Pular para o conteúdo

Barreiras imita Manaus e cria “Missão Covid” na semana mais crítica até agora.

27/05/2021

Barreiras no auge da crise sanitária, segundo o Painel do Coronavírus do Ministério da Educação, desenvolvido pela Rede Data Science BR (dsbr.org)

Difícil de acreditar que mesmo depois de vetado por organismos internacionais, como a OMS, e de catástrofes, como a crise de Manaus, médicos do Oeste baiano, imbuídos de um profundo sentimento bolsonarista, estão propondo a adoção do tal “tratamento precoce”, usando como fundamentos um vermífugo descoberto em 1937 e a tal da hidroxicloroquina.

Imitando a fracassada “Missão Covid Manaus”, que causou mais de 8 mil mortes em Manaus (4.430 nos primeiros 60 dias do ano), um grupo de médicos de Barreiras, contaminados por um pernicioso viés político, resolveram, lançar, por baixo dos panos a tal “Missão Covid Barreiras”, com um apoio da prefeitura municipal e que funcionará travestida de Centro de Acolhimento a Pacientes Suspeitos de COVIS, inaugurado hoje no Parque de Exposições de Barreiras.

A tal Missão Covid Barreiras foi gestada e é tocada por um grupo de médicos bolsonaristas que incluem proctologistas, obstetras, ginecologistas, donas de clínicas e ortopedistas. Com a tutoração de um conhecido urologista de poucos cabelos e um cirurgião plástico. Turma muito distante de serem infectologistas, pneumologistas, anestesistas e intensivistas, gente especializada que trabalham na linha da frente da Covid.

A tal Missão Covid Barreiras defende o tratamento precoce mesmo depois de reprovado em todo o País. E fruto de investigação em uma CPI no Senado Federal. Hoje mesmo o prefeito de Leme, no interior de São Paulo, foi proibido pela Justiça de adquirir e aplicar o tal tratamento precoce. Esses médicos doidivanas podem complicar, ainda mais, a situação legal do prefeito Zito Barbosa.

Tudo feito de forma escamoteada, na surdina, pelas sombras. Bem ao modo de operar do governo bolsonarista.

Veja o que diz uma mensagem interceptada hoje, entre médicos que tratam do estabelecimento da Missão:

Boa noite Colegas

O Secretário de Saúde de Barreiras, sr. Melchisedec, me ligou hoje a tarde queixando que soube que tem áudios de Médicos do grupo relatando que a Prefeitura irá iniciar Tratamento Precoce, que vai comprar Hidroxicloroquina e ivermectina e estabelecer o Kit Covid pra distribuir na cidade. Pediu para que não divulgasse esses áudios, mesmo ele ciente que não foi por maldade de ninguém, mas que segundo ele, devido ao fato do Tratamento Precoce ser polêmico, ter uma mídia desinformada e diretrizes do governo do Estado da Bahia em contrário, que seria importante não divulgar postagens dessa forma.

Na própria reunião que tivemos anteontem, combinamos de que o Projeto se chamará Missão Covid Barreiras e terá como objetivo o Tratamento nas fases iniciais da doença e que evitaríamos o termo Tratamento Precoce. Dessa forma peço cuidado nas postagens, a mídia social é igual “fogo de munturo” quando espalha é difícil de conter.

Pelo teor da mensagem e os subterfúgios propostos já deixam bem claro que coisa boa e licita não é.

Prezados promotores do nosso valoroso Ministério Publico Estadual e Federal, fiquem atento a este movimento. Ao uso indevido das verbas da Saúde e ao prejuízo à saúde dos nossos barreirenses. E sem querer ensinar Pai Nosso a Vigário, eu mandaria checar as receitas dos pacientes atendidos nesse Centro de Acolhimento.

Barreiras, Luís Eduardo, São Desidério, Catolândia, Cotegipe, Baianópolis, Cristópolis, Cotegipe, Angical e Riachão das Neves. Média móvel de casos em evolução.

8 Comentários leave one →
  1. Joao permalink
    28/05/2021 4:31

    Enquanto tantos padecem nos leitos hospitalares e muitos mais sofrem no silêncio de suas casas à espera de uma vaga, o poder (minúsculo mesmo) instituído sucumbe à vontade de poucos: Um
    clube de representantes de si próprios e um ajuntamento de profissionais que juraram cuidar da saúde alheia pretendem reproduzir nesta cidade o que é rejeitado na imensa maioria dos países. Um centro de distribuição de medicamentos ineficazes e de divulgação, por consequência, de uma política burra, postas as consequências, e genocida. Tudo em nome da “nova” política. Não os mando lamber sabão pois acho que são capazes de não entenderem a mensagem e realmente buscarem o saponáceo para cumprir o que foi ordenado.

    • Luís Fernando Reis permalink
      28/05/2021 7:19

      Palavras escritas por uma mente imunda. E Lula é ladrão.

  2. Claudio permalink
    28/05/2021 7:28

    Quantas vidas poderiam ter sido poupadas se ao invés de as pessoas ficarem defendendo ideologias baseadas na ignorância e na negação, se concentrassem na luta pela vacinação em massa.

    Acorda meu Brasil, para vencermos essa crise só existe uma solução: VACINA PARA TODOS JÁ!!!

  3. Lobo permalink
    28/05/2021 10:45

    Por isso já se mostrava qualidade da assistência médica prestada à população do Oeste. Charlatanismo com a vida alheia, será que Europa, EUAs, Japão e muitos outros países estão de braços cruzados ao não adotarem esse irresponsável tratamento precoce? Uma vergonha o que acontece no Brasil, vacina sendo combatida, até por profissionais de saúde, ao mesmo tempo que fazem a defesa dessa vigarice.

    • Tatiane permalink
      28/05/2021 17:10

      Que reportagem absurda é essa? Estou chocada, como que a população não acorda e luta pelos seus direitos. Esses médicos que vcs estão citando aí estão querendo salvar vidas. Vcs que fizeram essa reportagem por um acaso são médicos? Quem tem autonomia para tratar o paciente é o médico, mais respeito pelos médicos que estão querendo salvar a população. Esse protocolo está sendo aplicado em Porto Seguro, por exemplo, e está dando certo.

  4. Peres Barreto permalink
    28/05/2021 13:07

    Que reportagem ridícula e politiqueira. A AUTONOMIA médica em sua prescrição deve ser respeitada. Cabe um processo por difamação e calúnia…

  5. Joao Luis Santos permalink
    28/05/2021 17:36

    Infelizmente a narrativa deste jornal reflete a narrativa dos esquerdopatas. Se está tão eficiente assim as condutas atuais, por que o alto índice de mortos e doentes graves?
    E assim que vai ser? Quanto pior, melhor ? Está bom assim para a população?
    Triste ver a politização de uma pandemia…vergonhoso!

  6. Maria Judith permalink
    30/05/2021 15:57

    Chocada com as palavras usadas no texto, e a politização do tratamento de uma doença, que só quem tem condições de tratar é o profissional que estudou medicina. E agora diante de um problema de saúde pública mundial, tem de jornalista à jornaleiro querendo determinar qual o remédio pra curar a tal doença!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: