Pular para o conteúdo

PRF encerra Operação Ano Novo com menos violência nas estradas. Foram 70 vítimas fatais.

02/01/2020

Apesar da redução no número de acidentes e mortos nas rodovias federais, muitos motoristas ainda insistiram em condutas perigosas, como beber e dirigir

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou, nesta quarta-feira (1º), a Operação Ano Novo com o registro de menos violência nas estradas de todo o país se comparado ao feriadão de Natal.

Os números de acidentes e mortes caíram, mas muitos motoristas ainda contrariaram as regras de um trânsito seguro e foram flagrados pelos policiais, que atuaram em pontos estratégicos onde são mais recorrentes os acidentes e as infrações.

A Operação Ano Novo teve início no último sábado (28) e se encerrou nesta quarta (1º). Nesse período, foram registrados 863 acidentes, que resultaram em 70 mortes. Cerca de 139,5 mil pessoas e 134 mil veículos foram fiscalizados.

Já na Operação Natal, realizada entre os dias 21 e 25 de dezembro, a PRF atendeu 1.134 acidentes, nos quais 97 pessoas perderam a vida.

Para centenas de PRF que não mediram esforços para garantir a fluidez e a diminuição da violência no trânsito, a redução é motivo para comemorar, e, especialmente, um indicativo de que ainda é necessário apostar na estratégia de conscientização de todos.

Isso porque, apesar do órgão registrar menos violência nas BRs, muitos motoristas ainda insistiram em condutas perigosas, como beber e dirigir e ultrapassar em locais proibidos.

Essas duas práticas estiveram no topo do ranking das infrações nos dois feriadões. Durante a Operação Ano Novo, 1.343 motoristas que beberam antes de assumir a direção foram autuados; 113 foram detidos. Já no Natal, foram multadas 1.592 pessoas; 163 acabaram na delegacia pelo crime de alcoolemia ao volante previsto no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Cerca de 115 mil testes de etilômetro (“bafômetro”) foram realizados nos dois períodos.

A pressa fez com que muitos condutores realizassem ultrapassagens indevidas durante a viagem.

Os PRFs flagraram, nesta última operação, 4.986 motoristas realizando a manobra em locais proibidos ou de forma arriscada.

Além desses, foram autuados também ocupantes de motocicletas que não usavam o capacete (735); motoristas (1.627) e passageiros (2.313) sem o cinto de segurança; e outros que se arriscaram fazendo uso do celular enquanto dirigiam (114).

No Natal, a imprudência esteve ainda mais presente nas rodovias federais. Cerca de 5.520 ultrapassagens indevidas foram registradas. 907 ocupantes de motocicletas não usavam capacete e foram multados; motoristas (1.808) e passageiros (2.376) seguiam viagem sem o cinto de segurança; distraídos com o celular, 241 condutores também foram autuados.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: