Pular para o conteúdo

Distrito do Rosário: assalto a posto bancário é atendido por polícia de Goiás.

21/03/2016
A Polícia de Posse dá atendimento ao assalto do SICREDI.

A Polícia de Posse dá atendimento ao assalto do SICREDI.

Um assalto que aconteceu hoje no posto da Cooperativa SICRED, no distreito do Rosário, deixou os moradores indignados. A família de um funcionário foi sequestrada ontem às 19;00 e só liberaram hoje as 14 h.

As polícias Civil e Militar, de Posse, Goiás deram assistência, enquanto só havia um policial baiano de plantão no posto fiscal. Os moradores estão revoltados porque até a Viatura que servia o Distrito foi levada para Santa Maria da Vitória.

A vereadora Eunice dos Santos, que reside nesse distrito de Correntina e lá tem sua principal base eleitoral, afirma:

-Há uma  semana estamos sem polícia militar; a civil já fechou e não sabemos mais o que fazer. O Rosário tem uma arrecadação de aproximadamente 80% impostos para o Estado e não temos retorno. Não temos segurança,  e, na Educação, o ensino médio ainda não começou por falta de professores. É a divisa do Estado abandonada pelo governo estadual em todas as instâncias.

Caso antigo

Não é de hoje que o Distrito está abandonado pelas autoridades estaduais. Visando aumentar o contingente de policiais civis no município de Correntina e reabrir o posto policial no Distrito de Rosário, a vereadora Eunice dos Santos apresentou, em novembro do ano passado, um ofício à Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia. O documento foi entregue ao deputado estadual Fábio Souto (DEM), que dará o devido encaminhamento ao pedido de apoio da edil.

Em novembro, Nice do Rosário foi pedir mais atenção na Assembleia da Bahia

Em novembro, Nice do Rosário foi pedir mais atenção na Assembleia da Bahia

“Precisamos de investimento por parte do Poder Público estadual e federal para o setor de segurança na cidade de Correntina. Os moradores e transeuntes do Distrito de Rosário, que circulam na BR-020, estão expostos a todo tipo de marginalidade. Após o fechamento do posto policial na região, os delitos têm crescido muito e não há condições da população denunciar, pois a delegacia mais próxima está situada na sede, a 200 km de distância. É preciso aumentar urgentemente o efetivo, principalmente na área de investigação”, destacou a vereadora.

De acordo com Souto as reivindicações expostas pela representante de Correntina serão encaminhadas para o órgão competente para que sejam adotadas as devidas providências. “Vamos levar ao secretário de segurança pública a solicitação apresentada pela vereadora Eunice, a fim de buscar, o mais rápido possível, soluções para o município, principalmente para o Distrito de Rosário que carece de efetivo da Polícia Civil. Pressionaremos o Governo Estadual para que esta situação se resolva o quanto antes”, declarou o parlamentar.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: