Pular para o conteúdo

Léo Índio, o “caçador de comunistas”. Veja como os radicais agem.

15/07/2019

Foto de Dida Sampaio

Matéria de Renato Onofre, no Estadão, conta como o priminho fofolete dos filhos de Bolsonaro, é voluntário para missões de “caça aos comunistas” remanescentes no Governo.

O dito cujo está fazendo relatórios voluntários, inclusive viajando aos Estados – Maranhão, Bahia e Minas – para investigar in loco quem seriam os eventuais comunistas. Pago pelo Governo, pois ganha um salário de mais de 22 mil reais como assessor de um Senador.

Tem que avisar o rapazote que a União Soviética foi dissolvida em 26 de dezembro de 1991, como resultado da declaração nº. 142-Н do Soviete Supremo da União Soviética. A declaração reconheceu a independência das antigas repúblicas soviéticas e criou a Comunidade de Estados Independentes (CEI). Desde essa data, comunismo é apenas uma referência histórica.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: