editado pelo Mais Oeste.

128 pessoas se contaminam com Covid-19 em um único bar.

04/07/2020

Relato do Congresso em Foco:

No estado de Michigan, nos Estados Unidos, pelo menos 152 casos de coronavírus estão relacionados a um único bar na cidade de East Lansing.

Segundo informações da CNN, 128 pessoas que foram ao Harpe’s Restaurant & Brew Pub foram infectadas.

As autoridades ainda conseguiram chegar a outros 24 casos chamados de secundários, que são de pessoas que não foram ao bar, mas tiveram contato com quem foi.

Jair Bolsonaro caiu! No banheiro, por enquanto. E foi levado para o Hospital.

03/07/2020

Jair Bolsonaro foi levado há pouco para o Hospital das Forças Armadas, no setor Sudoeste, em Brasília. A informação inicial é a de que ele sofreu um acidente doméstico.

De acordo com esses relatos, ainda não oficiais, o acidente teria sido uma queda no banheiro, sem grande gravidade.

O ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), Augusto Heleno, chegou ao hospital um pouco depois do comboio presidencial.

O evento noticiado acima aconteceu em dezembro de 2019. Dizem que Bolsonaro bateu a cabeça na oportunidade, o que pode explicar os constantes surtos de 2020.

Covid-19: Barreiras ultrapassa 400 casos confirmados

03/07/2020

A Secretaria da Saúde de Barreiras informa que, hoje. foram concluídos 26 (vinte e seis) resultados, sendo que 09 (nove) testaram negativo e 17 (dezessete) testaram positivo. Os 09 (nove) casos que testaram negativo trata-se de 06 (seis) pessoas do sexo masculino, com idades entre 28 e 60 anos e 03 (três) pessoas do sexo feminino, com idades entre 23 e 32 anos.

Já os 17 (dezessete) casos que testaram positivo, trata-se de 09 (nove) pessoas do sexo feminino, com idades entre 07 e 55 anos. Destas, 07 (sete) são sintomáticas, sendo uma profissional de saúde, 02 (duas) tiveram contatos com casos confirmados. E 08 (oito) pessoas do sexo masculino, com idades entre 08 e 50 anos. Destes, 03 (três) são sintomáticos, 02 (dois) tiveram contatos com casos confirmados e 03 (três) preencheram os requisitos para coleta, sendo 01 (um) profissional de saúde. Dos 17 (dezessete) casos positivos, 10 (dez) foram confirmados mediante Teste Rápido, não sendo diminuídos dos 123 (cento e vinte e três) que aguardavam resultado. Sendo que dos resultados positivos de hoje, 04 (quatro) que fizeram Teste Rápido já cumpriram o isolamento e estão curados, por isso entraram como recuperados.

A Secretaria de Saúde registra atualmente 407 (quatrocentos e sete) casos confirmados por Teste Rápido e RT-PCR. Destes, 283 (duzentos e oitenta e três) estão recuperados, 113 (cento e treze) estão em isolamento domiciliar, 06 (seis) pessoas estão internadas e o município registra 05 (cinco) óbitos. Já os casos que aguardam resultado somam 107 (cento e sete).

Barreiras contabiliza hoje 4.600 (quatro mil e seiscentos) casos notificados, sendo que o primeiro caso notificado no Sistema e-SUS VE foi em 26 de março de 2020. E 989 (novecentos e oitenta e nove) casos descartados, cujos resultados foram negativos.

Dilma denuncia traição da Lava-Jato: destruição da indústria pesada e de construção civil.

03/07/2020

Dilma: conspirata foi crime de alta traição.

Do 247

A ex-presidente Dilma Rousseff denunciou os crimes cometidos pela Lava Jato após as revelações do último capítulo da Vaza Jato, que revelou a relação próxima dos procuradores do Ministério Público com agentes do FBI, inclusive em território nacional.

“A Lava Jato atuou como um poder paralelo. Cometeu atos criminosos ao desobedecer às leis, burlar controles, esconder informações e quebrar a hierarquia”, disse Dilma, deposta pelo golpe de 2016. Ela diz ainda que o gesto da força-tarefa foi “desprezível” e lembrou do “horror punitivista do juiz Sérgio Moro” contra o ex-presidente Lula.

Leia a íntegra da nota divulgada por Dilma:

Por intermédio da Lava Jato e sem qualquer suporte legal, 18 agentes do FBI atuaram no país em escutas e delações premiadas. Nem o governo federal autorizou nem a PGR foi informada. Alertada sobre a ilegalidade, a Lava Jato respondeu que preferia não cumprir as normas legais.

Juristas apontam que é crime entregar a outro país dados sigilosos sobre investigações internas. É crime atrair agentes estrangeiros para atuar em território nacional sem autorização federal.

A Lava Jato atuou como um poder paralelo. Cometeu atos criminosos ao desobedecer às leis, burlar controles, esconder informações e quebrar a hierarquia.

E não nos esqueçamos do horror punitivista do juiz Sérgio Moro, que se alimentou dessas irregularidades e crimes. Tais ilegalidades colocam sob suspeição todas as decisões tomadas.

Impõe-se a mais completa investigação de todos os atos, seja os que resultaram no Golpe de 2016, na destruição das empresas de engenharia, na extinção de milhões de empregos, no agravamento da crise econômica e na condenação de Lula sem provas.

Olha aí o Paulo Guedes, o novo comunista, criando programas de distribuição de renda!

03/07/2020

caricatura de Eco Moliterno.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo criará um novo programa social, Renda Brasil, que, além do público atual do Bolsa Família, também incluirá trabalhadores que hoje exercem atividades informais.

Em evento virtual promovido pela Associação Brasileira de Indústria de Base (Abdib), o ministro disse querer “dignificar” essas atividades e que é preciso dar ferramentas para os trabalhadores saírem da assistência social.

“Qualquer brasileiro que cair, em qualquer momento, ele cai no Renda Brasil. Mas se ele não tiver mutilações físicas, defeitos que o impeçam… Às vezes é um idoso, mutilado, que vende bala no sinal, aí talvez não consiga ser empregado e merece ser amparado no Renda Brasil. Mas o outro, mais jovem, pode ter caído emergencialmente. Temos que ter as ferramentas para ele sair da assistência social”, disse.

O ministro afirmou que o Renda Brasil reunirá programas sociais existentes e terá valor mais alto do que o Bolsa Família.

Paulo Guedes pode ser burro, mas não é teimoso. Ele sabe que se não criar meios de atendimento aqueles vulneráveis abaixo da linha da miséria, seu emprego poderá durar pouco. O dele e o do Bozo. Sabe também que esses auxílios emergenciais giram rapidamente no mercado e retornam em até 50% como impostos para os três níveis federativos.

Bahia tem mais 54 mortes; Brasil ultrapassa 1,5 milhão de casos.

03/07/2020

Nas últimas 24 horas 2.965 baianos tiveram diagnóstico positivo para o novo coronavírus e 54 morreram devido a Covid-19, de acordo com o boletim desta sexta-feira (3) da Secretaria da Saúde (Sesab).

Desde o início da pandemia o estado contabilizou 82.314 infectados pelo vírus e 2.001 mortes causadas por ele.

Até a quinta-feira (2), a Bahia tinha 79.349 casos confirmados desde o início da pandemia, e 1.947 óbitos.

O número de pessoas recuperadas da Covid-19 no estado é de 54.987, segundo a secretaria da Saúde. Enquanto 25.326 seguem em acompanhamento e são considerados casos ativos.

Brasil: 10,7 milhões de infectados?

De acordo com as últimas informações atualizadas pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), o Brasil chegou, nesta sexta (3/7), a 1.539.081 casos confirmados de coronavírus e 63.174 mortes decorrentes da doença. Desde a divulgação feita nesta quinta (2/7), o país registrou mais 42.223 novos diagnósticos e 1.290 óbitos.

De acordo com a pesquisa Epicovid-19, feita pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), em parceria com o Ministério da Saúde e o Ibope Inteligência, o número total de infectados pela Covid-19 pode ser 7 vezes maior do que a quantidade oficial — pacientes com sintomas leves e assintomáticos, por exemplo, não são testados, em sua maioria.

Isso elevaria o número total de contaminados para 10.773.000.

Pássaros de longos bicos cantam mais maviosos quando engaiolados.

03/07/2020

Bem feito. Inventaram Moro e Dallagnol para tirar Lula das eleições e lhes sobrou um Bozo, irracional e vingativo. Jamais esqueceremos o golpe de 2013-2016! 

Bolsonaro escolhe ministro da Educação que quer privatizar tudo.

03/07/2020

Algo me diz que está nova escolha vai feder demais.

Jair Bolsonaro convidou o secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, para comandar o Ministério da Educação após a dupla polêmica da saída de Abraham Weintraub e da desistência de Carlos Decotelli.

O empresário havia apresentado a Bolsonaro um de seus principais planos para o MEC, que seria criar uma estrutura na pasta para ampliar o acesso de alunos ao ensino à distância.

Além de Feder, Anderson Correia, atual reitor do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), foi sondado por assessores de Bolsonaro e enviou o currículo para análise, mas não teve retorno positivo.

Em 2016, Feder e o sócio, Alexandre Ostrowiecki, administradores da empresa de informática Multilaser Industrial S.A., foram denunciados pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da Coordenadoria de Combate à Sonegação Fiscal (Coesf), por fraude de ao menos R$ 3,2 milhões em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Do 247 e Metrópolis

Está tudo certo: o primeiro ministro da Educação de Bolsonaro era maluco e não falava português; o segundo, Weintraub, era nazista, maluco e não escrevia em Português; o terceiro, o que foi sem ser, Decotelli, mitômano: o quarto, esperamos que fale, escreva e pague seus impostos em dia.

Banco da Inglaterra e Guaidó roubam na cara-dura o ouro da Venezuela.

03/07/2020

O governo bolivariano da Venezuela demandou, nesta quinta-feira (2), uma rigorosa investigação para determinar as “responsabilidades pelo roubo” de ouro da Venezuela pelo Banco da Inglaterra. O pedido acontece após um juiz britânico decidir em favor do opositor Juan Guaidó, o autoproclamado presidente interino da Venezuela.

O Banco da Inglaterra (BoE) recusou o pedido da Venezuela para entregar as 30 toneladas de ouro, de valor estimado em cerca de US$ 2 bilhões de suas próprias reservas em barras de ouro.

Em dezembro do ano passado, Maduro declarou que seu país tem o direito de vender seu ouro independentemente das sanções dos Estados Unidos.

Guaidó comemorou a decisão, dizendo se tratar de uma “grande vitória” para o reconhecimento internacional de seu governo e para proteger os bens do país no exterior. “O principal é que [o ouro] está protegido das garras da ditadura”, afirmou, acrescentando que, por ora, as barras de ouro permanecerão nos cofres do BoE.

Do blog do Esmael.

Hoje, ofertas renovadas no Super Marabá.

03/07/2020

 

 

MP-BA aciona prefeitura de Luís Eduardo Magalhães para regularizar prevenção a incêndio

03/07/2020


Sede da prefeitura de LEM. Foto/Arquivo: TV Oeste

O Ministério Público da Bahia (MP-Ba) moveu uma ação civil pública nesta quinta-feira (2) para que o Município de Luís Eduardo Magalhães adote medidas de combate a incêndio.

O promotor de Justiça Bruno Pinto e Silva, autor da ação, pediu também que a Justiça impeça o Município de retomar as aulas enquanto a situação não for regularizada. Conforme o pedido, o governo municipal deve realizar a revisão dos alvarás de funcionamento das unidades escolares da rede privada quanto aos requisitos de segurança.

Segundo a ação civil pública, o Corpo de Bombeiros (CB) informou ao MP, no ano passado, que as escolas da rede pública municipal se encontravam irregulares e não possuíam um Projeto de Segurança contra Incêndio e Pânico e nem Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros.

De acordo com o promotor, em dezembro de 2019, o Município rejeitou firmar acordo com o MP, sob a alegação de que os prazos propostos pelo Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) não eram possíveis de atender, e também não realizou a contraproposta de acordo solicitada.

Conforme a ação, o Município não apresentou, em resposta, a documentação de regularização junto ao CB. “Isto demonstra que todos os equipamentos municipais se encontram com irregularidades, periclitando contra a saúde e segurança dos alunos de rede municipal de ensino”, afirmou Bruno Silva.

Olha só, milagres acontecem: ladrões do PSDB conhecem a Lava-Jato.

03/07/2020

O senador José Serra (PSDB) e sua filha, Verônica Allende Serra, foram denunciados nesta sexta-feira (3) pelo Ministério Público Federal (MPF), no âmbito da Operação Lava Jato, por lavagem de dinheiro no exterior. Agentes da Polícia Federal (PF), no início desta manhã, cumprem mandado de busca na casa do ex-governador, em São Paulo (SP).

D e acordo com denúncia da Lava Jato, Serra “valeu-se de seu cargo e de sua influência política para receber, da Odebrecht, pagamentos indevidos em troca de benefícios relacionados às obras do Rodoanel Sul” em 2006 e 2007. A empreiteira teria pago milhões de reais por meio de uma rede de offshores no exterior.

Ainda segundo as investigações, o empresário que José Amaro Pinto Ramos e Verônica Serra constituíram empresas no exterior, ocultando seus nomes, e receberam os pagamentos que a Odebrecht destinou ao então governador de São Paulo por meio destas.

Neste contexto, o MPF afirma que transferências foram realizadas para dissimular a origem dos valores, e os mantiveram em uma conta de offshore controlada, de maneira oculta, pela filha de Serra até o final de 2014, quando foram transferidos para outra conta de titularidade oculta, na Suíça.

A Justiça Federal, inclusive, autorizou o MPF para o bloqueio de cerca de R$ 40 milhões em uma conta no país.

Na operação desta sexta, a PF cumpre 8 mandados de buscas e apreensão em São Paulo e no Rio de Janeiro. A denúncia é uma das etapas das investigações e, após ela ser apresentada, a Justiça ainda irá decidir e a aceita ou não.

José Serra era citado pelo maior jornalista que o Brasil conheceu, Paulo Henrique Amorim, como o maior ladrão do País. Simples assim. Aécio Neves, Fernando Henrique Cardoso e outros tucanos de fina plumagem estão na fila.

Quem tem fiofó, tem medo, não é Mala Sem Alça?

03/07/2020

 

Uma perícia concluída há três semanas pela Polícia Federal no chamado ‘banco dos doleiros’ identificou um cliente ‘fiel’ da rede de operadores de câmbio comandada pelo notório Dario Messer.

Entre os ‘ordenantes’ de supostas transações aparece o pastor Silas Malafaia. A informação é da revista Crusoé.

Luís Eduardo: núcleo duro do poder municipal está contaminado.

03/07/2020

A Agência de Notícias da Imprensa “sensacionalista e politiqueira” de Luís Eduardo Magalhães informa em primeira mão:

No mínimo três secretários municipais, com seus respectivos cônjuges, mais uns três funcionários de alto coturno da Prefeitura, desses adereços de gabinete, estão contaminados pela Covid-19.

Como se vê, as restrições impostas pelo prefeito Oziel Oliveira não servem nem para o chamado núcleo duro do poder.

Te cuida, Alecrim Dourado, aquele que floresce nos campos sem ser semeado. Se o “Coronga” te pega, o Vice vai ter que assumir.

O nome do jogo é toque de recolher, sr. Oziel. Depois das 20 horas, nenhuma alma viva na rua, só polícia, guarda, bombeiros e SAMU. O resto fica em casa.    

Jota Camelo, o arqueólogo, descobre a Múmia do Golpista-Mor de todos os brasis.

03/07/2020

Anotem aí, Senhores Prefeitos: MPF adverte que gestores podem responder por improbidade se não mantiverem distanciamento.

02/07/2020

Esta matéria foi publicada no dia 11 de abril de 2020, no site do MPF:

Gestores que afrouxarem distanciamento social sem sistema de saúde preparado para pico da pandemia podem responder por improbidade, aponta PFDC.

Órgão do MPF alerta que cidades que decidirem adotar a medida deverão assegurar respiradores, EPIs, testes e leitos de UTI para absorver demanda da Covid-19

banner com fundo cinza claro e a expressão Nota Pública

Os gestores de estados e municípios de todo o país que decidirem flexibilizar medidas de distanciamento social deverão assegurar a oferta de um sistema de saúde com disponibilidade suficiente de respiradores, equipamentos de proteção individual, testes laboratoriais, além de leitos de UTI e internação, capazes de absorver o eventual impacto do aumento de número de casos de Covid-19 motivados pela redução dos esforços de supressão de contato social.

Uma eventual decisão de mitigação da estratégia de distanciamento social deve, ainda, ser pública e estar fundamentada nas orientações explicitadas no Boletim Epidemiológico nº 8, do Ministério da Saúde, com demonstração de  superação da fase de aceleração do contágio, de acordo com os dados de contaminação, internação e óbito.

O alerta é da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), órgão do Ministério Público Federal, que defende a responsabilização por improbidade administrativa dos gestores locais que descumprirem tais orientações.

A PFDC reforça o alerta do Ministério da Saúde de que a eventual flexibilização da medida está condicionada à garantia de que o sistema de saúde pública esteja estruturado para atender ao pico da demanda. Em seu Boletim Epidemiológico nº 8, a pasta destaca a necessidade de respiradores suficientes, EPIs para os trabalhadores da área da saúde (como gorro, óculos, máscara, luvas e álcool gel), recursos humanos para o manejo de cuidados básicos e avançados de pacientes da covid-19, leitos de UTI e de internação, bem como testes laboratoriais para o diagnóstico dos pacientes.

Para a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, tais esclarecimentos reforçam a indispensabilidade de que qualquer flexibilização ou mitigação da estratégia de ampla quarentena social somente pode ser adotada se preenchidos cumulativamente os requisitos de existência de um sistema de saúde suficientemente capaz de absorver um eventual aumento da demanda de casos de coronavírus.

“No Brasil, a decisão de manter, ou não, aberto o comércio e a atividade econômica em geral pode significar uma diferença de mais de um milhão de vidas. A simples mitigação do esforço de quarentena social pode produzir catastróficos impactos em relação à estratégia de supressão do contato social, tal como mais 90 milhões de brasileiros infectados em até 250 dias, 280 mil cidadãos mortos e 2 milhões de internações”, aponta a Procuradoria.

O órgão do Ministério Público Federal chama atenção para o fato de que a aparente inexistência de casos em larga escala em algumas localidades não deve servir de parâmetro isolado para qualquer decisão, seja em razão de se tratar de contágios que se realizam em escala exponencial (e, portanto, cenário no qual a percepção aritmética certamente induz a erro de avaliação), seja porque, diante da limitada disponibilidade de testes para diagnóstico da enfermidade, é manifesta a subnotificação de casos.

“Diante de notícias de que gestores locais têm anunciado, ou mesmo já praticado, o fim do distanciamento social ampliado, a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão vem enfatizar a necessidade de que decisão nesse sentido deve ser pública e estar fundamentada nas orientações explicitadas no Boletim Epidemiológico nº 8, do Ministério da Saúde, com demonstração de: (a)  superação da fase de aceleração do contágio, de acordo com os dados de contaminação, internação e óbito; e (b) quantitativo suficiente, estimado para o pico de demanda, de EPIs para os profissionais de saúde, respiradores para pacientes com insuficiência respiratória aguda grave, testes para confirmação de casos suspeitos, leitos de UTI e internação e de recursos humanos capacitados”.

Dever constitucional

Na nota pública, a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão esclarece que é dever do Poder Público garantir o direito fundamental à saúde da população, e o artigo 196 da Constituição Federal determina que as políticas públicas respectivas devem estar voltadas à redução do risco. “Significa dizer que, mesmo que estejam em jogo duas alternativas igualmente possíveis em termos de saúde, a escolha necessariamente deve recair sobre aquela que representa o menor risco para a coletividade”, reforça o texto.

Nesse sentido, destaca a PFDC, os deveres de moralidade administrativa e de motivação e publicidade dos atos administrativos são imperativos estruturantes da administração pública no Estado Democrático de Direito e a inobservância desses princípios caracteriza improbidade administrativa.

Em seu posicionamento, a PFDC reconhece que a paralisação da atividade econômica e da vida social traz graves prejuízos para o gozo de diversos direitos fundamentais. Porém, diante de uma pandemia enfrentada por diferentes países no mundo, com experiências até então acumuladas que não podem ser ignoradas, até porque algumas delas significaram morte acelerada de muitas pessoas e incapacidade de Estados nacionais de assegurar luto digno a familiares e amigos, é inevitável a prioridade ao direito à vida e à saúde da população.

“O Estado e a sociedade brasileiros têm o dever, de acordo com os mecanismos previstos na Constituição brasileira, de esgotar os mecanismos de garantia de renda e serviços essenciais à coletividade, bem como repartição tributária adequada e equitativa dos encargos decorrentes desse esforço extraordinário, nos termos dos princípios constantes dos artigos 1º e 3º da Constituição Federal”.

Acesse a íntegra da Nota Pública

Operação Faroeste: MPF pede manutenção de prisão de ex-presidente do TJBA

02/07/2020

Pedido inclui ainda cinco denunciados na Operação Faroeste, acusados de corrupção, lavagem de dinheiro e integrar organização criminosa

Foto: Ascom/TJ-BAFoto: Ascom/TJ-BA

O Ministério Público Federal (MPF) solicitou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a manutenção da prisão preventiva da desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, ex-presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA). O pedido inclui ainda outros cinco denunciados na Operação Faroeste: os operadores Adailton Maturino dos Santos, Antônio Roque do Nascimento Neves, Geciane Souza Maturino dos Santos e Márcio Duarte Miranda; e o juiz Sérgio Humberto de Quadro Sampaio.

Os seis foram presos no âmbito da Operação Faroeste, sob acusação de praticar crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e integrar organização criminosa. A autora da manifestação na Ação Penal 940 é a subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, que pretende evitar alegações de excesso de prazo ou ilegalidade da prisão provisória dos acusados.

A Lei 13.964/2019, que passou a vigorar em 23 de janeiro deste ano, estabelece a reavaliação periódica da necessidade de manutenção da custódia cautelar. A cada 90 dias é preciso avaliar se os presos devem permanecer custodiados. No caso dessa ação penal, o prazo pra revisão termina em 23 de julho.

A subprocuradora-geral entende ser “imprescindível” a manutenção das prisões para a coleta de provas, garantia da ordem pública e aplicação da lei penal.

“A força da organização criminosa é de tamanha magnitude que sequer comissões de magistrados para apuração dos fatos conseguem ser formadas para atender determinação do Conselho Nacional de Justiça, ou seja, 13 desembargadores, sequencialmente, dão-se por suspeitos, positivando, assim, que a prisão dos réus é inevitável para a manutenção da ordem pública, a normal coleta de provas e aplicação da lei penal”, argumenta Lindôra.

A subprocuradora destaca ainda as evidências de atuação dos denunciados com alteração da verdade e falsificação de documentos, com complacência do Poder Público baiano. Entre elas, a execução de morte de dois consortes relacionados à investigação.

“Mesmo após a deflagração da Operação Faroeste, agricultores continuam sendo extorquidos e ameaçados na região, por pistoleiros, razão ela qual a única medida cabível para impedir que vidas sejam ceifadas é a manutenção da prisão dos investigados”, acrescenta.

Os denunciados pediram flexibilização das prisões, soba alegação de condições sanitárias em meio à pandemia do novo coronavírus. Lindôra Araújo pondera na manifestação que todas as cautelas foram tomadas.

Covid-19: Bahia confirma 45 vítimas fatais e 2.864 casos em 24 horas

02/07/2020

Curva de crescimento é de 2,4% (óbitos) e 3,7% (total de infectados); Bahia alcança 53.334 curados.

A Bahia confirmou nas últimas 24 horas mais 2.864 novos casos e 45 mortes relacionadas à pandemia de Covid-19. De acordo com boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab0, a curva de crescimento é de 2,4% (óbitos) e 3,7% (total de infectados). O total de vítimas fatais é de 1.947 contaminados.

Nesta quinta-feira (2), o estado chegou a 53.334 pacientes curados – 2.410 nas últimas 24 horas, com avanço diário de 4,7%. Do total de 79.349 casos confiramdos desde o início da pandemia, 24.068 pessoas ainda têm o virus ativos. Na Bahia, 9.236 profissionais da saúde testaram positivo para Covid-19.

Dos 2.254 leitos disponíveis do SUS  exclusivos para o combate ao novo coronavírus, 1.476 possuem pacientes (oucpação de 65%). Mas, em UTIs, a ocupação sobe para 79% (715 internados para 906 vagas).

Ministro Celso de Mello pede informações da Saúde sobre cloriquina

02/07/2020

Eduardo Pazuello, general de divisão da arma de Intendência do Exército.

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu prazo de cinco dias para que o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, apresente informações sobre as orientações para o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina contra o novo coronavírus.

Mello é o relator de uma ação da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Saúde (CNTS) que contesta as orientações do governo para o uso das substâncias. As orientações constam de protocolo divulgado no dia 20 de maio pelo Ministério da Saúde. O documento libera no SUS o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina até para casos leves de Covid-19.

As informações prestadas pelo ministro da Saúde podem ser usadas pelo ministro do STF para decidir sobre o pedido de liminar da confederação.

A decisão do ministro é do último dia 30. No processo, a CNTS pede à Corte que, em decisão liminar, determine ao governo uma série de ações em relação ao uso dos medicamentos no combate ao coronavírus. Entre elas:

– que autoridades do governo federal não tomem medidas de enfrentamento à pandemia que contrariem as orientações científicas, técnicas e sanitárias das autoridades nacionais (Ministério da Saúde) e internacionais (Organização Mundial da Saúde);

– que as autoridades do governo federal se abstenham de recomendar o uso de cloroquina e/ou hidroxicolroquina para pacientes acometidos de Covid-19 em qualquer estágio da doença, suspendendo qualquer contrato de fornecimento desses medicamentos;

– que o governo pare de divulgar ou retire da internet e redes sociais orientações ou recomendações de cloroquina e/ou hidroxicolroquina para pacientes com Covid-19 em qualquer estágio da doença;

– que o governo publique, na página do Ministério da Saúde e no perfil da Secretaria de Comunicação em uma rede social, a seguinte frase: “As evidências científicas mais recentes comprovam que a cloroquina e hidroxicloroquina não têm qualquer efeito no tratamento de pessoas com COVID19 e ainda podem piorar os efeitos da doença, aumento a taxa de mortalidade”.

Covid-19: Brasil atinge 61.884 mortes e quase 1,5 milhão de casos

02/07/2020

De acordo com a última atualização feita pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), realizada na tarde desta quinta-feira (2/7), o Brasil chegou a 61.884 mortes e 1.496.858 casos confirmados de coronavírus. Nas últimas 24h, a entidade registrou mais 1.252 óbitos e 48.105 diagnósticos.

Os estados mais afetados são São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Pará e Maranhão. Segundo o Ministério da Saúde, a região Sul foi a que teve maior crescimento na última semana — a pasta afirma, ainda, que a alta no número de casos e falecimentos no Centro-Oeste é “preocupante”.

A expectativa é que o pico da epidemia de Covid-19 no país aconteça apenas em agosto, de acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas). (Do Metrópolis).

O Consórcio de Veículos de Comunicação indicou número mais atualizados, às 20 horas:

Brasil tem 1.277 novas mortes pela Covid-19 e país chega a 61.990 óbitos, mostra consórcio de imprensa

Também foram registrados 47.984 novos casos; total é de 1.501.353.

Luís Eduardo encosta em Barreiras em casos positivos de Coronavírus.

02/07/2020

Mais uma previsão da “imprensa sensacionalista e politiqueira”, segundo a ótica dos donos do poder em Luís Eduardo Magalhães, está se confirmando: o Município, que hoje anunciou mais 20 casos positivos de contaminação, está encostando no número de casos do município de Barreiras, apesar de ter 44% menos de população do que a “Capital do Oeste”.

Segundo a Secretaria da Saúde, o total de casos é de 310. Os casos se referem a treze pacientes do gênero masculino, entre 20 e 60 anos; sete pacientes do gênero feminino, entre 17 e 54 anos. Nenhum dos pacientes tem histórico de viagem ou contato com caso positivo. É a chamada contaminação comunitária.

Até o momento, Luís Eduardo Magalhães tem 310 (trezentos e dez) casos confirmados da Covid-19 e 06 (seis) óbitos.

Enquanto o prefeito Oziel Oliveira não vencer as barreiras políticas impostas pelo setor de Serviços e Comércio, os números continuarão crescendo, a razão de 7% conforme aconteceu de ontem para hoje.

Quem sabe começar por estágios: determinar o toque de recolher das 20h até as 5 da madrugada. Evitaria ao menos a esbórnia de bares e restaurantes na noite.

A farsa do Power Point de Dallagnol termina em inquérito e processo.

02/07/2020

Dallagnol e a farsa do Power Point.

O CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) pautou a representação em que o ex-presidente Lula acusa o procurador Deltan Dallagnol e outros colegas dele da força-tarefa de Curitiba de abuso de poder ao darem a entrevista do power-point, em 2016.

O CNMP, que fiscaliza a atuação de procuradores e promotores, é presidido pelo procurador-geral da República, Augusto Aras.

Em setembro daquele ano, Deltan e outros procuradores reuniram a imprensa em um hotel de Curitiba para apresentar um gráfico cheio de setas que apontavam Lula como o centro de uma organização criminosa que promoveu desfalques na Petrobras.

Segundo o advogado Cristiano Zanin, que representa o petista, a acusação sequer fazia parte da denúncia do triplex, que havia sido protocolada no mesmo dia da entrevista coletiva e era objeto da conversa dos procuradores com a imprensa.

Como se diz no popular, a terra não gira, capota. Lula da Silva está adorando surfar a onda de vingança do PGR Augusto Aras, patrocinada por Bolsonaro, contra a República de Curitiba, de fato uma das páginas mais negras da História. Os canalhas se sucedem na história recente do País.