Skip to content

A sede incomensurável dos servidores públicos de Luís Eduardo Magalhães.

13/06/2017

A Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães vai gastar R$ 344.000,00 (trezentos e quarenta e quatro mil reais) com a compra de bebedouros para os próprios municipais. É muita água: o bebedouro mais caro no site de vendas Buscapé custa R$730,00. Isso significa que Oziel Oliveira vai comprar no mínimo 470 bebedouros

E vai gastar também R$ 415.000,00 (quatrocentos e quinze mil reais) com material gráfico. Onde o Prefeito vai botar tanto papel?

É imensurável tanto a sede dos servidores públicos, incluindo aí a do Prefeito, bem como a vontade de preencher um número elevado de formulários.

3 Comentários leave one →
  1. Carla permalink
    13/06/2017 15:24

    E por que o prefeito de LEM autorizou a convocação de 2 concursados de 2014 e não convocou todos os outros que também estavam na lista ? Esse concurso ainda vale ? Ou vale apenas para os apaniguados ? Vide portaria número 56 de 17/maio / 207

  2. Carla permalink
    13/06/2017 15:27

    E por que o prefeito de Lem mantém um contrato de agência de viagens com uma empresa de for e Lem ; contrato esse desde a antiga gestão ; será que não temos agências de viagens na cidade ??

  3. Clayton Santos permalink
    13/06/2017 17:44

    O BLOGUEIRO SÓ ESQUECEU DE DIZER UMA COISA,POR NÃO ENTENDER OU POR MERA ESPECULAÇÃO MESMO: NO CASO DOS BEBEDOUROS,HÁ UM COMPROMISSO FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO E A EMPRESA VENCEDORA DO PROCESSO LICITATÓRIO, ATRAVÉS DE REGISTRO DE PREÇO, QUE NESSE CASO NÃO OBRIGA A PREFEITURA A ADQUIRIRA OS PRODUTOS REGISTRADOS EM ATA, MAS OBRIGA O FORNECEDOR A GARANTIR OS PREÇOS OFERTADOS NA LICITAÇÃO PELO PERÍODO DE UM ANO. A PREFEITURA VAI ADQUIRINDO DE ACORDO COM AS NECESSIDADES DE CADA ÓRGÃO DA ADMINISTRAÇÃO.

    Nota da Redação:
    Não são só as publicações da Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães que não entendo. Entendo que é um exagero gastar mais de 300 mil só para gelar água para os servidores. Entendo mais: como na licitação do prédio da Prefeitura, na praça dos três poderes, do Estádio de futebol, das primeiras 250 casas populares e do balneário do Rio de Pedras, cujo dinheiro foi gasto e as obras nem iniciadas, hoje se faz licitações de até 80 mil reais para temas absolutamente desnecessários, como contratar obtenção de imagens, instalação de carros de som e outros babados.
    Acontece que disso aí sempre sobra um troquinho para as “ações sociais”, isto é, campanhas eleitorais de Oziel e Jusmari.
    Por favor, Clayton Santos, não me venhas de borzeguins enlameados ao leito. Ou vc é um inocente útil ou um puxa-saco fundamentalista.
    Responda-me sem pestanejar: por que Oziel não permitiu que passasse na Câmara, só pra citar um exemplo menos escabroso, que fossem registrados os aluguéis de veículos de terceiros?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: