Pular para o conteúdo

“Não vou passar a mão em cabeça de moleque mimado”, diz Joice sobre Eduardo.

21/10/2019

Joice Hasselmann: metralhadora pesada assestada contra o Planalto.

Do Estadão, editado.

A ex-líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), reagiu neste domingo, 20, aos ataques feitos pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) em transmissão ao vivo pelas redes sociais. Em live no YouTube, Joice afirmou que não tem “nada a ver com cargo” nem com “rachadinha”.

“Olhe, meu amigo, quem gosta de cargo é você, é a turminha aí”, respondeu Joice à crítica de Eduardo Bolsonaro, de que ela teria perdido 30 cargos na liderança do governo no Congresso.

Joice afirmou que não preencheu “nem meia dúzia” das vagas na liderança do PSL.

“Eu não vou mentir, não vou enganar e não vou passar a mão na cabeça de moleque mimado porque eu trabalhei mais do que qualquer um dentro do PSL para o presidente da República”, declarou. Ela disse que é experiente na “arte de engolir sapo”, mas que há limites.

‘Campanha’

A ex-líder disse que há uma “campanha orquestrada” contra ela e questionou se há dinheiro público envolvido. A deputada afirmou ainda que é possível o País dar certo, mesmo com as “associações de crises nos últimos nove meses, uma atrás da outra” “Mesmo com aliados sendo fritados, mesmo com campanhas na internet para destruir reputações, igualzinho o PT fazia”, declarou.

Ela argumentou que tem o direito de divergir. “Se não eu não vivo numa democracia. Aí, (se não puder discordar) é ditadura, não é democracia.” Joice afirmou que as pessoas não podem ser perseguidas, achacadas nem ameaçadas porque divergem.

A deputada do PSL comentou ainda a saída do ex-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República Gustavo Bebianno. “Não concordei com a forma como o Bebianno foi sacado do governo. Eu disse isso ao presidente, foi falta de respeito, tentei fazer uma composição para que houvesse uma tranquilidade.” De acordo com Joice, os aliados do presidente estão sendo transformados em inimigos.

A verdade é que os correligionários de Bolsonaro fizeram uma oposição mais feroz ao Governo nestes últimos 10 dias que PSOL, PT e PCdoB nos últimos nove meses. E muita coisa mal cheirosa ainda será jogada no ventilador nos próximos dias. Creiam. 

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: