Pular para o conteúdo

Feira de Santana: juiz manda soltar 320 presos por falta de condições do presídio

01/10/2018

O juiz da vara de execuções penais da Comarca de Feira de Santana, Waldir Viana Júnior, alegou falta de estrutura do presídio local e mandou soltar 320 detentos que estavam no regime semiaberto. Noventa e três já foram soltos. Outros 27 devem ser soltos nesta segunda-feira.

No País, um presidiário comum custa entre R$1.500,00 e R$2.200,00 ao mês. É incrível como os governos se sucedem e não são capazes de encontrar soluções de trabalho e ocupação, principalmente para esses que já ganharam progressão de regime.

Soltar 320 pessoas numa cidade que enfrenta problemas graves de emprego é a mesma coisa que mandar delinquir. O presídio está interditado para receber novos presos desde abril deste ano por motivo de superlotação.

 

O presídio abriga 1.800 presos, com capacidade máxima para 1.300. Com a interdição, as delegacias de polícia de Feira de Santana estão abrigando os presos, numa clara ilegalidade.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: