Skip to content

No mesmo dia, LEM completa 60 mortes violentas no ano.

27/11/2016

wallace

Nesta madrugada, Walace Oliveira Lima, 24 anos, cumpriu o destino de todos os traficantes, que a sabedoria popular diz ser “a cadeia ou cemitério”. Ele foi vítima de disparos de armas de fogo, ocorridos por volta de 3 da manhã. Ele ainda foi socorrido para a UPA , mas morreu ao dar entrada no nosocômio municipal.

Também no dia de hoje,  o mecânico Ismael Almeida, o popular Ceará, de 35 anos, foi morto à tiros na Avenida Arnaldo Horácio Ferreira, no bairro Boa vista, nos fundos do Posto Mimosão, na cidade de Luís Eduardo Magalhães.

mecanico
Segundo informações, o suspeito do crime conduzia um Fiat Uno, de cor azul, que desceu do veículo e teria tentado matar “Ceará” à golpes de facão. Porém, a vítima conseguiu correr e no primeiro momento conseguir fugir do criminoso.
No entanto, o assassino não desistiu de cometer o crime e após 10 minutos voltou a bordo de uma moto Honda Biz, de cor vermelha, e efetuou vários disparos de arma de fogo, que acabou levando a vítima à morte.
O crime teria sido motivado por uma dívida de R$ 300,00. “Ceará” já teria pago essa semana R$ 150, mas o assassino não acreditando no pagamento do restante da dívida e sem dar nenhuma importância pela vida do ser humano, matou Ismael. A Polícia Militar já tem pistas sobre o autor do crime e está em diligência para prendê-lo. Com informações adicionais de Sigi Vilares.

Taxa de mortes violentas só cresce

Quarenta e três pessoas morrem por dia vítimas de violência nas capitais brasileiras, segundo o 9º Anuário Brasileiro de Segurança Pública. O levantamento elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e divulgado no ano passado mostra que, em 2014, crimes como homicídio doloso, latrocínio e lesão corporal seguida de morte vitimaram 15.932 pessoas nas 27 capitais. O número é ligeiramente maior (0,8%) do que os 15.804 registrados em 2013.

Fortaleza teve a maior quantidade de assassinatos em 2014, foram 1.989 casos – queda de 1% em relação a 2013, quando o número alcançou 1.993. A cidade também registra a maior taxa de mortes intencionais por 100 mil habitantes – 73,3.

Salvador é a segunda capital em números absolutos, foram 1.397 mortes, o que significa uma taxa de 48,1 assassinatos por 100 mil habitantes. Em 2013, a cidade teve 1.485 crimes e taxa de 51,5 por 100 mil habitantes.

Apesar de São Paulo ter o terceiro maior valor absoluto de mortes – 1.360 – a capital paulista tem a menor taxa de crimes – 11,4 por 100 mil habitantes. O número representa uma queda de 4,3% na taxa de assassinatos em relação a 2013, quando foram registradas 1.412 mortes, 11,9 por 100 mil habitantes, o que representa 1.389 assassinatos em números absolutos. No Rio de Janeiro, a taxa ficou em 20,2 por 100 mil habitantes, com 1.305 assassinatos violentos intencionais em 2014.

A segunda maior taxa de assassinatos foi registrada em Maceió (69,5 por 100 mil). O número representa, no entanto, uma queda de 14,5% na taxa de 2013 (81,4 por 100 mil). Em números absolutos, foram registradas 699 assassinatos, em 2014, e 811 em 2013. São Luís apresentou uma taxa muito semelhante de crimes, 69,1 por 100 mil, em 2014, e 61,2 por 100 mil em 2013. Em números absolutos, foram registrados 645 assassinatos em 2014. No ano anterior, a capital maranhense teve 735 mortes intencionais.

O maior crescimento na taxa de assassinatos foi verificado em Campo Grande, ao passar de 13,8, em 2013, para 18,9 por 100 habitantes, em 2014. Em números absolutos, foram 159 casos em 2014 e 115 mortes no ano anterior. A maior redução foi em Boa Vista, onde a taxa caiu 23,3 para 17,5 por 100 mil. Em 2014, foram 55 mortes, enquanto em 2013 foram 72 casos.

Dentro da escala de medida do número de mortes violentas, Luís Eduardo Magalhães, com 85 mil habitantes, estaria atingindo a taxa de 70 mortes por 100 mil habitantes mesmo antes do ano acabar. Números semelhantes aos de Fortaleza, Salvador e Maceió, capitais mais violentas do País.

 

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: