Skip to content

Ações que aumentam volume de água no São Francisco são inauguradas pela Codevasf em Minas Gerais

04/07/2017

Barraginhas e terraceamento, medidas para preservar lençóis freáticos que irão abastecer o rio São Francisco durante o estio.

Kênia Marcelino

Investimentos do governo federal em revitalização de bacias já passam de R$ 700 milhões no estado; uma das metas é construir 53.784 barraginhas. Segundo o ONS – Operador Nacional do Sistema Elétrico, nesta segunda-feira, 3, o volume do reservatório de Sobradinho, o segundo maior lago artificial do mundo, estava em apenas 11,59% de sua capacidade. Com 3% o reservatório entra no seu volume morto, baixando para zero a vazão – hoje é de 700 m³s – para os municípios a montante.

A presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Kênia Marcelino, entregou nesta terça-feira (4) as obras de infraestrutura para conservação e revitalização de sub-bacias no município de Gouveia, em Minas Gerais. No total, foram construídas 200 bacias de captação de água, também chamadas de barraginhas, 4,65 quilômetros de terraços e 6,48 quilômetros de estradas vicinais adequadas.

“É com grande satisfação que estamos aqui para inaugurar algumas ações dentro do Programa de Revitalização das Bacias Hidrográficas. Elas fazem parte do Programa Novo Chico, que visa promover a recomposição hidroambiental das bacias, das sub-bacias e das microbacias do rio São Francisco”, destacou a presidente da Codevasf. “Aqui em Gouveia nós estamos inaugurando intervenções em nascentes, recuperação de curvas de nível, ações de processos erosivos e construção de estradas ecológicas. São ações que visam aumentar a quantidade de água no rio”, completou.

Segundo Kênia Marcelino, os investimentos nas ações de revitalização já passam de R$ 700 milhões em Minas Gerais. “Isso demonstra a preocupação do governo federal em revitalizar a bacia do São Francisco, principalmente neste momento que estamos vivendo uma grande seca no Nordeste brasileiro. Então precisamos garantir a segurança hídrica, sobretudo a produção de água em Minas Gerais e na Bahia, para garantir que a água chegue em todo o Nordeste”, disse.

A meta do programa de revitalização na porção mineira do rio São Francisco inclui a construção de 53.784 bacias de captação de água de enxurradas (barraginhas), construção de 3.451 quilômetros de terraços, adequação de 471 quilômetros de estradas com enfoque ambiental, proteção de 1.123 nascentes e proteção de 1.028 km² de matas de topo e ciliares.

“As ações têm tido um resultado muito positivo, melhorando a capacidade de acumular água nos reservatórios e afluentes do São Francisco, com um potencial muito maior de carga de água”, ressaltou o superintendente regional da Codevasf em Minas Gerais, Rodrigo Rodrigues.

Os benefícios das ações implantadas pela Codevasf já são percebidos na região. “Com a construção da barraginha, a gente já consegue ver a nascente subir”, afirmou a produtora rural Joelina Silva. “Com essa obra nós vamos produzir mais, porque vamos ter mais água”, comemorou.

“As curvas de nível, os terraços e as barraginhas vêm para fortalecer cada vez mais as nossas terras, gerando uma produção maior para nossos agricultores”, disse o prefeito de Gouveia, Antônio Vicente de Souza.

Atualmente, a revitalização de sub-bacias em Minas Gerais encontra-se na terceira etapa. Além de Gouveia, as ações dessa fase já foram finalizadas em cinco municípios: São Joaquim de Bicas, Diamantina, Florestal, Piedade dos Gerais e São José da Varginha – o que representa a construção de 908 barraginhas, 32,63 quilômetros de terraços e 12,96 quilômetros de estradas vicinais adequadas.

Nas etapas anteriores foram contemplados 74 municípios e 78 sub-bacias com a construção de 20.250 bacias de captação de água de enxurradas, implementação de 1.368 quilômetros de terraços, adequação de 165 quilômetros de estradas com enfoque ambiental, proteção de 1.469 nascentes e de 478 quilômetros de matas de topo e ciliares.

As obras de revitalização entregues nesta terça (4) foram realizadas por meio de parceria da Codevasf com a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater/MG).

Participaram da cerimônia em Gouveia: Pedro Leitão (secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Sávio Souza Cruz (secretário de Estado de Saúde), Epaminondas Miranda (secretário de Estado de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas) e Mauro Lopes (deputado federal), além de prefeitos e produtores da região.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: