Pular para o conteúdo

Governo resiste ao desenvolvimento da CPI das fake news.

29/09/2019

Lídice da Mata (PSB-BA)

O Presidente da República, o seu partido, o PSL, os deputados e senadores mais chegados ao Planalto, resistem, com exagerada tenacidade, à ideia de uma Comissão Parlamentar de Inquérito sobre as chamadas fake news, notícias falsas geralmente impulsionadas por computadores robôs para os milhares de usuários das mídias sociais.

A deputado Lídice da Mata, escolhida como relatora da CPI, disse que se sente pressionada pelo Governo no desenvolvimento dos trabalhos:

“O presidente fala contra a CPI. Aliás, o presidente fala contra muita coisa nesse país. A tudo o que diz respeito a direitos, a dignidade, ele é um opositor. Não é a primeira vez que o governo faz confusão com fake news. Votamos recentemente uma legislação a respeito do crime de disseminar mentiras nas redes, e o filho do presidente, Eduardo Bolsonaro, atacou a posição da Câmara. Fica cada vez mais a suspeita de que há algo muito estranho no reino da Dinamarca, ou no reino do Brasil, na família monárquica, em que não se pode tratar do assunto fake news”, sugeriu a deputada.

A medida que a comissão avance, ela não descartou a possibilidade do segundo filho do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), ser convocado para depor. Até o momento, a única pessoa ligada à Presidência da República, convocada pela CPI, foi a assessora do Planalto, Rebecca Félix. Segundo Lídice, ela coordenou as mídias da campanha do presidente.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: