Skip to content

Cabral: a prisão é só um dos maus bocados que já passou na vida.

01/02/2017
Susana deixou Cabral no "ora, veja".

Susana deixou Cabral no “ora, veja”.

Ninguém conhece a vida privada dos homens públicos, dos seus traumas e dos consequentes desvios de conduta mais tarde. Sérgio Cabral, o ex-governador do Rio de Janeiro, que hoje amarga a prisão por corrupção, sofreu o diabo no final dos anos 90 com o abandono da mulher, a prima do Aécio Neves, que o deixou depois de se apaixonar pela fotógrafa da campanha do marido à Prefeitura do Rio.

Cabral ficou soluçante com o abandono e ainda teve que assumir o papel da mãe, com três filhos pequenos.

Susane Neves Cabral ainda entregou o ex-marido, em depoimento à Polícia Federal há poucos dias, afirmando que recebeu quase 900 mil reais, em dinheiro vivo, a título de pensão, nos últimos dois anos.

Como dizia Nelson Rodrigues, o grande filósofo popular do século passado, “se todos conhecessem a intimidade sexual uns dos outros, ninguém mais se cumprimentava.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: