Skip to content

Preços do feijão se arrastam. Mas consumidor não é beneficiado com isso.

04/02/2017

feijao

As cotações da saca de feijão estão batendo no fundo do poço, com preços de até R$100,00 para o carioca e preto nas regiões produtoras do Paraná. Há um ano, o feijão chegou a bater no teto na “bolsinha” de São Paulo, com cotações de R$550,00.

O feijão é grão de rápido envelhecimento: entre três e seis meses o carioca perde a cor e o preto endurece.

Na gôndola dos supermercados o carioca já é encontrado a R$3,00 o quilo. Só não se entende porque o preto tem preços de até R$9,50 o quilo.

O preço do feijão verde debulhado, cantado em prosa e verso pelos nordestinos, tem cotações de R$8, na Ceasa de Pernambuco, depois de atingir quase R$15 no ano passado em centros de distribuição como Fortaleza.

O gorutuba “Pingo de Ouro” é vendido a R$200,00 em Luís Eduardo Magalhães, quando algumas lavouras precoces já foram dessecadas e serão colhidas nos próximos dias.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: