Skip to content

Soja: só a demanda chinesa ampliada impede queda nos preços

13/06/2017

Publicado em 13/06/2017 por Folha de S. Paulo Online

O apetite chinês por soja está salvando os países produtores. Estados Unidos, Brasil e Argentina vão produzir 280 milhões de toneladas. Somado o volume de outros países, a produção mundial deverá atingir 345 milhões.

No mês passado, os chineses importaram o maior volume mensal de soja da história: 9,6 milhões de toneladas, superando o recorde de até então, que era de 9,5 milhões de toneladas, registrado em julho de 2015.

Com uma política diferente das dos Estados Unidos e da Argentina, que priorizam o esmagamento, o Brasil lidera as exportações de soja para os chineses.

Nos cinco primeiros meses, a China importou o recorde de 37,1 milhões de toneladas, 20% mais do que em igual período de 2016.

Nesse mesmo período, o Brasil exportou 28,3 milhões de toneladas da oleaginosa para o país asiático. Ou seja, 76% do produto comprado pelos chineses saiu dos portos brasileiros.

Neste período do ano, o principal olhar dos chineses é para o Brasil. Os EUA terminaram a safra no fim do ano passado, enquanto a Argentina colhe a soja mais tarde do que o Brasil.

PREÇOS

Os chineses impedem uma queda maior dos preços da soja. Não fosse o volume de compra deles, a commodity seguramente estaria sendo negociada com valores menores no mercado futuro da Bolsa de Chicago.

Comercializado a US$ 11,7 por bushel (27,2 quilos) há um ano, o primeiro contrato da soja está em US$ 9,3 no mercado futuro neste mês.

As exportações totais de soja do Brasil somaram 34,8 milhões de toneladas de janeiro a maio últimos, 13% mais do que em 2016.

No mesmo período, as receitas provenientes da soja em grão somaram US$ 13,3 bilhões. Pelo menos 86% desse valor veio da China.

Os números de importação divulgados pelos chineses diferem dos do Brasil, devido ao tempo entre a saída do produto dos portos brasileiros e a chegada aos da China.

As carnes foram o segundo principal item da balança de exportação do Brasil para a China. Nos cinco primeiros meses deste ano, somaram US$ 690 milhões, valor próximo dos US$ 702 milhões de igual período de 2016.

 

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: