Pular para o conteúdo

Candidato derrotado e asseclas tentam pautar a Justiça Eleitoral de Luís Eduardo

29/11/2020

O que se viu em três anos e onze meses, entre arbitrariedades e desmandos, na gestão municipal de Luís Eduardo Magalhães, se replica agora, no rescaldo das eleições, quando o atual gestor foi derrotado, nas urnas, por uma margem de 20% dos votos válidos.

Sem embargo, a vontade soberana do povo está ainda sofrendo ataques, por parte de blogueirinhos inexpressivos, paus mandados do candidato derrotado, numa tentativa de pautar a Justiça Eleitoral.

É o clássico “jus esperneandis”, o direito de espernear depois da derrota acachapante.

Veja o nível da mensagem do blogueirinho a um desafeto político, depois de uma matéria sem pé nem cabeça:

O choro das viúvas não acaba e compromete até o judiciário eleitoral.

As carpideiras do óbito político do atual prefeito continuam chorando, gritando e esperneando, chegando ao ponto chocante de insinuar que o judiciário eleitoral está emparelhado com o prefeito derrotado.

Em desespero total, o blogueirinho muito “macho” vinculado a gestão, envia mensagens revoltadas a alguns opositores, como no print acima, ameaçando que o “juiz eleitoral irá caçar”, com Ç, o “prefeitinho” eleito, visto que o atual prefeito Oziel Oliveira é um político profissional cheio de contatos, manobras e artimanhas.

Disto todos nós sabemos, lembrando a esse blogueirinho que o candidato derrotado coleciona mais de 70 processos, dentre eles, condenações em segunda instância que impossibilitariam sua candidatura baseado na lei da Ficha Limpa, porém seguradas a grosso modo com uma liminar concedida por um juiz preso na operação Faroeste.

Sendo assim, não adianta espernear ou chorar, pois a justiça que permite um condenado em segunda instancia se candidatar e tornar prefeito é a mesma para o “prefeitinho” sem nenhum processo, o qual foi eleito com cerca de 60% dos votos, 10 mil votos à frente do  segundo colocado.

Fato acontecido, não obstante a máquina com quase 2 bilhões de arrecadação nos 4 anos de governo, a qual não mediu esforços para catapultar o prefeito à reeleição.

                O choro e ranger de dentes de muitos militantes do prefeito derrotado, mostram que esse pessoal não estava nem um pouco preparado para perder as gordas tetas do governo, visto que não aceitam a derrota.

Estão, desde o dia seguinte da eleição, inventando qualquer situação na tentativa de justificar a derrota esmagadora, ou desacreditar o processo eleitoral, assim como o trabalho exaustivo e imparcial do Senhor Magistrado, titular da Vara Eleitoral.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: