Pular para o conteúdo

A briga dos candidatos agora é pela validade das pesquisas.

17/07/2014
Geddel com Jaime Capellesso na pré-campanha de 2012

Geddel com Jaime Capellesso na pré-campanha de 2012

Dois indícios fortes de que as coisas não andam bem para os oposicionistas na Bahia. Em primeiro lugar, ninguém mais divulga pesquisas de controle interno, não registradas, o que era fato comum há 30 dias.

Segundo: antes de ser divulgado qualquer resultado, Geddel Vieira Lima protestou sobre uma possível manipulação do questionário de uma pesquisa contratada pela TV Aratu junto ao instituto Vox Populi. A consulta teria sido registrada sob número BA-005/2014 na manhã desta quarta-feira (17) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), segundo informações do Bahia Notícias.

O peemedebista reclama que, em vez de testar os próprios postulantes, o formulário relacionava alianças, como a ilação entre os nomes da oposição ao ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e dos governistas à trinca petista Jaques Wagner, Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva.

De acordo com Geddel, após o vazamento da informação, logo à noite o registro da pesquisa foi removido do site do TSE.

O formulário da pesquisa pode ser acessado clicando aqui.

Como diz um jornalista carioca, em definição bem humorada do peemedebista, “Geddel é como Kombi, perigosa até parada”. Geddel gosta de difundir essa frase, para mostrar aos seus adversários que, na Bahia, todos aprenderam muito com ACM.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: