Skip to content

TJ-BA pode gastar R$1,4 milhão para festas, coquetéis e banquetes durante um ano

29/07/2017

A informação é do Bahia Notícias: 

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) poderá comprar R$ 309 mil em salgadinhos de festas, por um ano, para atender eventos da Corregedoria Geral de Justiça. Mas a conta poderia ser bem maior.

De acordo com o edital de licitação, somente para buffet, a Corregedoria poderia gastar R$ 535 mil. O custo total do evento, de acordo com a ata de registro de preço, poderá chegar a R$ 770 mil. Mas o valor total também poderia ser superior, ou quase o dobro: R$ 1,4 milhão.

Os eventos poderão atender 700 participantes e terão como alimentação café da manhã regional, almoço, jantar, brunch, coffe break e coquetel volante. A licitação apresenta possíveis cardápios, como pãezinhos de queijo, brioches, mugunzá, bolos, milhos, tapiocas, aipim, inhame e batata doce e frios diversos. No almoço, poderão ser servidos crepes, filé mignon ao molho de champignon, salmão ao molho de maracujá, camarões ao molho de uvas, croquetes de bacalhau, sequilhos, salgados e doces finos.

Além da comida, foram registrados preços para recursos humanos, no valor total de R$ 49 mil. Com este valor, poderão ser contratados fotógrafos, garçons, mestres de cerimônia, coordenadores de eventos, operadores de equipamentos audiovisuais, auxiliares de cozinha, fritadores, operadores de luz, entre outros.

Também há registro de preços para itens de comunicação visual no valor de R$ 81,5 mil e locação de equipamentos e serviços audiovisuais no valor de R$ 32,4 mil. Em arranjos florais, poderão ser gastos R$ 15,6 mil. Já em diárias de carros, R$ 9 mil. Com hospedagens, poderão ser gastos até R$ 35 mil.

A justificativa da contratação no edital é de que, “considerando que as necessidades da Administração são muito superiores a sua capacidade de atendimento, em virtude da falta de estrutura própria para realizá–los e por não serem serviços que constituem em sua atividade-fim, assim, se faz necessário uma contratação, para um futuro e eventual fornecimento de bens e prestação de serviços solicitados pelo Gabinete da Corregedoria Geral da Justiça, no âmbito da Capital e do Interior”.

One Comment leave one →
  1. Newton permalink
    30/07/2017 9:59

    Não deixa de ser uma ENORME corrupção servidores que recebem 100, 200, 300 mil reais de salários, sendo que o teto constitucional é de 33,7 mil reais. Por incrível que possa parecer a maioria desses são do judiciário, aqueles que deveriam estar respeitando a constituição acima de tudo. Uma pena que o Brasil tenha que conviver com isso. São bilhões e bilhões de reais “roubados” oficialmente por esses servidores que se beneficiam de proventos acima do teto constitucional.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: