Skip to content

Morte na BR 135: motorista foi ejetado do veículo que dirigia

28/06/2017

No final da tarde de ontem, uma guarnição da PM recebeu notificação informando que teria ocorrido um acidente de trânsito, no km 25, BR 135, nas proximidades do povoado do Nado.

Chegando ao local a GU confirmou o fato, e que segundo populares, a vítima identificada como Jak Cleiton, 37 anos, teria perdido o controle do seu veículo, modelo Strada, de cor preta, placa policial JJL 9301, vindo a sair da pista e capotar.

A vítima foi arremessada para fora do veículo, sendo encontrado a cerca de 100 metros, já sem vida. O corpo foi removido e encaminhado para o DPT Barreiras. 

28/06/2017

bahia

BFN-0008-17-CI-Jornal-O-Expresso-920x180px (1)

 

cartório eleitoral

cartorio

 

 

A história da humanidade desde o início dos tempos

27/06/2017

Deus cria, o diabo os separa por medo de grandes períodos de escuridão e eles por si só, pela afinidade quase romântica, voltam a se reunir.

Filas na madrugada da Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães

27/06/2017

Até 250 pessoas estão fazendo fila, todo dia útil, desde as 5 horas da manhã em frente à Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães para serem atendidas no ponto cidadão. Com temperaturas abaixo de 14° C nas madrugadas, as filas tornam-se um tormento.

A principal procura é pelo cadastro no Programa Bolsa Família, por documentos na Retran e na obtenção da carteira de identidade.

A Diretora da Retran afirmou que está distribuindo 75 senhas por dia, capacidade máxima de atendimento. O Governo do Estado afirmou que os atendimentos no Ponto Cidadão podem atingir 250 pessoas por dia. A informação e as imagens são da TV Oeste.

Sai a lista tríplice de indicados à Procuradoria Geral da República

27/06/2017

Do g1.globo.com

O atual vice-procurador-geral eleitoral, Nicolao Dino, foi o nome mais votado para integrar a lista tríplice com sugestões do Ministério Público Federal para o cargo de procurador-geral da República. O mandato do atual procurador-geral, Rodrigo Janot, termina em setembro.

Raquel, Bonsaglia e Dino.

A lista será enviada pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) para o presidente Michel Temer, a quem cabe a palavra final de definir o substituto de Janot.

Desde o governo de Luiz Inácio Lula da Silva, apesar de não ser obrigado, o presidente indica para o cargo o nome mais votado da lista.

Na votação, realizada nesta terça-feira (27), Dino recebeu 621 dos 1.108 votos dos procuradores do MPF. Ele é irmão do governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B).

O procurador foi seguido por Raquel Dodge (587) e Mario Luiz Bonsaglia (564), que serão os outros dois nomes a integrar a lista tríplice.

Foram vencidos na votação os procuradores Ela Wiecko (424 votos), Frederico Santos (221 votos), Eitel Pereira (120 votos), Sandra Cureau (88 votos) e Franklin Rodrigues da Costa (85 votos).

Temer não é obrigado a escolher um nome da lista tríplice. No entanto, em maio de 2016, quando assumiu a Presidência da República, ele disse que manteria a tradição de escolher o nome mais votado na lista tríplice.

Nas últimas semanas, porém, de acordo com o blog da Andréia Sadi, aliados passaram a aconselhar Temer a não escolher o primeiro lugar ou até mesmo a escolher um nome de fora da lista. Isso porque, como o presidente é alvo de investigações e de uma denúncia feita pela procuradoria, um nome ligado a Janot, segundo os aliados de Temer, poderia ser prejudicial ao Planalto.

A possibilidade de Temer indicar um procurador que não estiver na lista tríplice tem preocupado integrantes do Ministério Público. Eles avaliam que isso pode ferir a independência do órgão.

Após Temer indicar um nome para assumir a PGR, o indicado será submetido a sabatina no Senado e precisará ter a indicação aprovada pelos parlamentares.

Ao Blog do Matheus Leitão, o presidente da ANPR, José Robalinho Cavalcanti, afirmou que Dino é o candidato favorito de Janot para sucedê-lo no cargo.

É óbvio que Michel Temer não indicará o mais votado à apreciação do Senado. No entanto, a sua situação é tão fragilizada que resta saber se ele ainda será presidente da República quando assumir o novo procurador geral.

Câmara de LEM realiza última sessão do semestre. Agora, férias para todos.

27/06/2017

Na última sessão do recesso, com plenário cheio, os vereadores foram pródigos em auto-elogios e trocaram congratulações entre si pelos bons resultados do Legislativo no primeiro semestre desta legislatura.

A totalidade dos vereadores aprovou, em segundo turno, dois projetos importantes: o 053/2017, de autoria de todos os vereadores, que regulariza a identificação de veículos e máquinas próprias e locadas da Prefeitura. E o projeto que autoriza o executivo a realizar a Regularização dos Débitos Fiscais (REFIS) que hoje alcança quase R$300 milhões e deve permitir um aumento significativo de arrecadação aos cofres públicos no segundo semestre.

O vereador Carlos Koch pediu o cumprimento da lei que protege os comerciantes locais frente ao fenômeno das feiras alienígenas:

“Só durante o primeiro semestre do ano tivemos a realização de três feiras de flores na cidade, influenciando de maneira negativa nos sete estabelecimentos especializados de Luís Eduardo Magalhães.”

Ônibus à gasolina, uma novidade!

Filipe

Filipe Fernandes pediu socorro ao Secretário de Segurança e Trânsito, relatando mais um acidente na esquina da avenida JK com Salvador. E implorou a construção de dois quebra-molas.

É claro que quebra-molas não são solução para acidentes. São anacronismos. O local deve ser provido de um semáforo. Semáforos modernos completos, com luzes de led, contagem regressiva e até no-breaks para eventuais faltas de luz custam um pouco acima de R$30 mil.

Pra quem gastou R$650 mil numa festa de São João ou R$1.300.000,00 em viaturas ainda sem utilidade, fica fácil encher a cidade de semáforos e trazer mais segurança ao usuário.

Uma nova policlínica

O vereador Filipe também pediu a instalação de uma nova policlínica no Mimoso II:

“A policlínica do Santa Cruz é distante e está sempre lotada, com capacidade de atendimento limitada.”

Fernandes também solicitou ao Prefeito que esclareça a licitação dos carregadores e pilhas para a Prefeitura:

“Ninguém sabe quantos carregadores e quantas pilhas foram compradas por R$8.000,00.”

E citou novos erros “de digitação” da Prefeitura, além da motocicleta que consumiu quase 400 litros de gasolina em um mês:

“No início do ano, uma máquina pesada usou 300 litros de gasolina; mais tarde, um microonibus gastou 511 litros de gasolina; outro microonibus gastou 872 litros de gasolina em um mês, quando se sabe que todos esses veículos são movidos a óleo diesel.”

O vereador Irmão Deusdete relatou os horrores em que foi transformado o canal do Santa Cruz, cheio de lixo e animais mortos:

“O mau cheiro é insuportável. O pior é que tudo isso vai parar no Rio de Pedras nas próximas chuvas”.

O presidente da Câmara garantiu que vai encontrar uma solução para a greve dos agentes administrativos do Departamento de Tributos. E garantiu também solução rápida para um novo concurso de guardas municipais, para completar um efetivo que poderá ser de 150 homens, treinados, com perfil psicológico aprovado, no que ele diz ser a única solução para a crescente onda de assaltos na cidade:

“Duvido que o Estado possa, a curto prazo, trazer um efetivo com esse número de homens para Luís Eduardo.”

Aproveite: hoje a última sessão da Câmara antes das “férias”.

27/06/2017

A sessão da Câmara de Vereadores está em andamento. É bom assistir a transmissão ao vivo, pois hoje é a última sessão antes de um recesso de 30 dias. Clique aqui.

Agora à tardinha um internauta indignado mandou, através do whatsapp, a seguinte mensagem:

Câmara de Vereadores de Luís Eduardo Magalhães é o mesmo do mesmo.

Mudam os atores, mas o roteiro é o mesmo.

Agradecimentos por serviços que deveriam ser obrigação.

Hoje os vereadores entram de recesso.

Fizeram um grande barulho sobre nova Câmara com novos vereadores e não passou de barulho

Os professores ficaram sem resposta sobre processo seletivo.

Os profissionais da saúde de igual modo ficaram sem resposta.

O lixão continua recebendo lixo inclusive hospitalar e nada foi feito.

As ciclovias continuam como antes e nada foi feito.

Os discursos são os mesmos.

Começaram com varias cobranças ao executivo, até que conseguiram os favores.

Lamentável.                        

Acho que alugar o Brasil ainda é uma ideia a pensar.