Pular para o conteúdo

Barreiras: Prefeitura assume o risco e libera atividades não essenciais

28/05/2020

Justo no momento em que se expande a base de contaminação comunitária do Corona Vírus, a Prefeitura de Barreiras, pressionada pelos comerciantes e pela provável queda vertiginosa de arrecadação, resolveu liberar atividades não essenciais no Município. 

A Prefeitura de Barreiras publicou nesta quarta-feira (27), o Decreto nº 95, que permite o funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes, salões de beleza, barbearias e academias, a partir das 00:00h de 28 de maio, quinta-feira.

O documento traz ainda, as medidas que serão adotadas e fiscalizadas nos estabelecimentos, para que as atividades sejam realizadas sem prejuízos à saúde de trabalhadores e clientes.

Segundo o decreto, salões de beleza, barbearias e estabelecimentos similares poderão atender das 7h00 às 20h00, com limite de uma pessoa a cada 2m², com agendamento prévio e sem sala de espera. No local, não poderão ser ofertados bebidas ou produtos do gênero alimentício. “É obrigatório a utilização de máscara de proteção respiratória, cujo uso deverá cobrir, necessariamente, a boca e o nariz, pelo cliente e pelo profissional responsável pelo atendimento, durante todo o período de permanência do cliente no interior do estabelecimento”, informou o secretário de saúde Anderson Vian.

Sobre academias e espaços do gênero, funcionamento ficará limitado ao número de uma pessoa para cada 5m², das 5h00 às 22h00, não podendo o número de clientes ser superior a dois por instrutor. Os equipamentos (barras, alteres, colchonetes ou outros acessórios), deverão ser utilizados de forma individualizada, e higienizados com solução de álcool 70% ou outra substância desinfetante antes e depois do uso.

Bares, food trucks e restaurantes poderão funcionar com atendimento ao público até as 23h 59 e com acesso ao estabelecimento até às 23h00, respeitando o distanciamento de 2 metros entre as mesas e com quantidade máxima de duas pessoas da mesma família ou do grupo de convívio social. O decreto elenca outras necessidades, a exemplo de instalação de barreiras nos serviços de buffet, revezamento das equipes de trabalho, higienização e fixação de material informativo visível aos clientes.

2 Comentários leave one →
  1. Lobo permalink
    28/05/2020 11:21

    Não consigo entender. Quando não tinham casos, fecharam quase tudo. Agora que começa uma escalada de contaminação, abrem tudo. Quem administra Barreiras ou a saúde de Barreiras? Deve ser o próprio vírus!

    Isso apenas prova a qualidade dos homens públicos do Oeste baiano. Bem rasteira.

  2. Florentino Martins permalink
    28/05/2020 13:46

    AO MEU SENTIR O PREFEITO ESTÁ CORRETO . POIS OS EMPRESÁRIOS E MICROS PRECISAM ABRIR SEUS ESTABELECIMENTOS PARA GARANTIR SEUS COMPROMISSOS .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: