Skip to content

É mais canoro o canto do passarinho engaiolado

22/04/2017

No sábio dizer do saudoso doutor criminalista José Pedro Paulo Carlan Martins, conhecido nos tempos áureos de Cruz Alta, no Rio Grande do Sul, como Jacaré, “passarinho engaiolado canta mais mavioso”.

Isto é o que está acontecendo com a Lava Jato: Léo Pinheiro e por seu turno, Eduardo Cunha e Palloci, vão contar tudo que sabem e como quem conta aumenta um ponto, vão dar uma ajeitadinha na história, como deseja o inquisidor Torquemada da Cidade Estado de Curitiba.

Esses momentos de reflexão dos delatores surgem, é certo, naquele momento de enfrentar o prato de lata com feijão azedo, arroz grudado e carne de musculo vencida e aferventada.

Todos velhos, de saúde fragilizada, acostumados às sinecuras e banqueteamentos do Poder, não resistem às ofertas de ir pra casa, com uma singela tornozeleira eletrônica e a certeza do carinho dos familiares, inclusive da Zoiuda, no caso de Cunha.

Como palhaço, quero ver o circo pegar fogo por todos os lados, desde que estejam inclusos os lesa—pátria do PSDB e de todos os partidos que ajudaram no golpe parlamentar de abril de 2016.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: