Pular para o conteúdo

Cinco gravações implicam diretamente Kirchner na morte do promotor

25/01/2015

Cinco escutas telefônicas foram difundidas ontem, comprometendo o dirigente kirchnerista Luiz D’Élia, como também Jorge Khalil, o agente que teria servido de elo entre a Casa Rosada e Teerã nas negociações de acobertamento.

O assassinato do promotor Alberto Nisman em Buenos Aires, um dia antes da apresentação da sua denúncia contra os autores do atentado contra a sede da Amia, que reúne judeus argentinos, continua dominando as cenas política, policial e midiática.

Apesar de morto, as denúncias de 300 páginas que já estavam preparadas foram divulgadas e implicam o governo de Christina Kirchner, que acertou encobrir o caso envolvendo o governo do Irã no atentado, tudo em troca de vantagens comerciais para o País.

Hotel Columbia 1 (1)

Sem título

??????????

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: