Pular para o conteúdo

Colisão frontal na BR 242, trecho urbano de Luís Eduardo, deixa um morto

30/09/2014
O carro teve a dianteira destruída na colisão. A porta abriu e o motorista caiu sobre o acostamento

O Corsa teve a dianteira destruída na colisão. A porta abriu e o motorista caiu sobre o acostamento

Ilson Pereira dos Santos, 27 anos, motorista há quase 2 anos de um caminhão distribuidor de ração do Frigrorífico Mauricéia, levou um grande susto hoje, em torno de 21h30m, na BR 242, quando um Corsa hatch de cor preta mudou repentinamente a sua trajetória e colidiu frontalmente com seu veículo. A colisão aconteceu em frente à Jaraguá Máquinas Agrícolas, o caminhão retornava para sua base no Distrito Industrial e o carro pequeno dirigia-se provavelmente ao Jardim das Oliveiras.

Socorristas tentaram reanimar o motorista do Corsa. Mas ele já tinha morrido na pista.

Socorristas tentaram reanimar o motorista do Corsa. Mas ele já tinha morrido na pista.

Momentos antes da colisão o Corsa já efetuava um movimento sinuoso na pista, em baixa velocidade, indicado que o motorista ou estava alcoolizado ou sofria de um mal súbito. O impacto da colisão dos dois veículos, apesar da baixa velocidade, em torno de 60 km/hora, foi tão grande, que o Corsa voltou no sentido contrário de seu destino,  desintegrando-se, ao ponto do motorista cair sobre o acostamento. O motorista do Corsa morreu no acostamento da estrada, antes mesmo da chegada da SAMU. Apesar disso o médico socorrista tentou reanimar, com massagens cardíacas, sem sucesso.

Ilson, natural de Alta Floresta, no Mato Grosso, teve a suspensão dianteira, no lado esquerda do caminhão totalmente destruída. Pedaços do Corsa espalharam-se num trecho de até 25 metros, no eixo da pista, e fora dela, como se pode ver na foto: um pedaço da transmissão do veículo foi jogado a mais de 20 metros do local da colisão.

Ilson levou o maior susto de sua vida

Ilson levou o maior susto de sua vida

A transmissão do Corsa foi jogada a 20 metros do local da colisão, na pista de terra lateral.

A transmissão do Corsa foi jogada a 20 metros do local da colisão, na pista de terra lateral.

O motorista do caminhão tentou desviar, mas o choque foi inevitável

O motorista do caminhão tentou desviar, mas o choque foi inevitável

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: