Skip to content

Banco do Brasil lança agência especializada em agronegócio em Luís Eduardo Magalhães

18/07/2017

O Banco do Brasil lança, nesta quinta-feira, 20, sua primeira agência com atendimento especializado para o Agronegócio na Bahia. A unidade do BB em Luís Eduardo Magalhães funcionará em horário estendido por agendamento, com equipe especializada em soluções agro e investimentos, com consultoria de engenheiros agrônomos e mais agilidade na análise de operações de crédito rural.

A cidade será a 17ª praça a receber o atendimento especializado para o Agronegócio. Com 60% do mercado de crédito rural no país, o BB pretende expandir o atendimento especializado para outras regiões com vocação para o agronegócio no país.

Banco do Brasil e o Agronegócio

O Banco do Brasil é um dos principais agentes indutores do desenvolvimento do agronegócio no País. Atuando desde o pequeno produtor às grandes empresas agroindustriais, o BB financia o custeio da produção e a comercialização de produtos agropecuários, estimula os investimentos rurais como armazenamento, beneficiamento, industrialização de produtos agrícolas e modernização de máquinas e implementos, além da adequação de propriedades rurais à legislação ambiental. Assim, o BB apoia o agronegócio brasileiro em todas as etapas da cadeia produtiva.

A carteira de crédito rural do BB alcançou R$ 152,2 bilhões, com crescimento de 5,7% em 12 meses. Conforme dados do Sistema Nacional de Crédito Rural (SNCR), o BB detinha, em Mar/17, 58,4% de participação nos financiamentos destinados ao setor.

As principais atividades agrícolas na Bahia são soja, algodão, cacau e milho. Na pecuária, as principais atividades bovinocultura de corte, bovinocultura de leite e frango.

Na Safra 2017/2018, o BB disponibilizou R$ 2,5 bilhões de recursos para o crédito rural na Bahia. Desse montante, R$ 250 milhões são destinados à agricultura familiar, R$ 550 milhões aos médios produtores e R$ 1,7 bilhão a agricultura empresarial. Do total disponibilizado, R$ 1,9 bilhão é para crédito de custeio e comercialização e R$ 600 milhões para o investimento.

One Comment leave one →
  1. Sorriso permalink
    18/07/2017 18:26

    Temos então dois Bancos do Brasil na região. Um é esse que inaugura uma agência exclusiva para o agronegócio em LEM, o outro é o que presta uma serviço de quinta categoria em Formosa do Rio Preto, com uma agência acanhada, com serviços acanhados e com atendimento acanhados. E estou aliviando, heim!?!
    Formosa que é o oitavo PIB agrícola do país, maior produtor de soja do Nordeste e o segundo em algodão, além de grande produtor de milho, não tem por parte do Banco do Brasil a atenção que deveria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: