Pular para o conteúdo

Três milésimos de segundo separam Mercedes e Ferrari depois da segunda semana de testes

02/03/2019

Ao final de 8 dias de testes da F1 em Barcelona, a tabela de tempos indica que neste ano a batalha entre Ferrari e Mercades deve continuar palmo a palmo das pistas na categoria mais veloz do automobilismo.

Por seu turno, a austríaca Red Bull Racing – agora empurrada pelos lendários motores Honda – Renault, Toro Rosso, McLaren, Haas e Alfa Romeo disputarão a bárbara luta de primeira equipe depois dos ponteiros.

A Racing Point, com novo proprietário e muito dinheiro, e a legendária Williams, de tantas vitórias na Fórmula 1, continuarão disputando as últimas posições no grid.

A primeira prova da temporada acontecerá em Melbourne, na Austrália, daqui a duas semanas, em 17 de março. Na próxima semana o grande circo da F1 se muda de malas e bagagens para a Oceania.

O Grande Circo da Velocidade

Estima-se que cada equipe costuma viajar mais de 160 mil quilômetros entre corridas e sessões de testes ao longo dos oito meses de uma temporada.

Para se ter uma ideia, na temporada de 2017 do Grande Prêmio Heineken do Brasil de Fórmula 1, realizado no autódromo de Interlagos, em São Paulo, foram mais de 600 toneladas de carga trazidas do México, num total de seis voos em aeronaves cargueiras Boeing 747-400 e Boeing 747-800.

Todo esse aparato foi descarregado no aeroporto de Campinas e enviado a São Paulo por nada mais, nada menos que 80 carretas com caminhões Scania em mais de 200 viagens.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: