Pular para o conteúdo

Mandetta diz em CPI que Bolsonaro tentou uma nova bula para Cloroquina. Aí tem!

04/05/2021

O Presidente Jair Bolsonaro exalta a cloroquina. Foto: AFP

Entre centenas de afirmações comprometedoras na CPI do Genocídio, o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta disse que o Presidente da República tentou, na ANVISA, alterar a bula da Hidroxicloroquina para indicá-la no tratamento do Coronavírus.

Não conseguiu, sob negativa do Presidente da Agência, mas mesmo assim, por meses, defendeu o uso do medicamento como preventivo à Covid-19.

Bolsonaro pediu ao Exército que produzisse, com insumos de terceiros, uma quantidade enorme de comprimidos da Cloroquina. Até hoje não se sabe quais os números exatos dessa partida. Mas existem sérias e graves desconfianças que o Presidente tinha interesses financeiros e políticos com os fabricantes dos insumos, apoiadores de sua campanha.

Veja aqui, em Carta Capital, os caminhos obscuros da Cloroquina e as mentiras de Pazuello em depoimento no Senado, em janeiro deste ano, quando faltou com a verdade aos senadores.

Por isso Pazuello está se desviando do depoimento na atual CPI, alegando ter tido contato com infectados por Covid. Sabe que pode responder pelo crime de falso testemunho, se voltar a repetir inverdades no âmbito da Comissão.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: