Pular para o conteúdo

País atinge recorde de desemprego e de sub-empregados.

28/11/2020

O índice de desemprego no Brasil subiu para 13,8% no trimestre maio-julho, um recorde desde o início da série histórica em 2012. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Agora a taxa aumentou ainda mais: A flexibilização das medidas de isolamento social fez com que mais pessoas passassem a procurar emprego no Brasil.

Com isso, a taxa de desemprego subiu para 14,4%, no trimestre encerrado em agosto, a maior taxa da série histórica, iniciada em 2012. No total o país tem 13,8 milhões de pessoas na fila do desemprego. Os dados foram divulgados hoje e fazem parte da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Perto de 30 milhões de pessoas estão sub-empregadas, vivendo de bicos. Outros 6 milhões são os desalentados: aqueles que pararam de procurar emprego e estão vivendo do auxílio emergencial.

One Comment leave one →
  1. Zé da Luz permalink
    29/11/2020 8:42

    FIQUE EM CASA!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: