Pular para o conteúdo

Notícias do massacre: 13 mortos na Bahia durante o feriadão

05/05/2015

Durante o feriadão do Dia do Trabalhador, comemorado em 1º de maio, as polícias rodoviárias estadual (PRE) e federal (PRF) registraram o total de 142 acidentes nas rodovias que cortam a Bahia, deixando 84 pessoas feridas e 13 mortos.

Somente nas estradas federais, entre quinta-feira, 30, e domingo, 3, foram registrados 110 acidentes, que resultaram em 67 pessoas feridas e 12 mortas. As mortes foram ocasionadas por quatro colisões frontais, duas saídas de pista, uma colisão lateral e uma colisão traseira.

Do total de 6.745 veículos fiscalizados e 7.396 pessoas abordadas, foram 1.874 autuações, sendo 400 por ultrapassagens proibidas.

Também durante a fiscalização, 27 motoristas foram flagrados dirigindo alcoolizados e notificados com multa no valor de R$ 1.915,40. Entre eles, três condutores foram encaminhados à Delegacia de Polícia Judiciária por crime de embriaguez no trânsito.

Rodovias estaduais

Apesar das ocorrências, os números nas estradas estaduais foram considerados positivos, pois houve uma redução de 66% no número de acidentes (32 em 2015), 70%  no de feridos (17) e 83% no de mortes (1).

O acidente que resultou em morte, segundo a PRE, foi o tombamento de uma motocicleta no km 50 da BA-515, no trecho entre as cidades de Teodoro Sampaio e Terra Nova. O caso foi registrado na noite de domingo, 3, às 23h30.

Além das ações educativas para minimizar o número de acidentes, a fiscalização nas rodovias estaduais também realizou 4.154 abordagens a veículos, contabilizando 64 retenções de veículos e 826 autos de infração.

Das 5.082 pessoas abordadas, três foram encaminhadas à delegacia, sendo dois flagrantes: um por porte ilegal de drogas, quando um suspeito foi flagrado com 500g de maconha em Santo Antônio de Jesus; e outro por crime de embriaguez ao volante, na cidade de Simões Filho. O terceiro condutor foi detido por transportar 43 caixas de fogos de artifício sem licença.

210 tem carteiras cassadas

O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) divulgou no dia 1º de maio, no Diário Oficial da União, a suspensão de 210 carteiras de habilitação de condutores baianos. Eles têm prazo de 60 dias para recorrer da decisão.

As penalidades para os motoristas que atingem 20 pontos na carteira podem variar, de um mês a um ano de suspensão, conforme determinação do órgão ou pelo tipo de infração cometida. Quando dirige sob efeito de álcool, por exemplo, a punição para o motorista é de um ano. Além disso, o condutor é obrigado a fazer curso de reciclagem de 30 horas para obter a nova habilitação.

“Quem for flagrado dirigindo com a carteira de habilitação suspensa poderá ter o documento cassado por até dois anos”, alertou o coordenador de Acompanhamento de Processos e Pontuação de Habilitação do Detran, Eduardo Bittencourt.

 

Hashi delivery

uma pagina

Hotel Columbia 1 (1)

 

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: