Skip to content

Um policial mata 82 mulheres para “limpar” a cidade

29/03/2017

Mikhail Pokov, de 53 anos, é considerado um dos serial killers mais temidos da Rússia. Ele foi responsável pela morte de 82 mulheres em 20 anos e acabou condenado à prisão perpétua. De acordo com o jornal Daily Mirror, ele alega que queria “limpar” sua cidade natal – Angarsk, na Síberia – de “prostitutas” e “mulheres imorais”. Os primeiros crimes foram cometidos em 1992, quando assassinou uma jovem de 17 anos e uma mulher de 38.

“Em uma vida, eu era uma pessoa normal. Estava a serviço da polícia e tinha um feedback positivo da minha atuação. Tinha uma família. Minha mulher e minha filha me consideravam um bom marido e pai. Na minha outra vida, eu cometi crimes, os quais escondia cuidadosamente de todos. Ninguém sabia dos assassinatos e nem suspeitavam”, afirmou.

Mikhail foi preso em 2012 e confessou tudo. As vítimas eram sempre mulheres desacompanhadas, que estavam nas ruas e eram atacadas com machados, facas e até chaves de fenda. “Elas entravam no meu carro e achavam que iam se divertir”, contou. “Aquelas que tinham um comportamento ruim, eu tinha o desejo de punir (…) Admito minha total culpa ao cometer os crimes. Fui guiado pelas minhas convicções”, alegou. Da Revista Forum.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: