Pular para o conteúdo

Pode parar Sr. Presidente. A meta de 30 mil mortes já foi dobrada 9 vezes.

07/03/2021

Nunca esqueça, sr. Presidente: quando o povo se levanta o fim é trágico

A média móvel de óbitos causadas pela Covid-19 atingiu 1.496 vítimas nos últimos sete dias. Uma morte a cada 57 segundos. A mais alta desde o início da pandemia.

Para um Presidente que dizia, quando deputado, que a Ditadura deveria ter matado mais 30 mil esquerdistas, podemos convir que ele dobrou a meta bem umas nove vezes. Na terça-feira ultrapassaremos 270.000 mortes.

Diz o jornalista Fernando Brito:

O manifesto de 22 governadores anunciando que, à revelia da União, tomarão em conjunto medidas restritivas é sinal claro de que a autoridade central do país está em colapso, ao que parece dedicada a promover eventos turísticos a Israel, com uma comitiva de desqualificados, entre eles o imbecil do filho presidencial dizendo que nosso país é “adequado” para os testes de um spray “milagroso” porque é “miscigenado”.

Diz ainda o Jornalista no site DCM:

Não são só pessoas – e muitas pessoas – que estão morrendo pela omissão do governo, mas a própria noção de país minimamente organizado, neste quadro onde proliferam bobagens como a ideia de que municípios podem sair mundo afora comprando vacinas que não lhes venderão enquanto o Governo Federal se mete em qualquer negócio, mesmo os mais fantasiosos, para anunciar milhões de doses que não existem.

Enquanto as mortes escalam, a Federação se dissolve. Tudo sob os auspícios de um Exército que vivia vociferando contra o “caos e a anarquia.”

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: