Pular para o conteúdo

Vivemos entre balas perdidas e achadas. Só com sorte vamos sobreviver.

01/12/2020

Hoje faz um ano que nove jovens morreram e doze ficaram feridos na favela de Paraisópolis, em São Paulo. Ninguém ainda conhece os responsáveis pelas mortes.

É assim mesmo. A vereadora Marielle e o seu assessor morreram no Rio de Janeiro a mais de 1.000 dias e o Presidente da República não foi capaz nem de perguntar ao seu vizinho de porta quem mandou matar a moça e o rapaz.

Da mesma maneira que ele também não tem a curiosidade de saber porque o seu amigo Fabrício Queiroz deposita dinheiro na conta da sua mulher.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: