Pular para o conteúdo

Revista diz que Hélio Negão foi pivô da crise Bolsonaro x PF.

07/09/2019

Uma investigação da Polícia Federal contra o deputado federal Hélio Lopes (PSL-RJ), amigo do presidente Jair Bolsonaro, é o verdadeiro motivo da guerra do mandatário com a corporação, de acordo com a Revista Veja.

Há 12 dias, o próprio presidente esbravejou no portão do Palácio da Alvorada, em conversa com a imprensa, referindo-se a uma bomba que estava “para estourar” em “uma pessoa importante que está do meu lado”.

O recado seria para a PF do Rio de Janeiro, comandada por Ricardo Saadi.

Lançado a prefeito do Rio por Bolsonaro, Negão virou alvo dos agentes por crimes que teriam sido cometidos há mais de quinze anos, de acordo com a publicação.

Bolsonaro teria sido alertado pelo amigo e viu no caso uma ação da PF para tentar intimidar seu grupo político.

Na própria PF, segundo a Revista, circula a hipótese de que uma ala da polícia mirou em Negão justamente para queimar Saadi no Planalto.

No entanto, “o tiro” atingiu o diretor Maurício Valeixo. Por Juliana Almirante no Metro1.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: