Pular para o conteúdo

Mercedes Benz se sagra, em Interlagos, campeã mundial de construtores na F1.

11/11/2018

Foto de Jonne Roriz

 

1) Mercedes, 620 pontos
2) Ferrari, 553
3) Red Bull/TAG Heuer, 392
4) Renault, 114
5) Haas/Ferrari, 90
6) McLaren/Renault, 62
7) Force India/Mercedes, 48
8) Sauber/Ferrari, 42
9) Toro Rosso/Honda, 33
10) Williams/Mercedes, 7

Como estava previsto, foi uma corrida de arrepiar aficionados no GP de Fórmula 1 em Interlagos. Mesmo sem a presença de pilotos brasileiros, um público de mais de 150.000 pessoas esteve presente no autódromo, para ver mais uma vitória de Lewis Hamilton.

Max Verstapen foi escolhido pela crônica como o melhor piloto da corrida, levando sua Red Bull à liderança, só perdida depois que o piloto francês Esteban Ocon da Force India fez uma bobagem no S do Senna, levando o holandês a rodar e perder preciosos segundos. 

Com isto, Hamilton, mesmo com os pneus em estado de decomposição, levou sua Mercedes à frente, com vantagem de apenas 1,4 segundo para Verstappen. 

Verstappen terminou na segunda posição, com Kimi Raikkonen completando o pódio brasileiro.

Hamilton largou na pole position e manteve a dianteira até sua parada nos boxes, quando o holandês da Red Bull assumiu a liderança da corrida em Interlagos.

Verstappen tinha boa vantagem na liderança, quando ao tentar ultrapassar Ocon, foi tocado pelo piloto da Force India e acabou rodando. Ocon foi punido com 10 segundos.

Valtteri Bottas (Mercedes) foi o quarto colocado, à frente de Sebastian Vettel (Ferrari).

Lecrerc, o melhor fora das 3 grandes equipes, vai incomodar Sebastien Vettel na próxima temporada na Ferrari. Talento e juventude levarão o tetra-campeão a competir dentro da própria equipe, depois de uma segunda metade de temporada sem brilho e cheia de erros. A partir da GP da Alemanha, quando saiu da pista em baixa velocidade.

Sauber Ferrari-Alfa Romeo frequentou a zona de pontuação este ano pelas mãos de Lecrerc, depois de ser a última colocada em 2017.

O “melhor do resto” foi o monegasco Charles Leclerc. O piloto da Sauber, que vai assumir a vaga de Raikkonen na Ferrari em 2019, fez um final de semana perfeito no Brasil, coroado com a sétima posição ao cruzar a linha de chegada.

A dupla da Haas diminuiu a diferença entre a Renault para 24 pontos, com Romain Grosjean e Kevin Magnussem na P8 e P9, respectivamente. Na Renault, Carlos Sainz foi o 12º enquanto Nico Hulkenberg abandonou com problemas em seu RS18.

Sergio Perez, da Force India, fechou a zona de pontuação.

A etapa final do Campeonato Mundial 2018 da Fórmula 1 acontece no entre os dias 23 e 25 de novembro, em Abu Dhabi.

 

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: