Pular para o conteúdo

A guerra dos finais de semana nas estradas

24/03/2014

Mais um final de semana normal nas estradas federais da Bahia: 28 acidentes, 20 feridos e 6 mortes.Somadas às mortes no trânsito nas estradas estaduais e municipais, mais aquelas nas regiões urbanas, tem-se o cenário dantesco de uma guerra sem vencedores. Todos perdem. Entre os feridos muitos virão a morrer e grande parte terão comprometimentos físicos irreversíveis.

Morte na Roda Velha

Um motociclista de 29 anos morreu na madrugada deste domingo (23), após ser atingido por uma carreta na BR-020, nas proximidades do distrito de Roda Velha, em São Desidério.

O acidente ocorreu por volta das 2h. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a carreta bateu no fundo da moto causando a queda e a morte do piloto. Ainda conforme a polícia, o motorista da carreta fugiu do local do acidente.

Acidente, incêndio e mortes

Acidente aconteceu no final da manhã deste sábado (Foto: Marcos Souza Frahm/Blog Marcos Frahm). Informações do site G1.

Acidente aconteceu no final da manhã deste sábado (Foto: Marcos Souza Frahm/Blog Marcos Frahm). Informações do site G1.

Um acidente grave seguido de incêndio deixou vítimas no final da manhã deste sábado (22), no km-644 da BR-116, trecho do município de Jaguaquara, região sudoeste da Bahia. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF),  estão confirmados dois mortos e cinco feridos. Inicialmente, o posto de Jequié da PRF informou a ocorrência de três mortes. À noite, por volta das 19h, a PRF corrigiu para dois o número de óbitos confirmados. A polícia ressaltou a dificuldade na contagem e identificação das vítimas devido à carbonização. O DPT permanecia no local realizando o levantamento cadavérico.

As pistas da BR-116 ficaram interditadas nos dois sentidos no final da manhã e durante a tarde. As vias foram liberadas parcialmente por volta das 19h deste sábado. Segundo a PRF, o desobstrução foi feita para quem segue no sentido norte da rodovia (em direção a Itaquara).

Cinco feridos foram encaminhados para o Hospital Prado Valadares, em Jequié. De acordo com informações da unidade de saúde, as vítimas foram atendidas e liberadas no mesmo dia.

O acidente aconteceu pouco depois das 11h, em local conhecido como Serra do Mutum. A PRF informa que a ocorrência envolveu três carretas e um carro, que ficou totalmente destruído pelas chamas. Até a noite deste sábado, a polícia trabalhava com a versão de que uma carreta descia a Serra do Mutum, quando colidiu de frente com o veículo pequeno e atingiu outras duas carretas. Houve explosão no choque entre os veículos. Inicialmente, as equipes da PRF apontaram a existência de um veículo de transporte de combustíveis na colisão, informação que foi descartada posteriormente.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e atuou no local com trabalho de resfriamento e retirada dos veículos. A PRF estima que o congestionamento com o bloqueio das vias chegou a 20 quilômetros de extensão na tarde deste sábado.

UM MASSACRE DIÁRIO, SEM TRÉGUAS

Acidentes nas estradas matam 35 pessoas por dia e ferem 417 pessoas das quais 30 morrem também.

O estudo “Morte no Trânsito: Tragédia Rodoviária”, realizado pelo SOS Estradas, programa de redução de acidentes do www.estradas.com.br, maior portal de rodovias do Brasil, traz revelações surpreendentes. Todos os dias ocorrem, pelo menos, 723 acidentes nas rodovias pavimentadas brasileiras, provocando a morte de 35 pessoas por dia, e deixando 417 feridos, dos quais 30 morrem em decorrência do acidente.
A maior parte das mortes no trânsito ocorre nas rodovias e não nas vias urbanas. Embora, em número menor, os acidentes nas estradas são muito violentos, provocando mais mortes e ferimentos graves.

Na avaliação do estudo, a melhoria das condições das rodovias não significa que teremos uma redução dos acidentes, pois 90% são provocados por falha humana. Na avaliação do Coordenador do SOS Estradas, Rodolfo Alberto Rizzotto, é preciso aplicar rigorosamente a lei. “Não temos uma indústria de multas, mas uma fábrica de motoristas infratores, cuja produção está aumentando, estimulada pela impunidade. Milhares de pessoas morrem sem nenhuma justificativa. Não podemos esperar que os infratores contumazes sejam conscientizados, pois estamos vivendo uma epidemia”, afirma Rizzotto.

Veja algumas estimativas e informações do estudo:

– 42.000 pessoas morrem por ano vítimas de acidente de trânsito no Brasil
– 24.000 pessoas morrem em razão de acidentes nas estradas
– 13.000 morrem no local do acidente e 11.000 são feridos graves que morrem posteriormente
Ocorrem pelo menos 723 acidentes por dia nas rodovias pavimentadas brasileiras. Média de 30 por hora ou 1 a cada dois minutos.
65 pessoas morrem por dia em virtude de acidente nas estradas.
A cada 40 minutos uma pessoa morre num acidente nas rodovias e 411 pessoas ficam feridas por dia em acidentes nas estradas. Destas pelo menos 30 morrem em decorrência dos ferimentos.
A cada hora 17 pessoas ficam feridas em acidentes nas estradas.
Caso todas as vítimas de acidentes fossem colocadas deitadas no asfalto, teríamos praticamente uma pessoa por quilômetro de rodovia pavimentada, sendo um ferido a cada 1.100 metros e um morto a cada 7 km.
Nos acidentes com ônibus rodoviário, pelo menos 2.000 passageiros morrem por ano no local do acidente. O uso do cinto de segurança, provavelmente, evitaria a morte de, pelo menos, metade das vítimas.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: