Skip to content

Aécio é afastado do Senado. Irmã do senador tem prisão autorizada.

18/05/2017

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin determinou o afastamento do senador Aécio Neves (PSDB) do cargo no legislativo, segundo o jornal O Estado de S. Paulo. A Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão em endereços do senador nesta manhã.

Os mandados são cumpridos no gabinete do presidente do PSDB e na na casa do parlamentar em Brasília.

De acordo com o jornal, o STF também autorizou a prisão da irmã do senador, Andréa Neves.

Segundo o empresário Joesley Batista, que fechou acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República, ao lado de seu irmão Wesley Batista e outros cinco executivos da JBS, Aécio pediu 2 milhões de reais para supostamente custear a defesa dele na Operação Lava Jato.

De acordo com O Globo, que revelou a delação premiada nesta quarta-feira, o presidente do PSDB teria dito ao empresário que o valor custearia o trabalho do advogado Alberto Zacharias Toron. A conversa teria durado 30 minutos e foi gravada em um hotel em São Paulo.

“Se for você a pegar em mãos, vou eu mesmo entregar. Mas, se você mandar alguém de sua confiança, mando alguém da minha confiança”, teria dito Joesley ao tucano. “Tem que ser um que a gente mata ele antes de fazer delação. Vai ser o Fred com um cara seu. Vamos combinar o Fred com um cara seu porque ele sai de lá e vai no cara. E você vai me dar uma ajuda do caralho”, teria respondido Aécio, em uma suposta referência a seu primo Frederico Pacheco de Medeiros.

Ainda segundo a publicação, o dinheiro foi entregue em quatro parcelas de 500.000 reais a Medeiros pelo diretor de relações institucionais da JBS, Ricardo Saud. Uma das entregas teria sido filmada pela Polícia Federal, ocasião em que Frederico Medeiros teria repassado o dinheiro a Mendherson Souza Lima, secretário do senador Zezé Perrella (PMDB-MG).

O jornal também informa que a PGR tem indícios de que essa parte do dinheiro não foi destinada ao pagamento do advogado. A PF teria seguido Souza Lima, que fez três viagens de carro a Belo Horizonte para levar a propina. Ele teria remetido os 500.000 reais à empresa Tapera Participações Empreendimentos Imobiliários, de Gustavo Perrella, filho de Zezé Perrella.

E agora, Aécio afastado, irmã na prisão, Zezé Helicoca Perrella flagrado com a boca na botija, o que me dizes, reverendíssima coxinha anencéfala, camiseta da seleção e tênis branco? Pra quem mesmo você votou?

Agora, sim, podem prender o Lula, a Dilma, o Temer, o escambau, mas não esqueçam do João Dólar, o Menino Malufinho, que levou R$6,5 milhões da Embratur.

3 Comentários leave one →
  1. O Observador permalink
    18/05/2017 8:46

    Viva a lava jato! Diferente de uns que têm bandido de estimação…a maioria dos Brasileiros honestos vibram quando bandidos travestidos de políticos vão em cana! Mais uma vez, Viva a Lava Jato!!

  2. Marco permalink
    18/05/2017 9:16

    Sobre a pergunta para mesmo vc votou serve para 100% da nação Brasileira… ou Dilma e Temer são exemplos… Era o sujo contra o mal lavado…

  3. adonias permalink
    18/05/2017 11:23

    Do jeito que esta o simples fato de ter votado em alguém significa ter apoiado um ladrão, estão todos sujos, é preciso uma reforma politica, ai surge a questão, quem será capaz de conduzir essa reforma sendo que todos estão implicados em roubalheiras ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: