Pular para o conteúdo

Conflito na Venezuela tem escalada de tropas e marinha russa

26/02/2014

russo

Nesta sexta-feira passada, 10:00 horas, chegou a La Guaira, principal porto da Venezuela, localizado a 30 quilômetros de Caracas, a capital, o navio de guerra russo Moskva (Moscou), conforme foto aso lado. Também chegou um antissubmarino, um navio rebocador e um sistema de barcos. Um total de 150 marinheiros da Federação Naval russa chegou ao país, segundo a Agência Venezuelana de Notícias (AVN ).

O navio de guerra Moskva é um cruzador lança-Míssil. O comandante é o Almirante Valeri Vladimirovich Kulikov. “O navio, de 185 metros de comprimento, é equipado com radares e armas de todos os tipos, incluindo foguetes com alcance de mais de 600 km e armas móveis capazes de repelir ameaças dentro de 60 quilômetros”, disse o capitão Sergey Ivanovich.

Em declarações à imprensa, comentou o capitão russo:

– Nosso navio pode operar em qualquer lugar do mundo de forma independente, sem problemas, e pode defender qualquer território, incluindo Venezuela e Cuba.

Versão light

A Agência de Notícias Associated France Press tem uma versão mais suave da notícia:

O navio de guerra russo “Moscou” atracou nesta segunda-feira na Venezuela procedente da Nicarágua, em uma visita que também incluiu Cuba, informou uma fonte militar.

“Temos aqui a frota da Federação Russa. Este tipo de atividade de operar em conjunto e fortalecer os laços de amizade é, de qualquer ponto de vista, conveniente para ambos os países”, disse nesta segunda-feira o comandante naval de operações da Marinha venezuelana, Jesús Ortega Hernández.

No total, 514 marinheiros foram recebidos no porto de La Guaira com 21 salvas de artilharia pelo alto comando da Força Armada e da Infantaria da Marinha venezuelana.

A delegação naval russa permanecerá no país até 29 de agosto e sua tripulação fará, entre outras atividades, uma homenagem ao falecido presidente Hugo Chávez, indicou em seu portal a Agência Venezuelana de Notícias.

O “Moscou” é o primeiro de um total de quatro navios que vão atracar na Venezuela.

O navio russo, que zarpou da Rússia no dia 6 de junho, mede 185 metros de extensão e conta com radares e armamentos como foguetes com mais de 600 km de alcance e canhões móveis capazes de repelir ameaças em um raio de 60 km. A Rússia é um grande fornecedor de equipamentos militares ao país sul-americano. Com informações do jornalista Políbio Braga e da AFP.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: