Skip to content

Internacional: abaixo do abaixo

03/07/2017

Por Maurício Saraiva, no blog Vida Real, do Globo Esporte

Não haveria o que se dissesse no vestiário colorado após a derrota para o Boa Esporte que justificasse uma atuação tão escandalosamente ruim após uma semana de treinamento num resort de luxo em Viamão.

A torcida foi ao Beira-Rio, ouviu e comprou a ideia de que veria evolução no time que vencera o Brasil em Pelotas uma semana atrás. Passados pouco mais de 90 minutos depois, o Inter não tinha criado nenhuma chance de gol. Sequer poderia ter empatado o jogo porque não criou uma só oportunidade para tanto.

O assustador na derrota colorada para um time que ronda a zona do rebaixamento, onde já esteve, é o nada absoluto em termos coletivos. Como se fosse uma semana inteira jogada no limbo, um buraco negro de horas de trabalho que não resultaram em tabelamentos, inversões, ultrapassagens, marcação alta, coisa alguma. A partida começou e o Inter não foi marcar no campo dos mineiros, providência tão óbvia que chega a constranger.

Na metade do segundo tempo, perdendo por 1×0, Guto Ferreira tirou seu centroavante – que havia concluído 2 vezes a gol – para colocar um atacante de lado de campo. O resultado, como esperado, foi pífio.

Juan, o meia, entrou no intervalo, errou mais do que acertou, mas não se escondeu jamais. D’Alessandro jogou muito mal. Não tem como precisar o que veio antes; se a má performance individual de tanta gente impediu que o coletivo aparecesse ou, como acredito, a ausência total de planejamento tático soterrou os desempenhos individuais. 

 O fato é que a derrota  do Inter foi vexatória, inadmissível, inaceitável, inominável. O gigante tem uma vitória em casa, um dos piores mandantes da Série B. Jogará outra vez no Beira-Rio contra um adversário que trocou de treinador ao mesmo tempo que o Inter, mas passou a fazer campanha melhor na comparação direta com o Inter. Será uma semana turbulenta, a crise se instala furiosmente. Imprevisível o desfecho das próximas horas. Ficando no cargo, Guto Ferreira sabe que o próximo sábado é fronteira para ele. 

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: