Skip to content

Agora, compare com o que está acontecendo em Luís Eduardo Magalhães

05/04/2017

Em Luís Eduardo Magalhães, o lado trágico da história da manutenção da infraestrutura básica da cidade: a EMBASA reiniciou os trabalhos de cortar o asfalto nas principais vias da cidade, apesar de estar consertando algumas valetas abertas na avenida Paraíba. Enquanto isso, o secretário de Infraestrutura, Marciano Pauletti, vai à rádio contar sobre seus planos futuros, ainda colocando a culpa no governo anterior.

Consideremos:

  • O asfalto de Luís Eduardo Magalhães realizado durante os anos de mandato de Humberto é mesmo muito ruim, com exceção daquele que foi feito em convênio com Governo Federal. Humberto espichou o que pôde o orçamento de recursos próprios, em parceria com moradores, para enfrentar a herança maldita de Oziel que deixou a cidade em trilhas de terra batida, depois de oito anos de gestão.
  • Como observadores e críticos contumazes da gestão de Humberto, Oziel e Marciano poderiam ter montado a licitação para aquisição nos dez primeiros dias de Governo e já estar trabalhando no asfalto, recuperando as vias em parceria com moradores e empreendedores imobiliários.
  • No passivo deixado por Humberto também está a herança deixada por Oziel no lixão, na construção do prédio próprio da Prefeitura, na construção de um hospital de verdade e de outras promessas de campanha em 2008.
  • Que não se venha reclamar de chuva. Zito continua asfaltando e aproveitando os dias de sol.
  • Deixar a cidade na situação em que está com quase 100 dias de Governo não causa só indignação. Causa desesperança no que vai acontecer daqui pra frente.
  • Em janeiro e fevereiro entraram verbas na Prefeitura da ordem de R$38.000.000,00, conforme publicação do Diário Oficial. O que foi feito com esse dinheiro, além de pagar pessoal no limite da responsabilidade fiscal e complementar os investimentos em saúde e educação obrigatórios por lei?
  • Apenas com R$78.000,00 contratados por 60 dias para fazer vídeos do Governo Oziel – um claro pagamento de propaganda eleitoral – já daria para ter tapado todos os buracos da cidade, varrido, limpado, roçado e carpido. Estou certo?
  • Zito, com orçamento semelhante ao de Barreiras, está usando até fresadora de asfalto. Aqui não contamos nem com um pequeno rolo compressor. A massa asfáltica é compactada, de maneira improvisada, com pneus de uma caçamba. Na primeira chuva o trânsito desmancha a obra. 
One Comment leave one →
  1. Luiz Cláudio permalink
    06/04/2017 12:54

    Posso falar a verdade? Oziel fará uma gestão que não chegará nem aos pés da de Humberto.
    Podem falar o que quiser, só não sou cego, nem minha memória é curta.

    Quem tem a memória curta, entre no Street View do Google Maps que teve sua última atualização em 2012 e veja a diferença de nossa cidade. É gritante! Só não vê quem não quer!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: