Pular para o conteúdo

O ocaso do caudilhismo tem sua principal expressão na Venezuela

07/09/2018

 

Poder aéreo protegido por moderna defesa antiaérea

 

Simulador de míssil antiaéreo e mísseis capazes de derrubar o mais equipado avião em contra-medidas.

Quando vejo alguns desavisados de direita, em sua maioria iletrados, para não dizer quase analfabetos, vociferarem na internet que “lugar de comunista é na Venezuela”, gostaria de  esclarecer de uma vez por todas.

O golpe na Venezuela foi de direita, perpetrado por um coronel do Exército, com o apoio do Grande Irmão do Norte. Chavez, na ânsia de ganhar mais tempo no poder, aderiu ao populismo e, abandonado pela CIA, optou pelo apoio Russo e Cubano.

Misturando uma salada de ideologias, inspirado diversas correntes, o Chavismo, comumente considerado uma vertente populista do secular caudilhismo latino-americano, é composto por três fontes básicas: as ideias de Simón Bolívar, Ezequiel Zamora e Simón Rodríguez, e também um socialismo revisado que é definido como o “socialismo do século XXI” . Da mesma forma, o chavismo toma ideias de: Ernesto Guevara, Fidel Castro, Augusto César Sandino, Camilo Cienfuegos, entre outros. 

A adesão ao populismo e ao socialismo foi a maneira que Chavez tinha para comprar armas – 100 mil fuzis Kalashnikov – e uma grande esquadrilha de Sukhoi Su-30MK2 , um dos mais modernos da Rússia, além da mais eficaz defesa antiaérea de toda a América Latina. Os 24 Sukhoi estão ativos e havia uma promessa – não se sabe se confirmada – de compra de mais 12 unidades, muito bem equipados com mísseis ar-ar e ar-terra.

A Venezuela possui 5.000 mísseis antiaéreos, que podem ser operados por um único soldado, treinado em simulador, capaz de derrubar os aviões mais sofisticados em contramedidas de ataques terra-ar. A proteção de Maduro é que poucos exércitos, inclusive a muito bem equipada força armada colombiana, teriam coragem de arcar com as pesadas perdas de uma invasão aérea, restando a invasão terrestre, sempre com perdas previsíveis e desgastantes em homens e recursos.

Bolacha ganha por pilotos venezuelanos ao completarem 200 horas de voo nos sofisticados SU

Seu projeto de poder incluía uma inserção geopolítica positiva na região.

A Venezuela só é a merda que conhecemos hoje por causa de um golpe militar, que achou mais fácil o atalho do populismo para perpetuar-se no poder.

Assim como o balouçante regime militar argentino resolveu invadir as Malvinas, para, no que achavam ser um golpe de mão, perpetuarem-se no coração da aguerrida Nação do prata.

Ditadores populistas, a praga da América Latina, da África, do Oriente Médio, do Sudeste Asiático.

Então parem de zurrar aos progressistas: “Que vão para a Venezuela”. O golpe lá foi de direita e só se tornou populista para ampliar o horizonte histórico do regime.

One Comment leave one →
  1. jose de oliveira permalink
    07/09/2018 19:31

    O grande mal do Brasil é que o nível de escolaridade de seu povo, na média, está muito aquém do mínimo que deveria atingir para ostentar a condição de pais subdesenvolvido.Aduz mais que educação e cultura nunca foram metas de nenhum governante deste terrão desde o ano de 1.500

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: