Pular para o conteúdo

Representantes do Colégio Anísio Teixeira participam de Fórum realizado pela Rede Pitágoras

28/02/2014

Equipe do CAT com Madresilva

Os representantes do Colégio Anísio Teixeira (CAT), Ana Amélia Brügger Junqueira Lopes, Cléia Rute Rocha Passos Pego, Gilberto Lopes e Marli Cenci estiveram em Salvador nos dias 21 e 22 de fevereiro onde participaram do Fórum de Coordenadores do Programa Pitágoras de Educação em Rede 2014, da Rede Pitágoras, parceira do CAT.

O Fórum é uma das atividades realizadas pela Rede Pitágoras para capacitação dos gestores e coordenadores dos colégios parceiros da instituição. Nesta edição, o Fórum teve como tema “Ser e Conviver. Ressignificando o Aprendizado” e teve a participação de Mônica Ferreira, Diretora da Educação Básica da Kroton Educacional, gigante educacional ao qual a Rede Pitágoras pertence e que também possui outras instituições de ensino, como a Unopar.

Além de palestras sobre “Gestão da Sala de Aula” e “Uma Escola para as Novas Gerações”, os representantes do CAT também participara de cursos e oficinas durante o Fórum. As coordenadoras Marli Cenci e Cléia Rute estiveram nas oficinas sobre “Como identificar e criar equipes de alto desempenho na organização educacional” que mostrou como o monitoramento e avaliação da equipe são essenciais para garantir a qualidade e “Coordenador –Colaborador faz a diferença!”, onde foram instruídas sobre como as pequenas atitudes do dia-a-dia são competências para a vida. Ana Amélia participou a oficina sobre “Gestão e mudanças: as várias faces da mesma moeda” e “Desafios e possibilidades de inovação na gestão pedagógica” e Gilberto Lopes esteve nas oficinas sobre “Líder: um gestor estratégico” e “Trabalhando por metas”. Para Ana Amélia, “o CAT vai incentivar todos os seus professores a buscarem esse tipo de atualização profissional. Este Fórum foi direcionado para os gestores e coordenadores, mas a equipe da Rede Pitágoras oferece um grande leque de opções também aos professores. É um diferencial estratégico para a qualidade escolar”.

Para Marli e Cléia Rute, as oficinas escolhidas auxiliaram na construção da mentalidade necessária para a organização escolar. Segundo Marli, “o sistema educacional precisa funcionar como uma empresa. Com missão bem definida, organização e hierarquia. Com isso, a escola e os alunos ganham com uma instituição organizada e de alto nível”. Gilberto, que participou das oficinas voltadas à gestão administrativa, percebeu que “é preciso pensar e agir estrategicamente, fortalecendo a instituição escolar para todos os momentos e fases. É preciso também estabelecer metas para cada fase e cada situação, como por exemplo, ter como meta todos os alunos do 3º ano do ensino fundamental lendo com domínio diferentes tipos de textos, compreendendo suas mais variadas leituras. Essas metas são essenciais na gestão escolar”.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: