Pular para o conteúdo

Situação de emergência chega a 144 municípios baianos

23/09/2014

cisternas

Municípios apostam em cisternas de polietileno para conviver melhor com a estiagem

Os decretos de situação de emergência têm se tornado cada vez mais frequentes em 2014 no estado da Bahia: 144 dos 417 municípios do Estado estão com dificuldades por conta da seca. Esse número equivale a 35% dos municípios baianos. Apesar da gravidade dos números, a situação tem sido atenuada por conta da presença cada vez maior das cisternas de polietileno. Pelo menos 58 cidades foram beneficiadas com a instalação de 46.584 reservatórios que permitem o armazenamento de 16 mil litros de água, garantindo condições para uma família de quatro a cinco pessoas se manter por até nove meses.

É o caso da dona Marisete Santos Oliveira, de 45 anos, que vive em Santa Teresinha, cidade de 10 mil habitantes do Centro-Norte baiano, distante 200 km de Salvador. “Com a chegada dessa cisterna a vida da gente mudou e muito. Todo mundo aqui sofria sem ter onde armazenar água, quando chovia. No verão, a situação era ainda pior. Todo dia a gente ia longe para buscar água no barreiro, uma água que só a gente sabe como sofria para pegar”. O agricultor Gilberto Santos de Oliveira, de 28, também destacou a mudança com a chegada do reservatório. “Agora a gente só precisa ir no terreiro de casa e pegar água, sem dificuldade nenhuma. Eu não aguentava mais ver minha mãe carregando lata d’água na cabeça pelo mundo a fora, pra poder colocar o que beber dentro de casa”, lembrou

De acordo com a Acqualimp, uma das fornecedoras das cisternas de polietileno no País, o material utilizado na fabricação dos equipamentos é adequado à região. “A resina de polietileno somente pode fundir a uma temperatura de 147º C, sendo que na região a temperatura máxima pode oscilar em torno de 50 º C em períodos de clima mais severo, o que desmistifica a informação incorreta de que as cisternas derretem no calor do semiárido.”, explicou Amauri Ramos, diretor da companhia.

A Acqualimp disponibiliza uma linha gratuita para atender aos beneficiados. Eles podem contatar a companhia em caso de dúvidas e até pedir a troca do reservatório, que tem cinco anos de garantia para defeitos de fabricação, quando necessário. O telefone 0800-081-6060 está disponível de 2ª a 6ª das 8h às 17h.

Aqueles brasileiros do Sul, Norte, Sudeste e Centro Oeste precisam aprender a economizar água com famílias numerosas do Nordeste que buscam sobreviver com menos de 60 litros de água por dia. E também com centenas de milhares de caboclos que nem isso têm.

Aquelas prefeituras que ficam armazenando cisternas, sem coragem de distribuí-las e também de abastecê-las  precisam ser intimadas por órgãos estaduais e federais a cumprirem suas obrigações.

 

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: