Skip to content

Muitos aviões caindo, muitas mortes envolvendo política e negócios. Não dá para desconfiar?

19/05/2017

O avião de Agnelli

1) Empresário que comprou avião de Eduardo Campos é encontrado morto;

2) Arthur Sendas, do Conselho da Petrobrás, morre assassinado;

3) Roger Agnelli, CEO da mineradora Vale, morre em queda de avião, após escrever carta com denúncia sobre corrupção na Vale. Caixa preta do avião com dados do voo não é encontrada;

4) Eduardo Campos morre em queda de avião. Caixa preta é encontrada mas não tinha nenhum dado do voo;

5) Executivos da Seguradora Bradesco, um dos principais acionistas da Vale, morrem, em queda de avião. Caixa preta é encontrada danificada, ilegível;

6) Ex-diretor da Agência Nacional de Petróleo, morre ao cair do 11º andar;

7) Temer é citado 43 vezes na primeira delação de um dos diretores da Odebrecht;

8) Aécio é citado em todas as delações da Lava-jato, inclusive a da Odebrecht;

9) Serra é citado formalmente na delação da Odebrecht, que apresenta provas de que recebeu 43 milhões de dólares em uma conta na Suíça;

10) FHC e seu filho Paulo Henrique Cardoso são denunciados por esquema de corrupção na Petrobras, através da Odebrecht;

11) Alckmin, o denunciando “santo” nas listas da Odebrecht, é citado na delação por ter recebido propinas da Odebrecht na licitação dos trens do Metrô de São Paulo, bem como dinheiro desviado da Petrobras;

12) Romero Jucá, citado na Lava a Jato, afirma que Teori é incorruptível é que precisavam paralisar a Lava a Jato, colocando o Temer no lugar de Dilma;

13) Dia 17/01 o Ministro Teori dá declarações à imprensa anunciando que irá abrir as delações da Odebrecht;

14) Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF, morre em queda de avião – dá para identificar quem são os mandantes da morte de Teori, ou precisa desenhar?
Por Bebeto Nabor.

2 Comentários leave one →
  1. Clayton Santos permalink
    19/05/2017 8:51

    Todos esses acontecimentos foram após o caso de morte mais enigmático dentre eles, que é do Prefeito de Santo André Celso Daniel, assassinado em 2002, e de todas as prováveis testemunhas do caso. Veja no link:http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/caso-celso-daniel-2-8211-todos-os-mortos-de-uma-historia-com-muitos-enigmas-e-nenhuma-resposta/
    1) Celso Daniel: prefeito. Assassinado em janeiro de 2002.
    2) Antônio Palácio de Oliveira: garçom. Assassinado em fevereiro de 2003.
    3) Paulo Henrique Brito: testemunha da morte do garçom. Assassinado em março de 2003.
    4) Iran Moraes Rédua: reconheceu o corpo de Daniel. Assassinado em dezembro de 2003.
    5) Dionízio Severo: suposto elo entre quadrilha e Sombra. Assassinado em abril de 2002.
    6) Sérgio Orelha: amigo de Severo. Assassinado em 2002.
    7) Otávio Mercier: investigador que ligou para Severo. Morto em julho de 2003.
    8) Carlos Delmonte Printes: legista encontrado morto em 12 de outubro de 2005.
    Essas mortes foram o início dessa nova ditadura disfarçada república democrática. Onde se fazem de tudo pela permanência no poder.

  2. Marta Beatriz permalink
    19/05/2017 9:47

    Deus vai trazer a tona a verdade,ninguém escapa dos olhos do Senhor. Tem que pagar,o culpado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: