Pular para o conteúdo

A negação da patronagem no Partido dos Trabalhadores

30/11/2013
tags:
Rui Costa, em foto de Manu Dias.

Rui Costa, em foto de Manu Dias.

Rui Couto, secretário da Casa Civil do Governo da Bahia e ungido de Wagner para concorrer ao Palácio de Ondina nas próximas eleições, há minutos, no twitter:

“Se isso aqui fosse um partido de dono, essa alegria não estaria no rosto de cada um. A nossa força é a nossa unidade.”

A frase contém, além da força dramática e um pouco de ufanismo, uma resposta firme às preferências  e à forte pressão de Luís Inácio Lula da Silva, que desejava e ainda deseja Sérgio Gabrielli como o candidato na Bahia.

One Comment leave one →
  1. Amador Araujor permalink
    30/11/2013 20:05

    o partido dos trabalhadores teve a honra e a democracia, aonde mostrou que o diretorio e soberano e as intancias foncionou na escolha do pre candidato a governador da Bahia. a esperança e Rui Costa governador

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: