Pular para o conteúdo

A campanha que se avizinha e a liderança da Situação.

03/02/2014
Inauguração da UPA, em Luís Eduardo, em abril de 2012: constrangimentos com a claque de Oziel, ao ponto de Otto Alencar chamar sua atenção.

Inauguração da UPA, em Luís Eduardo, em abril de 2012: constrangimentos com a claque de Oziel, ao ponto de Otto Alencar chamar sua atenção.

Agora à tarde, perguntamos a um jornalista, dos mais bem informados sobre a política do Oeste, em que municípios Jusmari e Oziel Oliveira  tinham prefeitos alinhados:

“-Que eu saiba, disse o colega, só em Ibotirama.”

Ao que questionamos: “Quer dizer então que Oziel e Jusmari farão a campanha de 2014 lutando ao lado das oposições em cada município, mesmo que os prefeitos sejam alinhados com o PT, como é o caso dos maiores colégios eleitorais, Barreiras e Luís Eduardo? E este factoide, cantado em prosa e verso pelos sites alinhados com Oziel e Jusmari, de que a ex-deputada será a coordenadora da campanha de Rui Costa no Oeste?”, acrescentamos.

“Isso é um banquinho que o grande amigo e companheiro de partido da Deputada, Otto Alencar, arrumou para Jusmari, na mesa da coordenação política de Rui Costa. No fragor da batalha, todos os colaboradores são bem recebidos. Mas não passa disto”, respondeu o Jornalista. 

Seria mesmo, mais que engraçado, constrangedor, prefeitos como Antonio Henrique e Humberto Santa Cruz, adversários de Jusmari e Oziel nas últimas consultas municipais, lado a lado nos palanques. Já aconteceu antes, mas a saia é das mais justas e as caras das mais feias.

O próprio Otto Alencar sabe que essa estratégia de reunir adversário em palanque não rende frutos. Na inauguração da UPA, em abril de 2012  (veja aqui), Alencar teve que apelar para a água fria para separar Humberto e Oziel, advertindo o Deputado de que não deveria fazer gestos e incentivar vaias durante o discurso do Prefeito.

Na verdade, Humberto, como presidente da UMOB, e Antonio Henrique, como prefeito do maior colégio eleitoral , serão os maiores cabos eleitorais da campanha situacionista, incluindo aí a campanha de Otto Alencar ao Senado.

 

2 Comentários leave one →
  1. 03/02/2014 21:15

    Sampaio. Pago pra ver o tal palanque. A estratégia do Otto é que se pode chamar de “tiro no pé”. Ou o ditado, já antigo: “dois bicudos não se beijam”. Ademais, a ex-prefeita de Barreiras, caso não alcance o número de 13 vereadores para aprovar suas contas de 2012, ficará oito anos como inelegível. O seu marido também vive momentos pouco saudáveis, pois o Tribunal de Justiça da Bahia o condenou, recentemente e ele está numa “sinuca de bico” difícil de sair.
    Como está provado que a Justiça nunca é tão justa contra os políticos, principalmente, vamos aguardar a marcha dos acontecimentos.
    Um dia, quem sabe, as coisas mudarão e, quem errou, terá que pagar, principalmente quando se trata de falcatrua, pecado maior da família Oliveira (o casal, entendam).

  2. Mário Machado permalink
    04/02/2014 8:12

    Que “situação”? Que “oposição”?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: