Pular para o conteúdo

Tópicos para reflexão nas manifestações deste sábado em Correntina

10/11/2017

Independente do grande acordo que se possa traçar em todo o Oeste, alguns itens são importantes:

  1. Uma moratória para a outorga de águas no mínimo pelos próximos 10 anos.
  2. A proibição da tomada de água dos rios do Oeste, com exceção daqueles destinados à pequena agricultura e dessedentação animal e humana, no período de julho a novembro.
  3. O estabelecimento de um comitê multilateral específico para tratar do meio ambiente, que trate inclusive da remuneração da retirada da água dos rios e lençóis freáticos superficiais e profundos.
  4. A retomada dos estudos técnicos da situação do aquífero Urucuia e a determinação da sua capacidade de fornecimento de água. 
  5. Proteção ampliada não só das nascentes dos rios e veredas, como das chaminés de realimentação do Aquífero.
  6. A proposição de um plano semelhante ao projeto público de irrigação Formoso, gerido pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) em Bom Jesus da Lapa. O Formoso proporciona mais de 10 mil empregos, fatura R$285 milhões por ano de frutas diversas, em 7,9 mil hectares, e consome pouca água através do gotejamento e da micro-aspersão.

  Projeto Formoso: preservação do meio ambiente, compromisso com o social, geração de renda e de cidadania.

One Comment leave one →
  1. jose de oliveira permalink
    11/11/2017 21:53

    Dar gosto de ver uma foto magistral de uma pequena demonstração do que uma várzea, uma vereda, um brejo em meio ao gerais. Saber que até o final dos anos 60 paisagem desse jaez tomava conta de mais da metade das terras do meio oeste baiano.Depois que chegaram os “Gauchos” pessoas egressas dos estados do sul do pais, que aos poucos foram grilandos as terras e devastando o meio ambiente, cenas desta magnitude são raras de se vê.É por isso que os rios do meio oeste estaõ secando. É por isso que o velho Chico não tem mais agua para navegação, nem mesmo para beber como ocorre nas cidades situadas na sua foz. O mar está fazendo o caminho inverso, adentrando ao rio com suas aguas salinizadas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: