Pular para o conteúdo

Comunidades rurais de 34 municípios do Médio São Francisco baiano serão beneficiadas com perfuração e instalação de poços tubulares

24/01/2014

águaComunidades rurais de 34 municípios do Médio São Francisco baiano terão o acesso a água facilitado com a perfuração e instalação de 187 poços tubulares. Os municípios estão localizados na área de atuação da 2ª Superintendência Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), sediada em Bom Jesus da Lapa (BA). O investimento na ação é de R$ 10,9 milhões.

“Em função da grande estiagem que o Nordeste tem enfrentado, as comunidades rurais têm passado grande dificuldade por causa da falta de água. Por se tratar de água bruta, sem tratamento, não recomendamos para o consumo humano. No entanto, em campo, temos comprovado o sofrimento das famílias por não ter água para dar nem aos animais e para a utilização em outras necessidades básicas, como tomar banho ou lavar roupa. Por isso, a Codevasf tem procurado resolver essa situação através da perfuração de poços tubulares”, diz o geólogo e analista da 2ª Superintendência Regional Manoel Queiroz.

Os municípios que serão beneficiados com a perfuração e instalação de poços tubulares são: Angical, Barra do Mendes, Barro Alto, Bom Jesus da Lapa, Cafarnaum, Canarana, Candiba, Carinhanha, Central, Cocos, Coribe, Cotegipe, Feira da Mata, Guanambi, Ibipeba, Ibititá, Ibotirama, Igaporã, Irecê, Itaguaçu da Bahia, Iuiu, João Dourado, Jussara, Lapão, Macaúbas, Malhada, Mortugaba, Mulungu do Morro, Paratinga, Santa Maria da Vitória, São Gabriel, Serra do Ramalho, Sítio do Mato e Xique-Xique.

“Na circunscrição da 2ª Superintendência Regional, encontramos aquíferos do tipo cársticos (calcários), fissural (cristalinos) e sedimentares. Nos cársticos, a água se acumula em função da dissolução do calcário. Nos fissurais, a água é transportada através de fraturas ou fendas nas rochas. E nos sedimentares, o transporte dessa água ocorre através dos poros ou interstícios da rocha ou sedimento”, diz Manoel Queiroz.

Em 2013, na área de atuação da 2ª Superintendência Regional da Codevasf, foram perfurados outros 170 poços tubulares, que ainda estão sendo instalados, com recursos oriundos de emendas parlamentares e do programa Água para Todos, coordenado pelo Ministério da Integração Nacional (MI) e executado pela Codevasf em sua área de atuação.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: