Skip to content

Deputado Eduardo Salles diz que a Prefeitura esvaziou o RETRAN

28/04/2017

O deputado estadual e  presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa, Eduardo Salles, distribuiu, hoje, nota à imprensa, explicando a situação do RETRAN de Luís Eduardo Magalhães:

Em função de ter uma história de vida profissional e pessoal ligada ao município de Luís Eduardo Magalhães, encaminho à população esta nota esclarecendo aos moradores sobre as notícias veiculadas nos meios de comunicação em relação às dificuldades de atendimento no RETRAN local.

Durante a gestão do ex-prefeito Humberto Santa Cruz, o cargo de coordenador do referido órgão poderia ter sido indicado por mim, já que fui o deputado estadual da base do governo com maior votação no município. Minha votação em Luís Eduardo Magalhães reflete o meu trabalho pela agricultura, pois foi este setor, majoritariamente, quem depositou em mim a confiança de representá-los na Assembleia Legislativa.

Minha excelente relação com o ex-prefeito Humberto Santa Cruz e o deputado estadual Antônio Henrique Júnior fez com que eu cedesse ao parlamentar a prerrogativa da indicação ao cargo de coordenador do RETRAN.

O ex-prefeito, naquela altura, para que a população do município fosse atendida com presteza pelo referido órgão, firmou parceria com o Governo do Estado e disponibilizou 12 funcionários da Prefeitura e duas salas para que o RETRAN funcionasse com capacidade máxima de atendimento.

Finalizado a gestão do ex-prefeito, fiz a indicação de uma profissional dedicada e competente para assumir essa coordenação, a senhora Daiana Bastos Pires, esposa do agricultor Renato Faedo. Ela, infelizmente, já se deparou com um quadro totalmente diferente. A nova gestão municipal só deixou dois dos 12 funcionários anteriormente cedidos, número insuficiente para o atendimento.

Daiana, juntamente com os dois funcionários cedidos pela prefeitura e um funcionário do estado, mesmo trabalhando em turnos avançados, foram obrigados a reduzir o atendimento em aproximadamente 50%. Nesta semana, infelizmente, os últimos dois funcionários cedidos pela Prefeitura foram retirados das suas atividades na RETRAN.

Em função deste fato, o atendimento, que já era limitado, agora provavelmente será reduzido a apenas 10% da média do ano anterior.

Há algumas semanas, quando pude conversar sobre esse assunto com o atual gestor, Oziel Oliveira, com quem tenho uma boa relação pessoal, ele me alegou dificuldades financeiras do município para continuar cedendo os funcionários. Ele acredita que o governo deveria fazer essas contratações e pagar o aluguel das duas salas onde funciona a RETRAN.

Ontem me reuni com o diretor-geral do DETRAN, Lúcio Gomes, o diretor de habilitação, Mário Galrão e a coordenadora Daiana Pires para relatar os fatos e solicitar o apoio para o envio, pelo estado, dos 12 funcionários necessários à retomada do nível de atendimento do ano anterior.

Lúcio Gomes alegou que infelizmente não tem orçamento previsto no momento para as contratações em função de existir a parceria firmada anteriormente com o município, que teria, como contrapartida, a cessão dos funcionários por parte da Prefeitura.

O diretor-geral do DETRAN informou que sem a ajuda da Prefeitura existem duas possibilidades: fechar a RETRAN ou continuar atendendo de forma limitada.

Lúcio ficou de entrar em contato com o prefeito com o objetivo de tentar sensibilizá-lo da importância desse serviço que tem sido ofertado para a comunidade e o prejuízo social que seria o fechamento ou limitação a 10% da sua capacidade.

Tentarei conversar com o governador Rui Costa, o vice-governador João Leão e os deputados Cacá Leão e Antônio Henrique Júnior sobre a possibilidade de designar uma equipe de funcionários do estado que possam auxiliar a equipe da RETRAN em Luís Eduardo Magalhães para minimizar os efeitos dos problemas causados à população.

 

7 Comentários leave one →
  1. manoel gago permalink
    28/04/2017 21:55

    Sera que a culpa e da prefeitura ou de quem esta atras dos computadores que nao sabe resolver nada.

    • Jorge moura permalink
      29/04/2017 8:33

      A culpa é deste deputado q quer indicar pessoas q iram trabalhar p ele na próxima campanha. Este órgão deve ficar na competência do executivo municipal.

  2. Getulio de souza Alcantara permalink
    29/04/2017 9:22

    enquanto isso a população paga a conta. estamos morando num municipio com mais de 80.000 mil pessoas e esse leva e traz dos politicos faz parte da maneira de enrolar o cidadão. daqui a pouco o Prefeito vai ser dizer que ele resolveu o problema.

  3. Pedro cicero ramos da silva permalink
    29/04/2017 12:38

    Ja foi o orgao mais elojiado daqui agora ta assim

  4. Terror do 12 permalink
    01/05/2017 16:03

    Mais do mesmo. Oziel fazendo suas “ozielisses”

    • Helen permalink
      02/05/2017 8:51

      É pouco ainda que se lasquem quiseram esse politicalheiro,,,,,,essas coxas ai

  5. ALCIDES permalink
    02/05/2017 10:50

    Oziel quer mais é que o Retran se exploda e volte pra Barreiras.
    Assim ele vai implantar Vans pras pessoas irem resolver seu problema no Retran e pedir voto em troca do transporte. Quem duvida ????

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: