Pular para o conteúdo

O nome do jogo é tráfico de influência. Dá muito dinheiro, mas pode acabar mal.

23/08/2020

Jajá e Aras: bons negócios.

Informação exclusiva da Revista Crusoé:

Jair Bolsonaro pediu ao Procurador Geral da República, Augusto Aras, para que o advogado Frederick Wassef, que recebeu milhões da JBS, fosse recebido na PGR para tratar da renegociação do acordo de delação da companhia.

Mais: Bolsonaro telefonou pessoalmente para o procurador que recebeu o advogado.

Michel Temer recebeu Joesley Batista, da JBS, pela garagem do Palácio Jaburu. Prevaricou. E balançou, quase caiu. Bolsonaro agora dá sequência ao jogo.

One Comment leave one →
  1. Lobo permalink
    23/08/2020 12:54

    Estou sentindo uma falta dos indignados que assombravam por aqui. Onde estarão? O que os incomodava era realmente a trambicagem dos outros? Será que as traquinagens dos novos homens de bem ou será bens não os incomodam?
    A verdade sobre o que realmente importava no impeachment de 2016 fica mais e mais claro, a cada dia, não só em relação aos donos do Brasil, como também em relação à parte da sociedade brasileira que defendia a morte aos ladrões e corruptos e hoje estranhamente defendem o oposto como o que está aí, ou o que virou lugar comum, ficam convenientemente na moita à espera do próximo santo ungido, prontos para se iludirem novamente, mesmo que seja um certo marreco que já mostrou as garras algumas vezes, portanto, não permitindo aos “patriotas” alegarem que foram enganados se embarcarem nessa nova aventura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: