Skip to content

O Brasil precisa estar com os olhos fixos no que está acontecendo na Venezuela

31/07/2017

Imagem do jornal El País

A Venezuela é um pequeno país, menos de 30 milhões de habitantes. E tem 916.445 km². A população é 7 vezes menor do que a brasileira. E tem um pouco mais de 10% da área do território brasileiro. Mas infelizmente repousa sobre um manto de petróleo calculado em 298 bilhões de barris de petróleo, mais que a Arábia Saudita, só pra citar um exemplo. E tem capacidade de produzir todo dia 4 milhões de barris do “ouro negro” ou gás equivalente.

Esse é o problema. Hoje morreram 12 pessoas em combate de rua, menos talvez que em pequenas regiões metropolitanas, como Salvador e Porto Alegre, só pra citar duas capitais onde a violência recrudesceu nos últimos anos.

Por outro lado, 80% dos habitantes da Venezuela estão passando fome ou se alimentando com menos do que deveriam.

Quem será capaz de apontar os culpados pela guerra civil que está instalada na Venezuela? Será só o preço deprimido do petróleo? Será só a decisão dos imperialistas norte-americanos em fazer a economia “gritar” antes que Maduro peça asilo em um País distante?

A Venezuela não tem importantes parcerias econômicas do Brasil e está até suspensa do Mercado Comum do Cone Sul. A importância, para o brasileiro comum, é ver, no país caribenho um exemplo de como as coisas podem acontecer no processo de desestabilização econômica e institucional de País. O mesmo pode acontecer no Brasil e necessariamente isso não precisa ser a longo prazo.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: