Pular para o conteúdo

Juiz de SC é afastado em operação que investiga facções criminosas.

20/10/2021

Mandado de busca e apreensão foram cumpridos no gabinete do magistrado, no Fórum de Joinville – Foto: Carlos Jr./ND

O Fórum de Joinville.

Uma grande operação policial, coordenada pelo Ministério Público, afastou um juiz do cargo e está investigando outras 21 pessoas. Mandados de busca e apreensão foram cumpridos na casa e no gabinete do magistrado, no Fórum.

Na primeira fase da operação foram cumpridos 30 mandados de busca e apreensão tendo como alvo 22 pessoas. Na ocasião, oito foram presos, deles, sete advogados: Albani Bergamini, Samuel Cunha, Natali Cardoso de Lima, Márcio Jean Guelere, Diogo Tomé Cardoso Ramos, José Carlos Cabral e Fabiano Cabreira Goudinho. Além deles, um vigilante contratado de maneira terceirizada e que atuava na Penitenciária Industrial de Joinville.

O Ministério Público investiga vários crimes, como organização criminosa, tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas, corrupção ativa e passiva, associação criminosa e inserção de telefones celulares em estabelecimentos prisionais.

O Diário da Justiça do TJSC já publicou o afastamento do magistrado, Décio Menna Barreto de Araújo Filho, do Juizado Especial Criminal, que atuava na comarca de Joinville, a maior cidade do Estado.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: