Pular para o conteúdo

Buenos Aires, agora só “penas e olvido”

20/04/2014

buenos-aires

A Argentina e, particularmente, Buenos Aires eram paraísos perdidos na terra para o turista na década de 90. Boas livrarias, bons espetáculos no grandioso Colon, arquitetura neoclássica, com toques de art deco do começo do século XX, comida barata e, principalmente, segurança: caminhava-se pelas avenidas portenhas na madrugada sem nada temer. Duas décadas se passaram: panelaços e bumbos peronistas, uma migração acelerada e Buenos Aires se perdeu na fumaça da insegurança pública latino-americana.

Ontem, segundo La Nacion, assaltaram o senador  Aníbal Fernández  em Avellaneda e tomaram o seu BMW. Ele voltou para casa de carona, depois de procurar um posto de combustíveis. Contrariando a letra do tango de Carlos Gardel, “mi Buenos Aires querido, cuando yo te vuelva a ver, no habrá más penas ni olvido”, agora só sofrimento e esquecimento pela bela cidade, que um dia foi um pedaço da Europa derramada ao longo do rio da Prata.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: